Eric Bieniemy confessa que Mahomes jogou no sacrifício

Jamis Gomes Jr. | 14/02/2023 - 11:39

Eric Bieniemy confessou que Mahomes jogou no sacrifício. O coordenador ofensivo do Chiefs disse que Patrick sofria com uma torção no tornozelo durante o Super Bowl, mas sabia que o camisa 15 não arretaria os pés do campo em um momento tão importante para todos. Confira mais a seguir.

Eric Bieniemy confessa que Mahomes não estava 100%

Eu sabia que a torção no tornozelo tinha pegado bem, pois ele levantou mancando. Mas eu também sabia que não seria ruim o suficiente para ele sair de cena. O Pat é assim. É quem ele é desde o primeiro dia.

Ele é tão competitivo quanto parece e nunca deixaria a equipe em momentos decisivos, seja na vitória ou derrota. Por isso, mesmo sabendo de seu estado, não me preocupei em perdê-lo. — explicou Eric Bieniemy.

O coordenador ofensivo do Kansas City Chiefs, Eric Bieniemy, demonstrou um profundo conhecimento de seu grupo e especialmente de seu quarterback, Patrick Mahomes. O camisa 15, que confessou perseguir legado de Tom Brady, estava focado na grande final para subir seu segundo dos sete degraus necessários para alcançar Brady no recorde de Super Bowls.

O que marcou e deixou a final mais emocionante para o Chiefs e legado de Mahomes foi a declaração de Bieniemy sobre a condição física do camisa 15. A saber, segundo Bieniemy, o QB sofria de uma torção no tornozelo durante a grande final.

Apesar de o coordenador ofensivo ter notado quase que instantaneamente o perigo de perder Mahomes na final, se tranquilizou ao perceber que era uma daquelas que sua mentalidade aguentaria até o final. Na verdade, a Eric acredita veementemente que com aquela atmosfera e com toda a possibilidade de vencer o jogo, Mahomes só sairia carregado de lá.

Bieniemy sobre lesão de Mahomes: “se tentássemos tirá-lo, teria que ser no braço”

De fato, o que Mahomes realizou em campo foi para muitos seguirem como exemplo. Eric já falava da mentalidade competitiva de Pat, como não se deixa abater nas adversidades e como pensa no grupo muitas vezes mais que em si mesmo. Atitude de um verdadeiro líder.

Enfim, Bieniemy não mediu as palavras para enaltecer a atitude do agora bicampeão do Super Bowl em seu depoimento.

Eu sabia que ele simplesmente encontraria uma maneira de seguir adiante naquela final. Se fôssemos substituí-lo, teria que ser no braço, e ele teria provavelmente lutado comigo. Nem valia a pena tentar (para evitar algo mais grave na lesão).

Que grande pessoa… Que grande desempenho… Eu só queria que todos pudessem ter sua mentalidade e determinação. — finalizou seu testemunho o coordenador ofensivo do Kansas City Chiefs, Eric Bieniemy.

+ confira também: Patrick Mahomes sobre Tom Brady: “farei o possível para persegui-lo”

 

Foto destaque: Divulgação/Chiefs Wire – USA Today

Escrito por Jamis Gomes Jr.
Sou dicente em licenciatura de Literatura Inglesa no momento. Ao fim da discência, curso superior de jornalismo, aqui vou eu! Amante de esportes - especialmente futebol - e o que eles podem proporcionar. Prazer, sou Jamis Gomes Jr. e estarei aqui no Quinto Quarto BR com vocês nas notícias das nossas queridas NBA, MLS, NFL, NHL, MLB e MMA.