Seleção Americana inicia ciclo para 2026 sem seu técnico principal

Jamis Gomes Jr. | 26/01/2023 - 00:31

Seleção Americana inicia ciclo para 2026 sem seu técnico principal. De fato, o técnico Gregg Berhalter não estará a frente do comando técnico da seleção dos Estados Unidos nesses primeiros jogos do ciclo 2026. A saber, o auxiliar Anthony Hudson fica em seu lugar.

Recentemente, Berhalter confessou ter agredido sua esposa após investigações, mas a princípio esta gestão de comando técnico já estava combinada. Confira detalhes.

Seleção Americana inicia ciclo para 2026 sem seu técnico principal

“Tenho que agradecer e respeitar muito Gregg Berhalter por me trazer em primeiro lugar, confiar em mim e me permitir experiencias nos últimos anos…

Me pediram para comandar o time em alguns jogos e, em meio a tudo isso, há um sentimento de imenso orgulho.” – disse Anthony Hudson as vesperas dos amistosos contra Sérvia e Colômbia.

O ciclo 2022 se encerrou e os fãs agora pensam na Copa do Mundo que será sediada no Canadá, México e Estados Unidos. A título de informação, os primeiros dois amistosos são contra a Sérvia nesta madrugada de quinta-feira (26) e Colômbia no próximo sábado (28).

A Seleção Americana realizou uma grande Copa do Mundo no Catar, alcançando as oitavas de final. Perdeu simplesmente para uma tradicional seleção em Copas do Mundo, Holanda, que foi posteriormente derrotada para a futura campeã da última edição, Argentina. Ou seja, a campanha dos Estados Unidos foi positiva.

E apesar dos problemas internos do vestiário estadunidense vazados após o Mundial, a equipe tem um trabalho de três anos para desenvolver em prol de uma melhor posição na Copa do Mundo 2026. A preparação já começou, no entanto, sem seu Head Coach.

Enfim, apesar do bom trabalho, as últimas revelações e atitudes de Gregg Berhalter estão fazendo a federação de futebol estadunidense repensar se é válido estender o vínculo com o comandante. A saber, seu contrato venceu no dia 31 de dezembro e ainda não há atualizações sobre esta renovação. Fato é que ainda há investigação em andamento, o que dificulta mais ainda uma eventual renovação contratual.

Gregg Berhalter confessa agressão contra esposa

“Foi um evento único e isolado há mais de três décadas e uma decisão terrível tomada em um momento ruim por um jovem de 18 anos. Rosalind e eu estamos em uma jornada incrível juntos.

Criamos quatro filhos maravilhosos, que estão cientes do que aconteceu. Temos muito orgulho de nosso casamento, nosso relacionamento, a família que construímos e as pessoas que se tornaram.” – confessou Berhalter após ser pressionado por investigações.

Em resumo, Gregg afirmou ter agredido — no caso, chutado — sua companheira (Rosalind) em uma discussão em 1991.

Enfim, com a rusga de Berhalter com uma das estrelas da companhia no Mundial (Gio Reyna) devido ao fraco desempenho físico, Gregg entrou em outra confusão.

E agora com o vazamento de informações internas, junto do caso de agressão e investigações, Berhalter vê as chances de extensão contratual no mínimo menores.

+ confira também: Giroud confessa desejo de se testar na MLS

 

Foto destaque: Divulgação/Línea Directa

Escrito por Jamis Gomes Jr.
Sou dicente em licenciatura de Literatura Inglesa no momento. Ao fim da discência, curso superior de jornalismo, aqui vou eu! Amante de esportes - especialmente futebol - e o que eles podem proporcionar. Prazer, sou Jamis Gomes Jr. e estarei aqui no Quinto Quarto BR com vocês nas notícias das nossas queridas NBA, MLS, NFL, NHL, MLB e MMA.