Playoffs da NFL: C.J. Stroud beira à perfeição e Texans vencem

Victor Francisco | 13/01/2024 - 21:35

O título de garoto-prodígio parece pouco para C.J. Stroud. A pressão de jogar o primeiro jogo de playoffs em sua primeira temporada não parece que nem chegou perto do quarterback do Houston Texans. Pelo contrário: quem sentiu foi o veterano Joe Flacco, do Cleveland Browns. Em sua sexta vez nos playoffs, sofreu sua primeira derrota e as duas pick sixs seguidas no terceiro quarto foram cruciais para a derrota

Totalmente alheio aos erros dos Browns, Stroud conseguiu marcas incríveis jogando praticamente só a primeira etapa da partida. Foram três passes para touchdown (um recorde para quarterbacks calouros), 274 jardas aéreas (em 16 passes de 21 tentativas) e um rating quase perfeito de 157,2. Ele é, simplesmente, o quarterback mais novo a vencer um mata-mata da NFL!

Stroud brilhou e só uma defesa jogou a partida: a do Houston Texans!

Nas duas primeiras campanhas dos Browns, a pressão sobre o quarterback Joe Flacco foi tanta que o resultado foram dois 3 and outs. Já C.J. Stroud, quarterback dos Texans, teve mais espaço e na segunda campanha conseguiu uma big play para colocar o time em uma primeira para o touchdown. Mas na cara do ‘gol', o time não conseguiu marcar e teve que se contentar com o chute certeiro de Fairbain – 3 a 0 Texans.

A resposta dos Browns foi mais eficiente. Quando Flacco levou o time para a goal line, o touchdown saiu com o running back Kareem Hunt. Chute de ponto-extra certeiro e 7 a 0 no placar para o time de Ohio.

As defesas pareceram ter desaparecido no fim do primeiro quarto. Nova chegada à redzone, agora do Texans, e o passe do Stroud para Collins, que ganhou ainda 8 jardas, resultado em touchdown. Com ponto-extra confirmado, virada para o time da casa: 10 a 7.

Segundo quarto, mesmo roteiro – resposta dos Browns chegando à redzone e um lindo touchdown com showel pass de Flacco para Kareem Hunt chegar novamente à endzone. Novo chute com sucesso e 14 a 10 Browns.

A resposta dos Texans foi sem goal line ou redzone. Foi um touchdown de 76 jardas de Brevin Jordan, que recebeu o passe de Stroud e ganhou o campo para uma nova virada no jogo: 17 a 14.

E na metade do segundo quarto, finalmente, uma campanha voltava a não ter pontos após as três primeiras da partida. Mas a monotonia não faz parte do playbook de Stroud, que faltando 1 minuto e meio para o fim do primeiro tempo, lançou a bola na endzone para o tight-end Dalton Schultz: 24 a 14 para os texanos.

No terceiro quarto, as defesas finalmente voltaram. Tanto que não levaram pontos até a metade do período. E estavam tão inspiradas que fizeram um touchdown. Nelson interceptou Flacco e correu 82 jardas para concretizar a pick six para os Texans – 31 a 14.

Flacco e os Browns tentaram uma quarta descida em shotgun e acabaram tomando mais uma pick six – desta vez, com Christian Harris: 38 a 14 Texans.

No último quarto, Singletary entrou na endzone para enterrar qualquer esperança de milagre em Ohio: 45 a 14 Texans. Já muito na frente, os Texans colocaram o quarterback reserva, Mills, para poupar o seu garoto prodígio.

Escrito por Victor Francisco
Campeão Brasileiro de Futebol Americano pelo Corinthians Steamrollers (2011), Victor é jornalista, com experiência na área esportiva como Social Media Journalist da FIVB (Federação Internacional de Vôlei) e Social Media Editor para a Premier League. É fundador da plataforma de mídia Salão Oval, destinada ao futebol americano no Brasil. Foi narrador e comentarista do futebol americano praticado no Brasil no BandSports, Fox Sports, Globo Esporte.com e ESPN.