Miami Heat x New York Knicks – palpite, odds e prognóstico – NBA – 10/5/2023

Letícia Oziecki | 10/05/2023 - 00:01

Miami Heat e New York Knicks se enfrentam nesta quarta-feira (10/5), às 20h30, no Madison Square Garden, em New York, pelo jogo 5 da segunda rodada dos playoffs da Conferência Leste da NBA — o Heat lidera a série em 3 a 1. Confira as principais dicas de aposta para a partida.

Durante a fase regular, Heat e Knicks se enfrentaram quatro vezes e a equipe de Nova York levou a melhor em três dessas partidas, todas por nove pontos ou menos. Apesar disso, nos playoffs a situação muda totalmente e tudo pode acontecer.

O jogo terá transmissão ao vivo para o Brasil pelo pay-per-view da competição, o NBA League Pass, e pela plataforma de streaming Amazon Prime Video.

Onde apostar?

As odds estão sujeitas a mudanças! 

Quais apostas são as mais recomendadas?

Apostar nas seguintes previsões para este confronto podem ser boas alternativas. Confira:

Jalen Brunson anota mais de 23.5 pontos

Ao passo em que vem sendo um grande destaque do  Knicks nos playoffs, Jalen Brunson anotou 25 pontos no jogo 1, 30 no jogo 2, 20 no jogo 3 e 32 no jogo 4, e com a necessidade de vencer em casa, o ala-armador tende a brilhar novamente.

Faça sua aposta com a Bet365 >>

Bam Adebayo pega mais de 9.5 rebotes

Por outro lado, o Heat tem um grande pivô em seu garrafão, que tem média superior a nove rebotes por jogo. Com a chance de classificação para Miami,  o camisa 13 tende a aparecer mais,  como foi no jogo passado em que teve 13 rebotes.

Faça sua aposta com a Betano>>

Mais de 209.5 pontos na partida

Em nível de pontuação, os jogos de Knicks têm sido mais acometidos, como se mostrou na série contra o Cavaliers. Nesse sentido, o jogo 1 teve 209 no total, o jogo 2 teve 216, no jogo 3 teve 191, já no jogo 4 tiveram 210 pontos e, dessa vez, deve ter algo parecido, com muita defesa e jogo físico.

Faça sua aposta com a Betfair >>

Os melhores palpites e dicas de apostas para Miami Heat x New York Knicks

Embora os Knicks tenham superado o Cleveland Cavaliers, o Heat eliminou o time de melhor campanha na temporada regular, o Milwaukee Bucks. Ou seja, nenhum dos dois eram exatamente os favoritos. No entanto, só pelo fato de Miami ganhar dos campeões de 2020/21, já foi algo enorme.

Sobretudo, Miami Heat e New York Knicks se enfrentam pela sexta vez nos playoffs da NBA. Apesar de existir uma rivalidade, que começou no fim dos anos 90, as equipes não se encontravam nos mata-matas desde 2012. Desde então, Miami venceu dois títulos e disputou quatro finais. Os Knicks, por outro lado, ao superar o Cleveland Cavaliers, venceu a sua primeira série de playoffs desde 2013.

Miami Heat

O Heat, com Jimmy Butler, tem a capacidade de distribuir o jogo. Se ele encontrar muitas dobras, aposte que ele fará muitas assistências, buscando companheiros livres. Além disso, o Heat conta com diversos jogadores experientes, como Kevin Love e Kyle Lowry, por exemplo, já foram campeões. Apesar de eles estarem longe da melhor fase de suas carreiras, ainda são capazes de ajudar.

Na série diante do Bucks se destacou, especialmente pelas bolas de três. O time teve um aproveitamento de 45% no perímetro, algo surreal. Na temporada regular, os campeões de 2020/21 permitiram apenas 35.4% de longa distância. Além disso, o offensive rating de Miami atingiu 119.4. Enquanto isso, na defesa, teve 114.4.

New York Knicks

Durante a temporada regular, o Knicks tiveram um offensive rating de 117.8, o terceiro de toda a liga. No entanto, ao enfrentar uma das melhores defesas da NBA nos playoffs, o time caiu para 111.1. Por outro lado, a defesa foi muito mais eficiente na fase de mata-matas. Antes, 114.8, o que seria a décima nona. Contra o Cavs, entretanto, incríveis 105.1.

No entanto, o Knicks têm um problema em Julius Randle. Cestinha durante a fase regular, seu arremesso parou de cair com eficiência.

Em quem devemos ficar de olho?

Pelo lado do Heat, Jimmy Butler e Bam Adebayo. Já pelos Knicks, Jalen Brunson e Julius Randle.

Escrito por Letícia Oziecki
Graduada em Jornalismo pela UNINTER e faz parte do QQ desde 2021. Demonstra sua paixão pela NBA e pelo futebol brasileiro, sendo torcedora do Boston Celtics desde a era de Paul Pierce e do Palmeiras desde o berço.