Copa do Mundo

Copa do Mundo 2022 – Tudo sobre a Seleção Canadense

A Seleção Canadense chega para a Copa do Mundo 2022 após 36 anos, desde 1986 que não participava. O país faz parte da América do Norte, ao lado de Estados Unidos e México. Portanto, faz parte da CONCACAF, que engloba não só a região Norte das Américas, como também a Central, as Guianas independentes da América do Sul e o Suriname.

Então, pertencente à CONCACAF e supervisionada pela Associação Canadense de Futebol, uma das principais competições que disputa é a Copa Ouro. Ou seja, a equivalente à Eurocopa, para os europeus, e a Copa América, para os sul-americanos. Além disso, também é figura carimbada nas Eliminatórias da confederação.

Conheça a história da Seleção Canadense

Primeiramente, o fato de o Canadá não ser um país tradicionalmente voltado ao futebol não impediu que, no século XIX, o esporte da bola redonda surgisse. Influenciado pelos imigrantes ingleses, as primeiras atividade começaram com a Western Football Association, precursora da atual Canadian Football Association. Inclusive, em 1885, bateu a seleção dos Estados Unidos por 1 x 0 em Nova Jersey.

Com o passar dos anos, os canadenses criaram mais costume pelo esporte, apesar de ainda ser muito inferior ao Hóquei, por exemplo. Em 1904, nos Jogos Olímpicos daquele ano, uma equipe da região, chamada de Galt FC, venceu o torneio e levou a medalha de ouro para casa. Porém, nas décadas seguintes, o sucesso do ouro olímpico não elevou o patamar, apenas trouxe confusões com a associação e com a FIFA por questões financeiras, de pagamentos dos atletas.

A trajetória do Canadá até a Copa do Mundo 2022

Antes de mais nada, vale ressaltar que a Seleção Canadense, também conhecida pela alcunha “Canucks”, em inglês, e “Rouges”, em francês, ambos idiomas oficiais do território, teve um caminho longo até o Catar. Porém, o início não teve tantas dificuldades, pois venceu todos os jogos do Grupo B, que tinha Suriname, Bermudas, Aruba e Ilhas Caimã. Aliás, sofreu apenas um tento e marcou 27 nos quatro jogos.

Ainda, precisou derrotar o Haiti em duelo de ida e volta, onde venceu por 4 x 0 no agregado. Com isso, ao lado de El Salvador e Panamá, conseguiu seu espaço entre as principais seleções da CONCACAF, para brigar por uma das três vagas disponíveis. Ou seja, disputou com Estados Unidos, México, Jamaica, Costa Rica e Honduras, além dos outros citados primeiro.

Dessa forma, para surpresa de muitos torcedores, os canadenses não só alcançaram a Copa do Mundo 2022, como também ficaram na primeira posição. Ou seja, à frente de potencias como México, Estados Unidos e Costa Rica, que também estarão na competição a partir de novembro. Com apenas duas derrotas e sete gols sofridos em 14 partidas, a seleção do Canadá fez 28 pontos e marcou 23 gols.

A luta por uma vaga na fase eliminatória

Primeiramente, a empolgação dos canadenses com a Copa do Mundo não será o suficiente para levar a equipe para um sucesso imediato. Pois, a falta de tradição da seleção pode ser um fator bastante fundamental numa competição tão tradicional. Além disso, as poucas experiências no torneio só aumentam a diferença para outros integrantes do grupo, que possuem maior rodagem.

Com isso, a expectativa não é muito alta para os feitos dos Canucks nesta competição. Apesar de ser uma equipe com potencial de surpreender, não possui garantias de que consiga superar seus adversários de grupo. Portanto, mesmo com tantas emoções e superações para chegar ao Catar, o sonho pode acabar em três partidas.

