NFL: De volta! Após lesão, Kyler Murray crava retorno aos treinos nos Cardinals

Marcelo Cartaxo | 18/10/2023 - 16:30

O quarterback do Arizona Cardinals, Kyler Murray, anunciou em sua rede social que fará parte do treinamento deesta quarta-feira (18), às prévias da semana sete em que os Cardinals viajam até Seattle para enfrentar os Seahawks.

Esta é a primeira vez que Kyler Murray participa de atividades com seus companheiros de time no Arizona Cardinals desde a lesão sofrida em dezembro de 2022. Após perder o início de temporada com os Cardinals, Murray está voltando às suas obrigações profissionais.

O jogador rompeu o ligamento do joelho direito durante a semana 14 da temporada passada, enquanto fazia um scramble – ato do quarterback de fugir da pressão da defesa adversária correndo com a posse de bola.

O traumatismo no joelho de Murray o tirou de qualquer atividade com os Cardinals por quase 10 meses. De volta, Murray terá um período de tempo certo para ser incluído no elenco oficial para 2023.

De acordo com as normas da NFL, o jogador que retorna aos treinos após perder pelo menos seis semanas deve treinar por um período de 21 dias. Se ao fim deste período de tempo não for incluído na lista dos 53 jogadores oficiais para a temporada, ficará de fora pelo resto do ano.

Ou seja, a timeline para o retorno oficial de Kyler Murray começa no dia 18 de agosto, e termina pouco antes da semana 10 no calendário da NFL, quando o Arizona Cardinals recebe no University o Phoenix Stadium a equipe do Atlanta Falcons.

Técnico do Arizona Cardinal ainda não teve a chance de treinar Murray

Kyler Murray lesionou na reta final da temporada passada, enquanto Cliff Kingsburry era o técnico do Arizona Cardinals. Demitido pela campanha abaixo do esperado, outro treinador assumiu o posto em 2023, Jonathan Gannon, que anteriormente era coordenador defensivo do Philadelphia Eagles.

Gannon assinou um contrato de cinco anos com os Cardinals em fevereiro de 2023, dois meses após a lesão de Murray. O treinador parece estar ‘curioso’ para ver Murray em campo pela primeira vez desde que foi contratado.

— Eu conheço o trabalho que ele realizou, as pessoas que o ajudaram a chegar a este ponto – não há como elogiar o suficiente toda a equipe médica, tudo isso – a equipe técnica, os médicos, todas essas coisas. Mas ele também não teve nenhum snap com este ataque — Disse Jonathan Gannon em entrevista à ESPN na quarta-feira (18).

LEIA MAIS:

+ NFL na F1: Patrick Mahomes e Travis Kelce viram investidores em equipe da Fórmula 1

++ Mercado NFL: Ravens assinam com veterano às prévias de jogo contra os Lions

Escrito por Marcelo Cartaxo
Marcelo Cartaxo é um estudante de jornalismo na Universidade Veiga de Almeida, cujo interesse e paixão pelo jornalismo esportivo o levaram a acumular experiências em várias plataformas renomadas. Sua trajetória inclui colaborações notáveis em veículos como Premier League Brasil, Minha Torcida, Esportelandia, Futebol na Veia e ShaftScore.