NFL

Lamar Jackson será o QB mais jovem a ser titular em um jogo de playoffs

Lamar Jackson, quarterback do Baltimore Ravens

(Crédito: Twitter/reprodução)

O quarterback Lamar Jackson fará história neste domingo (6), quando entrar em campo para defender o seu Baltimore Ravens contra o Los Angeles Chargers, na rodada de wild card dos playoffs da Conferência Americana (AFC).

O calouro dos Ravens vai pisar no gramado com 21 anos e 364 dias de idade, o que o fará ser o quarterback mais jovem na história da National Football League a ser titular em uma partida de pós-temporada.

Jackson completa 22 anos de idade na segunda-feira.

“Eu estou tentando sentir o gosto da vitória para meu aniversário na segunda. Eu posso senti-la”, declarou o camisa 8, segundo o site oficial do Baltimore Ravens.

Coincidentemente, Jackson está tentando quebrar o recorde de outro quarterback com características de jogo semelhantes às suas. Michael Vick, que tinha 22 anos e 192 dias, foi titular contra o Green Bay Packers em 2003 no Lambeau Field e se tornou o signal caller mais jovem a ganhar um jogo de playoffs. Vick estava então em sua segunda temporada na NFL.

Ainda um calouro, Jackson tem fatores históricos pesando contra ele antes da partida deste domingo. Os últimos cinco calouros a serem titulares em um jogo de playoffs acabaram saindo de campo derrotados.

Desde 2010, QBs que estão em seus primeiros anos na liga somam duas vitórias e sete derrotas. As únicas duas vitórias se deram em duelos de calouro x calouro (T.J. Yates vs. Andy Dalton em 2011 e Russell Wilson x Robert Griffin III em 2012). Nesta década, os calouros somam cinco derrotas em cinco partidas de pós-temporada contra quarterbacks veteranos.

O último calouro a vencer um jogo eliminatório contra um QB que não era calouro foi Mark Sanchez com o New York Jets em 2009. Sanchez e Joe Flacco, agora reserva dos Ravens, são os únicos calouros desde a fusão da NFL com a AFL, em 1970, a vencerem mais de um jogo de playoffs em sua primeira temporada na liga.

Nenhum quarterback calouro na história conseguiu levar seu time ao Super Bowl.

“Realmente não (importa para mim). Estou aqui para jogar futebol americano. Estou aqui para jogar futebol americano. Eu tinha 21 anos o ano todo, então é apenas outro jogo para mim”, afirmou Jackson, minimizando o papo sobre sua idade.

Questionado se algo mudou nessa semana para ele, o calouro descartou a ideia de um jogo de playoffs adicionar mais pressão.

“Eu mudei minhas roupas. É isso. Todo o resto é o mesmo”, brincou.

A habilidade de Jackson de ganhar jardas com os pés mudou completamente o ataque dos Ravens. Como titular, o calouro ajudou o time a obter seis vitórias e uma derrota (incluindo um triunfo sobre os Chargers, adversário deste domingo) e o título da divisão AFC North.

Jackson encerrou a temporada regular 2018 com um aproveitamento como titular de 85,7%, terceira maior porcentagem de vitórias por qualquer quarterback calouro com pelo menos cinco jogos como titular desde 1970 (atrás de Ben Roethlisberger, com 13-0, em 2004; e Mike Kruczek, 6-0, em 1976).

“A maturidade de Lamar me impressionou muito. Ele está muito maduro. Eu acho que vocês veem isso – vocês veem quando o entrevistam, os jogadores veem quando ele anda por aí. Como eu disse antes, ele está muito confortável com quem ele é. Isso é um sinal de maturidade, com certeza”, declarou o técnico John Harbaugh, do Baltimore Ravens.

Comments
To Top