Canadá em Copas do Mundo será apenas a segunda vez

Em primeiro lugar, o Canadá demorou muito para poder chegar na Copa do Mundo 2022. Inclusive, esta é a segunda vez que os Canucks alcançam essa posição. Isso não acontecia desde 1986, quando conseguiram se classificar para o México. Entretanto, na ocasião, perderam todos os jogos da fase de grupos e saíram da competição.

Por outro lado, a seleção da América do Norte tentou entrar na Copa do Mundo apenas uma vez durante as primeiras oito edições. Na sequência, teve outras quatro oportunidades, através das Eliminatórias, de chegar no torneio, conseguindo em 1986. Porém, nas últimas oito tentativas mais recentes, não conseguiu nenhuma vez sequer.

Veja como ficou o grupo do Canadá na Copa do Mundo 2022

Grupo da Seleção Canadense na Copa do Mundo 2022

Grupo da Seleção Canadense na Copa do Mundo 2022

Seleção Canadense: Top 5 maiores ídolos

Apesar de ser uma seleção com poucos feitos e momentos históricos, o Canadá carrega uma grande quantidade de jogadores fizeram parte da história. Ou seja, muitos jogadores, em especial naturalizados canadenses, fizeram parte da história e contribuíram para a evolução que acontece nos tempos atuais.

Tomasz Radzinski

De antemão, Tomasz nasceu na Polônia, mas jogou pela seleção do Canadá entre 1995 e 2009. Portanto, o ponta ganhou espaço no futebol inglês, onde defendeu equipes como Everton e Fulham. Porém, com a camisa dos Canucks, participou de 46 jogos e marcou dez gols.

Dwayne De Rosario

Antes de mais nada, De Rosario é um dos maiores artilheiros da história do futebol de seleções do Canadá. Naturalizado canadense, o atleta representou o país de 1988 a 2015, com 81 partidas. Além disso, teve passagens por diversos clubes da MLS: DC United, Toronto FC e New York Red Bulls.

Alphonso Davies

Certamente, mesmo com pouco tempo pela seleção, o jogador do Bayern de Munique já está na história do clube, por conta dessa segunda aparição em copa. Além disso, carrega o título de jogador mais jovem a estrear pelos Canucks. Ou seja, com apenas 16 anos, em junho de 2017, disputou sua primeira partida contra a Guiana Francesa.

Paul Stalteri

Decerto, a figura de Paul Stalteri chama muita atenção por sua longevidade com a camisa vermelha canadense. Ou seja, durante 13 anos, fez parte do elenco entre 1997 e 2010. Aliás, chegou a capitanear e marcar sete gols nesse período, mesmo na posição de zagueiro. Além disso, atuou por equipes como Tottenham, Fulham e Werder Bremen.

Craig Foster

Sobretudo, a posição de goleiro costuma chamar muita atenção, não só por ser uma posição única, mas também pela importância. Com isso, Foster ganhou ainda mais força após suas 56 aparições entre 1988 e 2002, incluindo duas defesas de pênalti na Copa Ouro de 2000. Inclusive, no futebol de times, atuou por Chelsea e West Ham.

Jogadores com mais gols na história da Seleção Canadense

  • 24 gols – Cyle Larin
  • 22 gols – Dwayne de Rosario (81 jogos)
  • 21 gols – Jonathan David
  • 19 gols – Dale Mitchell (55 jogos)
  • 19 gols – John Catliff

Jogadores com mais participações em jogos da Seleção Canadense

  • Atiba Hutchinson – 97 jogos
  • Julian De Guzman – 89 jogos
  • Paul Stalteri – 84 jogos
  • Randy Samuel – 82 jogos
  • Dwayne De Rosario – 81 jogos

Todos os títulos da Seleção Canadense

  • Copa Ouro – 1x (2000)
  • Olimpíadas – 1x (1904)
  • CONCACAF Championship – 1x (1985)

Popular

Copyright © 2015-2021 - https://www.quintoquartobr.com/

+18 Jogue com responsabilidade


Copyright QuintoQuartoBR

To Top