NFL

Responsável por show inesquecível no Super Bowl XLI e fã dos Vikings, Prince nos deixa

(Crédito: Twitter/reprodução)

(Crédito: Twitter/reprodução)

O mundo pop chora nesta quinta-feira (21), já que o ícone pop Prince foi encontrado morto em sua casa, em Minneapolis, aos 57 anos de idade. E, bem, você pode estar pensando: por que o QUINTO QUARTO, site de esportes americanos, está fazendo um texto sobre isso? Vale ressaltar que o cantor teve uma influência grande no esporte.

O cantor era um fanático torcedor do Minnesota Vikings, tendo feito uma canção para o time intitulada ‘Purple and Gold’, que se tornou um hino para a torcida da franquia.

“the veil of the sky draws open

the roar of the chariots touch down

we r the ones who have now come again

and walk upon water like solid ground

as we approach the throne we won't bow down

this time we won't b denied

raise every voice and let it b known

in the name of the purple and gold

we come in the name of the purple and gold

all of the odds r in r favor

no prediction 2 bold

we r the truth if the truth can b told

long reign the purple and gold

the eyes say ready 4 battle

no need 4 sword in hand

we r all amped up like a rock n roll band

ready 2 celebrate every score

ready 2 fight the elegant war

ready 2 hear the crowd roar”

Foi Prince também o responsável por um dos shows do intervalo mais lembrados da história do Super Bowl. No Super Bowl XLI, final da temporada 2006 da NFL, que foi realizado em 4 de fevereiro de 2007, o astro pop fez um show fascinante no Dolphins Stadium. Mesmo sob uma chuva forte, ele cantou músicas famosas como ‘Proud Mary’, do Creedence Clearwater Revival, ‘All Along The Watchtower’, versão de Jimi Hendrix da famosa música de Bob Dylan, e também tocou seus hits mais famosos, entre eles ‘Let’s Go Crazy’, ‘1999’ e a famosíssima ‘Purple Rain’, cuja performance foi potencializada pela chuva.

Depois da notícia do falecimento de Prince, o Minnesota Vikings divulgou um comunicado nesta quinta.

“Como o restante do mundo, estamos chocados e tristes hoje pela morte de Prince. Como um dos mais influentes ícones da música, Prince foi um incrível representante de Minnesota que ajudou a colocar Minneapolis-St. Paul no mapa. Ele foi um artista brilhante e uma pessoa melhor ainda. Vamos sempre estar orgulhosos e gratos que ele se considerava um torcedor dos Vikings. Nossos pensamentos e orações vão para a família de Prince neste momento”, divulgou a franquia.

Adam Silver, comissário da NBA, também falou sobre a morte do astro.

“Eu quero lembrar o falecimento de Prince. Eu cruzei com ele muitas vezes durante o meu mandato na NBA. Depois do All-Star Game, em Minneapolis, ele organizou uma festa incrível no final de noite sobre a qual as pessoas ainda seguem comentando. Em nome da família NBA, eu quero expressar o quanto lamentamos pela sua família e seus milhões de fãs”, falou o mandatário da liga de basquete.

Nesta quinta, pouco antes de a notícia da morte do astro pop ser divulgada, os jogadores do Golden State Warriors colocaram sons clássicos do Prince no treinamento para a manhã, em preparação para o duelo desta quinta-feira à noite, contra o Houston Rockets, no jogo 3 da série válida pela primeira rodada dos playoffs da Conferência Oeste. O Los Angeles Clippers também ouviu sons do cantor em seu treino de dia de folga.

O Minnesota Twins, time da Major League Baseball (MLB), utilizou seu Twitter oficial para prestar homenagens ao artista.

“Conveniente que esteja chovendo hoje em Minneapolis”, escreveu a franquia, em clara alusão à música ‘Purple Rain’.

Em 2004, Prince entrou para o Rock and Roll of Fame, o Hall da Fama do Rock and Roll, e isso o eternizou de uma vez na história da música.

Relembre o show de Prince no Super Bowl XLI clicando aqui.

Popular

Copyright © 2015-2021 - https://www.quintoquartobr.com/

+18 Jogue com responsabilidade


Copyright QuintoQuartoBR

To Top