Além de Usher, quais artistas irão cantar no Super Bowl?

Marcelo Cartaxo | 10/02/2024 - 10:10

O Super Bowl 58 marca o reencontro de Kansas City Chiefs x San Francisco 49ers em uma final, algo que aconteceu pela última vez em 2020. Além do retorno da lendária franquia dos Niners ao Super Bowl quatro anos após a última vez que disputaram o título, outro grande nome fará seu retorno na noite: Usher.

O cantor estadunidense é a atração confirmada para o show do intervalo do Super Bowl, um dos momentos mais assistidos no mundo inteiro, seja por entusiastas do esporte ou apenas telespectadores que buscam um grande espetáculo.

O cantor após oito anos está prestes a lançar seu mais novo álbum: “Coming home”. A NFL escolheu Usher para trazer de volta a nostalgia dos anos 2000 e surpreender o público com os possíveis artistas convidados.

Se Usher tem direito a levar convidados, quem serão?

É difícil cravar apenas um nome que estará com Usher no intervalo do Super Bowl. Alguns artistas optam por não chamar nenhum convidado, como foi o caso da apresentação mais recente de Rihanna no SB anterior. Grávida, a cantora caribenha fez os 15 minutos de show sozinha, algo completamente diferente do que os fãs da bola oval presenciaram no Super Bowl anterior.

Em 2022, a final da NFL aconteceu no SoFi Stadium, na Califórnia, berço do hip-hop norte-americano. A liga, por sua vez, convidou nomes que impactaram a cena do estilo musical, mas não contavam que o line-up seria um dos mais pesados que o Super Bowl já viu.

Dr.Dre, Eminem, Kendrick Lamar, Snoop Dogg e Mary J Blidge comandaram o intervalo do Super Bowl vencido pelo Los Angeles Rams, e mesmo com o palco montado para cinco das maiores estrelas da música, parecia que ainda havia espaço para mais um: 50 cent. O rapper apareceu suspenso no palco enquanto cantava um de seus maiores sucessos, a música “In Da Club”.

Agora, se tratando de um dos maiores cantores do gênero “R&B” na história e com uma lista extensa de colaborações, os principais nomes que Usher pode levar para o Super Bowl são: Lil Jon, Ludacris, Chris Brown e Justin Bieber.

Aos 45 anos, Usher faz seu retorno aos holofotes após lançar um dos maiores hits de 2023, a música em colaboração com o cantor sul-corêano Jungkook, intitulada de “Standing next to you”. Ainda assim, uma possível aparição do astro do BTS é improvável, ao passo que o mesmo está cumprindo serviço militar obrigatório na Coréia do Sul.

Quem cantará na abertura do evento?

O Super Bowl não conta apenas com um show no intervalo, como também um antes da partida começar. Nesta edição, a responsável pelo show pré evento é a cantora Gwen Stefani. Assim como Usher, Gwen é uma das cantoras mais reconhecidas dos anos 2000, com hit atrás de hit em sua carreira.

A artista participará do show de “tailgate”, uma expressão estadunidense para eventos pré jogo que acontecem no estacionamento do estádio.

America the beautiful: Post Malone

Outro cantor que tem um pé na música country é Post Malones. Antes do hino nacional, o rapper e cantor apresentará “America the Beautiful”, seguida da apresentação das cores e de um sobrevoo militar.

— É muito divertido e super épico poder ir lá e cantar uma música que tantos artistas lindos já cantaram neste palco — disse o cantor 10 vezes indicado ao Grammy ao Apple Music.

O hino nacional: Reba McEntire

A cantora country Reba McEntire cantará o hino nacional antes do jogo. Isso marcará uma jornada de 50 anos em construção para McEntire, já que o “Star-Spangled Banner” ajudou a lançar sua carreira quando ela cantou o hino no National Finals Rodeo de 1974 em Oklahoma.

–Eu posso cantar uma música muito especial para todos os americanos, pessoas de todo o mundo, que realmente trabalharam tanto pela nossa liberdade e para nos dar paz — disse McEntire ao Apple Music.

Life every voice and sing: Andra Day

Antes do jogo, a cantora de soul Andra Day apresentará “Live Every Voice and Sing”, um hino escrito pelo líder da NAACP, James Weldon Johnson, em 1900, que agora é frequentemente referido como “o hino nacional negro”.

A música foi tocada pela primeira vez no Super Bowl do ano passado pela atriz e cantora Sheryl Lee Ralph, embora Alicia Keys cantou a música pela primeira vez em uma transmissão pré-gravada durante o Super Bowl de 2021 e Mary Mary a cantou fora do estádio em 2022.

 

Escrito por Marcelo Cartaxo
Marcelo Cartaxo é um estudante de jornalismo na Universidade Veiga de Almeida, cujo interesse e paixão pelo jornalismo esportivo o levaram a acumular experiências em várias plataformas renomadas. Sua trajetória inclui colaborações notáveis em veículos como Premier League Brasil, Minha Torcida, Esportelandia, Futebol na Veia e ShaftScore.