Bellator Lutas e MMA

Bellator 283 Resultados – Lima x Jackson

Na noite desta sexta-feira (22) em Washington, no Emerald Queen Casino aconteceu o Bellator 283, com a luta principal envolvendo o brasileiro Douglas Lima contra o jamaicano Jason Jackson. Além disso, Marcelo Golm e Vanessa Porto calçaram as luvas verde e amarela na noite. Assim, a partir de agora, confira os resultados do evento.

Bellator 283 Resultados – Douglas Lima x Jason Jackson

Resultados Card Principal

Douglas Lima x Jason Jackson – Brasileiro se segurou como pôde

Primeiramente, o evento principal do Bellator 283 ficou entre ameaças de golpes no começo, até que o jamaicano derrubou o brasileiro e, no solo, desferiu vários golpes e tentou a imobilização. Dessa forma, Douglas ficou apenas na defensiva, segurando as tentativas de Jackson.

Logo no início do 2° round, Jackson tentou derrubar Douglas, e conseguiu, mas o brasileiro caiu bem e se segurou no solo. Assim, ambos ficaram até o fim do assalto, em um duelo bem mais amarrado.

Por outro lado, no 3° round, Douglas Lima começou dominando o embate, pressionando o jamaicano contra o solo e à grade. No entanto, logo na sequência o cenário se inverteu, com o brasileiro por baixo sofrendo com socos no rosto, e assim seguiu até o final do assalto.

No começo do 4º round, Douglas levou novamente o adversário ao chão, mas dessa vez com domínio por mais tempo. Até que, Jackson se sobrepôs e, com sequência de socos, começou a fazer o rosto do brasileiro sangrar. No mais, a estratégia de defesa de Douglas segurou bem as investidas do jamaicano que, no chão, ficou sem muito o que fazer.

Por fim, no último round, Jackson não demorou muito para levar o combate ao chão novamente. A partir daí, o jamaicano seguiu na tentativa de finalizar o brasileiro, mas com ótima defesa de Douglas, estava impossível de sair algo positivo, em favor do gringo. Assim, mais uma vez, os lutadores finalizaram no chão, com Jackson por cima, até o final do duelo. Dessa forma, não tinha outro resultado a ser dado pelos jurados se não a vitória do jamaicano, por decisão unânime.

Sidney Outlaw x Tofiq Musaev – Lutador do Azerbaijão avassalador

A saber, bastaram apenas 27 segundos para Tofiq Musaev finalizar o oponente com um soco perfeito vindo de sua mão direita. Assim, em seu 15° triunfo por nocaute ou finalização, levou a melhor sobre o americano.

Usman Nurmagomedov x Chris Gonzalez – Russo honrou o sobrenome no Bellator 283

Primeiramente, os dois lutadores, por precaução, não deram nenhum golpe antes dos 90 segundos iniciais, até a joelhada de González. Até que, após tentar levar a luta para o chão, Nurmagomedov conseguiu finalizar o oponente ao lado da grade e sair com a vitória no duelo.

Lorenz Larkin x Mukhamed Berkamov – Americano pegou pesado com o russo

A princípio, o duelo começou em um ritmo acelerado, com golpes de ambos os lados e tentativas de queda e finalização, mas logo os lutadores foram à grade e o ritmo caiu. Até que, após uma cotovelada na parte de trás da cabeça, Berkamov acusou o golpe e, após forte tontura, pediu para parar a luta. Dessa forma, sem condições do russo continuar, o juíz principal decretou a vitória de Lorenz Larkin.

Davion Franklin x Marcelo Golm – Brasileiro venceu no Bellator 283 com ajuda do cansaço do adversário

Primeiramente, a luta começou sendo estudada por ambos, até que o brasileiro levou o combate à grade. No entanto, em reação, o americano colocou Marcelo no chão e lá desferiu uma série de socos, que fez a testa do adversário sangrar muito.

No 2º round, o combate permaneceu, em sua maior parte, no solo, com alternância de momentos de pressão. Dessa forma, na oportunidade de Franklin dominar a luta, se deu melhor que o brasileiro, que já estava abatido.

Por fim, o último round seguiu a linha do anterior, mas dessa vez com ambos pesos pesados bem cansados. Assim, com ambos próximos à grade, o brasileiro conseguiu terminar melhor o combate, dominando até o toque final do americano, que decretou a vitória de Marcelo Golm, por finalização.

Resultados Card Preliminar Bellator 283

Romero Cotton x Dalton Rosta – Tudo caminhava para decisão dos jurados, até que…

Nos primeiros instantes, a luta começou um pouco amarrada, mas com alguns golpes de levar ao solo por parte de Romero Cotton, mas contidas pelo Dalton Rosta que, após sofrer golpe baixo, levou o duelo para a grade, mas por pouco tempo. Na sequência, vários momentos de trocação e, em quase todos, socos simultâneos dos dois lutadores, além de joelhadas e novas tentativas de queda.

Por outro lado, no começo do 2º round, quem sofreu golpe baixo foi Cotton. Na sequência, ambos foram ao chão, com domínio de Dalton Rosta, por cima. No entanto, ao final do assalto, Rosta pressionou Cotton à grade até o sinal tocar.

Por fim, o último round não passou de um minuto, pois, após pressão no corner, Dalton deu golpes em sequência no oponente e o nocauteou. Dessa forma, encerrando a luta e levando a vitória.

