NFL

Safety dos Seahawks, Kam Chancellor anuncia sua aposentadoria da NFL

Kam Chancellor

(Crédito: Twitter/reprodução)

Kam Chancellor, strong safety do Seattle Seahawks, parece mesmo ter jogado sua última partida na National Football League, já que uma lesão no pescoço provavelmente encerrou sua carreira no futebol americano profissional.

Ainda que não tenha usado a palavra “aposentadoria”, o defensor publicou uma série de tweets que indicam que ele está deixando a NFL para trás e seguindo para o próximo capítulo de sua vida.

“Deixar o esporte por escolha é uma coisa, deixar o esporte devido ao risco de paralisia é outra”, escreveu o jogador, em trecho da mensagem publicada na rede social.

Atualmente com 30 anos de idade, Chancellor sofreu uma lesão grave no pescoço na temporada passada e disse em maio que continuaria a atuar profissionalmente se sua saúde permitisse.

“Se meu corpo disser que posso jogar, vou jogar”, afirmou Chancellor em entrevista ao ‘13News Now’, de sua cidade-natal de Norfolk, na Virgínia. “Se meu corpo disser para não jogar, não vou jogar. Eu vou ouvi-lo. Sou muito bom ouvinte”, completou.

Na noite deste domingo (1), Chancellor disse que o “teste final” de sua lesão “não mostrou nenhuma cura”.

“Eu joguei com todos os tipos de contusões e lesões em alto nível. Mas esta eu simplesmente não posso ignorar”, escreveu.

Quatro vezes selecionado para o Pro Bowl em sua carreira, Chancellor perdeu os sete jogos finais do time na temporada passada, depois de se lesionar ao fazer um tackle no final da vitória sobre o Arizona Cardinals, em novembro.

Conhecido por ser um jogador muito intenso e peça fundamental da histórica defesa dos Seahawks que ficou conhecida como ‘Legion of Boom’, Chancellor assinou uma extensão de contrato de três anos, com valor de US$ 36 milhões, no meio do ano passado. Seu salário-base de US$ 6,8 milhões para 2018 se tornou completamente garantido no último mês de fevereiro.

Como Chancellor parece ter mesmo encerrado sua carreira na NFL, ainda será preciso ver como as duas partes vão acertar a parte financeira.

Além do salário para 2018 já ser completamente garantido, US$ 5,2 milhões de seu salário de US$ 10 milhões para a temporada 2018 são garantidos em caso de lesão. Ao se aposentar, Chancellor pode ter que renunciar a essas garantias, mas as duas partes podem chegar a um acordo bom para os dois lados.

O técnico Pete Carroll fez um comentário duro sobre o futuro de Chancellor no futebol americano, quando afirmou ao final da temporada passada que o safety, bem como o defensive end Cliff Avril, “teriam dificuldade em jogar futebol americano novamente”.

Avril, que também sofreu uma contusão grave no pescoço durante a temporada 2017 da NFL, foi dispensado pelos Seahawks no começo de maio sob designação de teste físico falho.

Com o futuro de Chancellor marcado pela incerteza, Bradley McDougald deve ser titular na posição de safety com a camisa dos Seahawks ao lado de Earl Thomas. O time de Seattle fechou um contrato de três anos com McDougald em março, depois de ele ser titular em sete jogos do time no ano passado.

O time de Seattle também fechou um contrato de um ano com Maurice Alexander, ex-strong safety titular do Los Angeles Rams, ainda que ele não tenha participado muito do programa de treinamentos de offseason enquanto se recupera de uma contusão no ombro.

Selecionado na quinta rodada do draft de 2010 pelos Seahawks, com a 133ª escolha geral, Kam Chancellor se tornou um membro do núcleo defensivo da franquia do estado de Washington nos últimos anos e ajudou a organização a atingir um novo patamar.

O Seattle Seahawks avançou aos playoffs em cinco temporadas seguidas de 2012 a 2016, foi a dois Super Bowls de maneira consecutiva e faturou o primeiro título de sua história na temporada 2013, quando derrotou o Denver Broncos por 43 a 8 no Super Bowl XLVIII.

Chancellor soma 12 interceptações, 44 passes desviados, 11 fumbles forçados e 606 tackles combinados, além de dois sacks, em 109 partidas de temporadas regulares que disputou até agora.

Comments
To Top