NFL

Luke Kuechly se aposenta após oito temporadas e nos deixa chocados

Luke Kuechly, linebacker do Carolina Panthers

Eu nem tive tempo de me recuperar do choque e já comecei a escrever este texto. Luke Kuechly, um dos maiores nomes da National Football League na última década e um dos ídolos do Carolina Panthers, anunciou sua aposentadoria na noite desta terça-feira (14).

Aos 28 anos de idade. Após apenas oito temporadas na liga.

No Twitter oficial da NFL, vi um retweet de um vídeo de Kuechly no perfil oficial dos Panthers e, no tweet, a frase: “no meu coração, eu sei que é a coisa certa a se fazer”.

Como um cara que cobre a liga no Quinto Quarto desde 2012 de maneira constante, eu sei bem o que tal tipo de declaração quer dizer.

A primeira coisa que me veio à cabeça foi: “não consigo acreditar”. E o queixo ficou caído.

Depois de um minuto de choque, avisei Miguel Amado e mais uns amigos. E comecei a escrever.

Luke Kuechly foi seguramente um dos linebackers que mais admirei na liga. Um jogador intenso, incansável. O verdadeiro xerife do miolo da defesa da franquia da Carolina do Norte.

Todos que acompanham este site sabem que eu torço para o New Orleans Saints. E aprendi a admirar este rival de divisão com todas as forças que o futebol americano nos faz ter.

O anúncio veio em um vídeo emocionante (confira no final deste texto). O lendário camisa 59 segurou o choro várias vezes. Mas, após lesões e lesões, chegou a hora dele.

“Agora é a hora certa para mim. É uma decisão difícil. Pensei muito sobre isso e agora é a chance certa de seguir em frente”, disse o LB, em trecho do vídeo emocionante. “Fico triste porque eu amo jogar este esporte. Eu jogo desde criança e é a minha coisa favorita no mundo. As memórias que tenho deste lugar e dessa organização e de jogar no campo com esses caras nunca irão embora”, observou.

E nem as memórias de quem te viu jogar, Kuechly.

Em sua carreira, foram sete idas ao Pro Bowl, cinco seleções para o primeiro time All-Pro, o prêmio de Calouro do Ano da NFL em 2012 e o prêmio de Jogador Defensivo da NFL em 2013.

Selecionado com a nona escolha geral do draft de 2012 pelos Panthers, Kuechly somou 12,5 sacks, 1.092 tackles totais, 18 interceptações, sete fumbles forçados e oito fumbles recuperados, além de 65 passes desviados, em 118 partidas de temporadas regulares na carreira, todas como titular.

Mesmo com problemas físicos, ele só perdeu três jogos em 2015, seis jogos em 2016 e um jogo em 2017. Mas, segundo ele, a velocidade já não é mais a mesma.

Mesmo com problemas físicos, sobretudo concussões, ele só perdeu três jogos em 2015, seis jogos em 2016 e um jogo em 2017. Mas, segundo ele, a velocidade já não é mais a mesma.

“Existe apenas uma maneira de jogar esse esporte desde que eu era criança: jogar rápido, jogar físico e jogar forte. E, neste momento, não sei se consigo mais fazer isso e essa é a parte mais difícil. Ainda quero jogar, mas não acho que seja a decisão certa”, analisou.

A decisão pode ser a correta, Kuechly, e que você vá embora com saúde. Mas saiba que, para nós, dar esta notícia doeu.

Tanto quanto para você.

Comments
To Top