NFL

Lesão de Patrick Mahomes não é fim do mundo por causa da AFC West

Patrick Mahomes, quarterback do Kansas City Chiefs

Quando Patrick Mahomes tentou o sneak e ficou no chão, todo mundo ficou apreensivo. O atual MVP da NFL é daqueles jogadores que até quem torce para Broncos, Raiders e Chargers fica de olho e gosta de ver, mesmo que cada passe para touchdown de 40 jardas seja um soco na cara. Muito bem, nesta sexta veio a notícia ruim, mas que comparada com a suspeita de ruptura ligamentar, foi quase uma alegria.

Agora toque um samba feliz enquanto você vê o vídeo abaixo.

Muito bem, Matt Moore entrou, deu um belo passe para Tyreek Hill e não precisou fazer muito enquanto Joe Flacco era assassinado pela omissão de sua linha ofensiva.  Mas isso é sustentável?

E a resposta é… sim!!

Entrando nesta temporada se acreditava que a AFC West seria novamente uma potência, como foi em vários anos nesta década. Aliás tenho uma estatística legal para todos os PVC Lovers que existem neste mundo. Los Angeles Chargers, Oakland Raiders e Denver Broncos têm rigorosamente 15 títulos de divisão cada. E o mais engraçado é que os Chiefs, na rabeira nesse quesito, são os mais prováveis para levar o título, que seria seu 12°.

Opinião, palpites, dicas de apostas e patifarias sobre a semana #7. Escute nosso podcast!

Os Chargers estão passando vergonha. Pode melhorar? Sim, mas já não será uma equipe de 12/11 vitórias, pode ter certeza.

O Denver Broncos até é um bom time para 2-5. Mas ontem era a chance para mostrar “hey, ainda estamos vivos”. FAIL.

Ainda temos os Raiders com 3-2, mas é difícil confiar na equipe de Jon Gruden. Pelo menos eu ainda tenho dificuldades, apesar de boas vitórias contra Bears e Colts.

Ou seja, por causa da divisão, mesmo que o time vá mal na sequência sem Mahomes, dá perfeitamente para acreditar em playoffs e a conquista da divisão, algo que seria difícil na NFC North, por exemplo.

Quando Patrick Mahomes volta?

O prazo de três semanas já foi repetido umas mil vezes nestas 20 horas desde a lesão, mas vamos imaginar que os Chiefs levem em banho-maria e não deixem ele jogar contra os Chargers daqui a exatamente um mês, já que a semana seguinte é o bye.

São quatro jogos para um time que está 5-2. A pior hipótese obviamente é chegar 5-6 para o descanso.

Mas dá perfeitamente para pensar em 7-4. A equipe de Andy Reid enfrenta Packers e Vikings em sequência em casa, viaja para pegar o Tennessee Titans e termina a sequência contra Los Angeles, como mencionamos.

Matt Moore é um dos melhores quarterbacks reservas da NFL neste momento. Claro que o playbook com ele vai ser retocado porque não estamos falando de Patrick Mahomes, mas ele pode acertar um recebedor em uma janela pequena, algo que até alguns QBs titulares têm dificuldade. Um desses QBs vai visitar os Chiefs nas próximas duas semanas e não estou falando de Aaron Rodgers.

Mas duas coisas serão fundamentais para tirar pelo menos duas vitórias da cartola.

A defesa ter uma atuação como a de quinta-feira. Sim, nem toda OL será a mãe que os Broncos foram, mas ela também se mostrou mais rápida no segundo e terceiro níveis. E a OL dos Vikings está longe de ser incrível. Antes do jogo contra os Eagles, Cousins sofreu pressão em 47,7% dos passes. Contra Philadelphia, a estratégia de mandar poucas blitzes dos Eagles fez a linha parecer melhor, mas veremos se isso se mantém.

E a segunda é o jogo corrido ser melhor. Os Chiefs são a nona pior equipe em jardas corridas e jardas por carregada. Se fosse só estratégia por ter um QB tão bom, a jarda por carregada seria melhor, já que o play-action seria maravilhoso. Mas LeSean McCoy ainda não teve um jogo de explosão e Damien Williams teve sete jardas em nove carregadas contra os Broncos. Pega essa média aí.

Eles dois precisam ser operantes para Matt Moore. Só assim os Chiefs chegam com algo melhor do que 5-6 para o bye. A divisão por enquanto está ajudando Kansas City.

Popular

Copyright © 2015-2021 - https://www.quintoquartobr.com/

+18 Jogue com responsabilidade


Copyright QuintoQuartoBR

To Top