Veta Arteaga x Vanessa Porto – Lutadora brasileira vacilou e perdeu

Primeiramente, a luta começou tímida, até que a brasileira Vanessa Porto acertou um chute, seguro pela americana Veta Arteaga e que, agarrando o mesmo pé, levou o duelo ao chão, mas por pouco tempo. Na sequência, ambas se ergueram e voltaram com trocação em alto nível, incluindo várias tentativas de chutes de Vanessa. Por fim, a brasileira, nos últimos segundos, acertou um direto no rosto da oponente, antes do final.

Na sequência, o 2º round começou a toda velocidade, com golpes desferidos dos dois lados e com Vanessa tentando mais chutes. No entanto, Arteaga levou a brasileira ao chão, mas sem sucesso. Por outro lado, Vanessa também arriscou derrubar a oponente, mas, em sua tentativa, acabou sendo finalizada e a vitória ficou com Veta Arteaga.

Gadzhi Rabadanov x Bobby King – Luta quase toda no chão, do jeito que o russo gosta

Primeiramente, o duelo começou em um ritmo lento, até que Rabadanov levou o duelo ao solo e, sob o seu domínio, desferiu alguns golpes e tentou imobilizar o oponente. Assim, a luta seguiu até os instantes finais do 1º round, quando finalmente os dois lutadores ficaram de pé, mas não largaram a grade.

Na sequência, pelo 2º round, o embate ameaçou ser diferente, com ambos tentando golpes em pé. Contudo, o duelo seguiu para o solo novamente, onde lá ficaram, sob o domínio de King, dessa vez. Por fim, em tentativa de finalização dos dois lados, nada aconteceu e a luta terminou no solo.

A princípio, o round final começou elétrico, com trocação dos lutadores, mas só durou 40 segundos, até que ambos foram ao chão mais uma vez, agora com Rabadanov por cima. Por fim, sob pressão do russo, King tentou finalização bom as pernas como resposta, mas não deu certo e o tempo se esgotou logo em seguida. Assim, em decisão unânime dos jurados, Gadzhi Rabadanov levou a melhor, visto seu controle durante todo o embate

Ahmed Magomedov x Kevin Boehm – Vitória relâmpago do russo

Com menos de 30 segundos, Boehm conseguiu escapar dos golpes que estava sofrendo ao levar a luta ao chão. No entanto, mal esperava pelo pior, foi lá onde sofreu finalização por estrangulamento e, assim, decretada a vitória de Magomedov.

Roman Faraldo x Luis Iniguez – Nocaute no 1º round

Inicialmente, o duelo começou equilirado, com destaque para os golpes de joelhos desferidos por Faraldo. No entanto, além das joelhadas, Iniguez também conseguiu escapar de vários socos do seu oponente. Até que, faltando pouco mais de um minuto, a canhota precisa de Faraldo levou Luís Iniguez ao nocaute.

Jaylon Bates x Mark Coates – Duelo de altos e baixos para os dois lados

Primeiramente, os lutadores trocaram socos e tentaram, de ambas as partes, levar a luta ao chão. Na sequência, foram à grade, sob pressão de Coates, mas logo voltaram a ficar em pé. Assim, os dois tentaram golpes de joelho e chutes giratórios, mas sem muito sucesso. Por fim, faltando quatro segundos, Coates tentou um golpe fora do comum, rolando pelo solo, até que um dos seus pés atingiu a área baixa de Bates.

No 2º round, Coates continuou melhor, com chutes e tentativa de finalização no solo. Até que, as posições se inverteram e Bates, por cima, começa a chutar o oponente. Por fim, ambos terminaram na grade, por pressão de Coates, mas com poucos golpes.

Finalmente, o 3º round, que seguiu a linha dos anteriores, pois, logo nos primeiros instantes, Coates desferiu socos, levou Bates à grade e tentou levá-lo ao chão. No entanto, Bates inverteu o cenário e aplicou o mesmo sobre o adversário. Assim, ambos ficaram trocando de posição, sem grandes ataques, até o final do round. No entanto, por decisão dividida, Bates levou a melhor e saiu com a vitória.

Archie Colgan x Bryan Nuro – Colgan avassalador na grade e no chão

Primeiramente, o duelo começa com mais investidas de Nuro, mas logo foi levado ao chão no primeiro golpe de Colgan. Na sequência, a trocação acelerou entre os dois, sempre com socos altos. Por fim, Colgan consegue acertar mais golpes, chegando até a derrubar o oponente.

A princípio, o 2º round começou da mesma forma que terminou o anterior, com os golpes de Colgan sendo mais precisos. Dessa forma, o nariz de Nuro não aguentou a pressão e começou a sangrar. Em resposta, devolveu, óbvio, sem intenção, com dedo no olho do oponente. Por fim, no último segundo do assalto, Colgan acertou um direto novamente no nariz, o que simbolizou os últimos cinco minutos de combate.

No último round, Colgan derrubou Nuro logo de cara e lá desferiu vários golpes em sequência. No entanto, Muro se defendeu bem e logo voltou a ficar de pé, mas não por muito tempo, mais precisamente um minuto, quando foi vítima de mais golpes, suficientes para finalizar a luta e dar a vitória para Archie Colgan.

Foto destaque: Divulgação/Bellator 

Popular

Copyright © 2015-2021 - https://www.quintoquartobr.com/

+18 Jogue com responsabilidade


Copyright QuintoQuartoBR

To Top