Indiana Pacers x Detroit Pistons – palpite, odds e prognóstico – NBA – 11/3/2023

André Merice | 11/03/2023 - 14:20

Indiana Pacers e Detroit Pistons entram em quadra neste sábado (11/3), às 21h, no Little Caesars Arena, pela temporada regular da NBA. Confira o palpite, as melhores odds e prognóstico para o duelo.

Indiana Pacers x Detroit Pistons – Onde apostar?

Indiana Pacers x Detroit Pistons Valores de odds Casa de apostas Faça sua aposta aqui
Quem vence? Pacers: 1.44 Bet365 Adicionar ao boleto de apostas
Quem vai para o intervalo em vantagem? Pacers: 1.70 Stake Adicionar ao boleto de apostas
Total de pontos Mais de 227: 1.77 VBet Adicionar ao boleto de apostas

As odds estão sujeitas a mudanças!

Quais são as apostas para esta partida?

Veja abaixo algumas seleções para lucrar:

Quem leva a melhor?

Indiana Pacers. Mesmo fora de casa, os Pacers entram em quadra como favoritos, muito por conta do momento que a equipe atravessa, com duas vitórias nas últimas três partidas.

Faça sua aposta com a Bet365 >>

Quem vai para o intervalo em vantagem?

Indiana Pacers. Nos últimos cinco jogos, os Pacers não foram em vantagem para o intervalo em apenas duas ocasiões, contra os Bulls e diante do Mavericks. Os Pistons, por outro lado, estiveram atrás, na saída para o intervalo, nos últimos cinco duelos, o que deve se repetir neste sábado.

Faça sua aposta com a Stake>>

Total de pontos: mais de 227

Com base no último duelo entre Pacers e Pistons (124 x 115), além dos números desta temporada, pode-se afirmar que a partida terá, no mínimo, 228 pontos.

Faça sua aposta com a VBet >>

Os melhores palpites e dicas de apostas para Indiana Pacers x Detroit Pistons

Indiana Pacers e Detroit Pistons são duas equipes que vivem situações similares na Conferência Leste. O Pacers ocupa a 12ª colocação, com 30 vitórias e 37 derrotas, enquanto o Pistons está no 15º lugar, com 15 vitórias e 52 derrotas.

Indiana Pacers

O Pacers, de Rick Carlisle, estão entre os quatro piores do Leste neste momento, com um retrospecto de 30 vitórias e 37 derrotas. A equipe segue alternando na temporada, com cinco vitórias e cinco derrotas nos últimos 10 jogos, mas venceu o mais recente deles contra o Houston Rockets.

Com o apoio de seu torcedor, o time de Indiana fez 134 x 125, na prorrogação, mandando 48% de seus arremessos no alvo e tendo uma precisão de 40% nas tentativas de três pontos. Individualmente, os melhores jogadores foram Tyrese Haliburton, com um double-double de 29 pontos e 19 assistências, além de dois rebotes, e Myles Turner, responsável por 21 pontos, cinco rebotes e sete tocos.

O Indiana Pacers não poderá contar com Bennedict Mathurin e Kendall Brown, enquanto Tyrese Haliburton, Myles Turner e T.J. McConnell seguem como dúvidas.

Detroit Pistons

O Pistons, de Dwane Casey, é o pior time do Leste, além de ter a pior campanha de toda a franquia, somando 15 vitórias e 52 derrotas. Nesta semana, o time foi, matematicamente, eliminado em uma eventual disputa de playoffs. A fase atual não é das melhores, com 10 derrotas consecutivas, sendo a mais recente delas para o Charlotte Hornets.

Atuando em casa, na noite da última quinta-feira, o time perdeu por 113 x 103, acertando 44,9% de seus arremessos de quadra e 33,3% das bolas de três pontos. Os atletas que se destacaram na derrota, se é que isso é possível, foram James Wiseman, com um double-double de 16 pontos e 13 rebotes, e Jaden Ivey, com 16 pontos, três rebotes e seis assistências, além de dois tocos. O Detroit Pistons não conta com Bojan Bogdanovic, Alec Burks, Jaden Ivey, Isaiah Stewart, Hamidou Diallo e Cade Cunningham, enquanto Marvin Bagley III pode ser novidade.

Tem favorito ao duelo?

O Pacers, pelo momento, leva a melhor.

Em quem devemos ficar de olho?

Pelo lado do Pacers, Tyrese Haliburton. Já pelo Detroit, James Wiseman.

Imagem de destaque: Arte/Quinto Quarto

Escrito por André Merice
No Quinto Quarto desde janeiro de 2021, André Merice cursa o 7º período de jornalismo na Universidade de Ribeirão Preto. Apesar de ser torcedor do São Paulo Futebol Clube, André se encontrou na área dos esportes americanos e hoje se tornou torcedor LeBron James e um admirador de Stephen Curry, o "Víbora".