Copa do Mundo

Giovanni Reyna quase foi expulso da Copa do Mundo

Giovanni Reyna quase foi expulso da Copa do Mundo

Giovanni Reyna quase foi expulso da Copa do Mundo. De fato, um dos promissores jovens da Seleção Americana quase foi expulso da delegação estadunidense durante a Copa do Mundo. A princípio, a informação de que se tratava do jogador Giovanni Reyna não era para ser divulgada, porém, a situação saiu de controle. Confira detalhes.

Giovanni Reyna quase foi expulso da Copa do Mundo

“Os Estados Unidos tinham um jogador (Reyna) que claramente não estava atendendo às expectativas dentro e fora do campo. Um dos 26 jogadores, então, se destacou. Como equipe, sentamos juntos por horas deliberando o que iríamos fazer com este jogador. Estávamos prontos para reservar uma passagem de avião para casa, de tão extremo que era.

O que aconteceu foi que teremos mais uma conversa com ele (Reyna), e parte da conversa foi como vamos nos comportar daqui para frente. Não haverá mais infrações. Mas a outra coisa que dissemos a ele foi, você terá que se desculpar com o grupo, mas terá que dizer por que você está se desculpando. Vai ter que ir mais fundo do que apenas ‘Pessoal, eu sinto muito.' E preparei o grupo de liderança com isso. Eu disse: ‘OK, esse cara vai se desculpar com vocês como um grupo, com toda a equipe.'” – disse Berhalter.

De fato, o jovem de 20 anos, Giovanni Reyna, não foi titular em nenhum dos jogos da Seleção Americana no Catar. Jogou o segundo tempo da derrota por 3 x 1 contra a Seleção Holandesa nas oitavas de final, mas muito pouco fez. Mídias estadunidenses disseram que o filho de Claudio Reyna até se desculpou com o grupo por sua falta de esforço.

Fato é que o meia da seleção dos Estados Unidos quase foi expulso durante a Copa do Mundo devido à falta de esforço nos treinos.

Jogador revelado

De antemão, a MLSSoccer.com foi o primeiro veículo a identificar que o jogador era Reyna. Demais tabloides relataram que Giovanni estava com falta de ritmo de jogo e suas negligências ao treinar frustraram o grupo que contava com o jogador também. Por isso, quase foi para casa mais cedo. Enfim, após exclamação de Gregg Berhalter, mídias perguntavam ao técnico a identidade do tal jogador.

Por fim, quando descobriram, não teve muito o que fazer, mesmo Berhalter tentando abafar a situação.

“Não é realmente importante quem era. O importante é que o grupo tinha padrões muito claros e eles estavam preparados para se comunicar se os padrões não estivessem sendo cumpridos. Às vezes essa comunicação leva a uma mudança positiva e um caminho claro para a frente.”

 

Foto destaque: Divulgação/Los Angeles Times

Popular

Copyright © 2015-2021 - https://www.quintoquartobr.com/

+18 Jogue com responsabilidade


Copyright QuintoQuartoBR

To Top