Playoffs da NFL: Buccaneers sem Brady tem ano positivo

Marcelo Cartaxo | 14/01/2024 - 12:00

Desde que Tom Brady se juntou ao Tampa Bay Buccaneers na temporada 2020-21, venceu no Super Bowl com a franquia no primeiro SB vencido por um time em casa (Raymond James Stadium), os fãs da NFL não esperavam um quarterback com um calibre menor do que o de Brady. A aposentadoria do jogador em 2022 fez com que os Bucs fossem atrás de outro titular, e encontraram o dono da posição livre no mercado.

Baker Mayfield, quarterback que passou por duas equipes na temporada passada, foi o nome escolhido para comandar o ataque dos Buccaneers em 2023. Contestado na posição, o quarterback conseguiu se estabelecer e foi a principal peça para Mike Evans atingir uma marca inacreditável em sua carreira e a classificação tardia aos playoffs.

O time foi o vencedor da NFC South, e mesmo com uma campanha inferior a do Philadelphia Eagles, tem o direito de jogar em casa na primeira rodada dos playoffs, algo que faz a diferença para uma equipe que poucos contavam que chegariam ali.

Por que o Tampa Bay Buccaneers classificou-se para os playoffs?

Em uma mistura de resiliência com oportunidade, o Tampa Bay Buccaneers conseguiu a classificação para os playoffs no último instante. Campeão da AFC South, uma divisão que é considerada uma das mais fracas da NFL, os Bucs foram confirmados na pós temporada apenas na última rodada.

Com Baker Mayfield comandando o time em sua temporada mais promissora na NFL, os Buccaneers chegam com uma campanha de nove vitórias e oito derrotas, garantindo a quarta classificação seguida para os playoffs. Mike Evans teve mais um ano de sua carreira passando das 1.000 jardas recebidas, Baker teve o melhor ano de sua carreira em estatísticas e a defesa apareceu com Vita Vea quando foi solicitado.

No primeiro ano de trabalho do coordernador ofensivo David Caneles, o resultado foi positivo. Agora, cabe aos Buccaneers conseguirem se manter na corrida pelo Super Bowl.

O principal jogador: Baker Mayfield

Baker Mayfield em ação pela NFL. Foto:IconSport

O quarterback do Tampa Bay Buccaneers na temporada atual não desapontou, e conseguiu ter o seu melhor ano desde que entrou na NFL em 2018. Baker Mayfield é o 9º quarterback com mais jardas na temporada (4,044), chegando a melhor marca de sua carreira nesta estatísticas. Em touchdowns, Baker foi o 7º melhor na NFL passando para 24 no total.

Com uma personalidade que os fãs da NFL parecem gostar, mostrando tenacidade, vontade de vencer e uma coragem invejável para bater a cabeça no capacete de seus companheiros sem proteção, Baker é o principal nome dos Buccaneers nesta temporada.

Razões para acreditar que os Buccaneers podem chegar ao Super Bowl

Atualmente, as chances de irem ao Super Bowl são remotas, mas a pós temporada da NFL é recheada de histórias de superação, e os Bucs estão entre aqueles que tem uma chance. Enfrentando os Eagles em casa na primeira rodada, os Buccaneers vão precisar rever o jogo na semana três em que foram derrotados por 24 x 11 pelo mesmo time que enfrentará na rodada de wildcard.

Encontrando os erros e ajustando no decorrer do jogo, em qualquer posse de bola o time poderá fazer uma jogada impactante, especialmente com o braço forte de Baker Mayfield e as investidas no mano a mano de Mike Evans e Chris Godwin.

Outro bom motivo para acreditar em uma possível aparição dos Bucs no Super Bowl é o head coach Tod Bowles. Conhecido por ser uma das grandes mentes defensivas hoje na NFL, Bowles comandou a defesa que foi campeã em 2021 e ainda conta com três peças essenciais no sistema: Vita Vea, Devin White e Lavonte David. Caso levem uma posse de bola de cada vez, o time pode ser uma das maiores surpresas da temporada.

Razões para não acreditar que os Buccaneers podem chegar ao Super Bowl

O time chegou na pós temporada fazendo a melhor campanha em uma das divisões menos disputadas na NFL, tanto pelo calibre dos times que ali estão quanto pelo fato de que não há uma rivalidade aflorada entre Saints, Panthers, Falcons e Bucs.

Enfrentando Philly na primeira rodada, ainda que estejam dentro de casa o desafio ainda é dos maiores para uma equipe que desde a saída de Tom Brady não mostraram mais o sucesso de quando o GOAT jogava em Tampa. Contudo, isto não é algo exclusivo, ao passo que os Patriots também estão longe de sua melhor forma desde o fim da dinastia.

A maldição da era-pós Brady pode permear por muitos anos ainda, visto que New England recentemente disse adeus ao seu técnico de tantos anos. Somando a superstição com o fato de que os Bucs tem uma das piores campanhas entre os times que estão nos playoffs, ao lado dos Packers, a tendência é que caiam ainda na rodada de wildcard.

Escrito por Marcelo Cartaxo
Marcelo Cartaxo é um estudante de jornalismo na Universidade Veiga de Almeida, cujo interesse e paixão pelo jornalismo esportivo o levaram a acumular experiências em várias plataformas renomadas. Sua trajetória inclui colaborações notáveis em veículos como Premier League Brasil, Minha Torcida, Esportelandia, Futebol na Veia e ShaftScore.