NFL

Quarterback decepcionante, E.J. Manuel se aposenta da NFL; veja mais transações

E.J. Manuel, ex-quarterback da NFL

(Crédito: Twitter/reprodução)

O quarterback E.J. Manuel, reserva do Kansas City Chiefs, está se aposentando do futebol americano profissional depois de cinco temporadas.

O signal caller pendurou o capacete nesta segunda-feira (13), de acordo com o relatório oficial de transações da NFL (NFL Transactions report).

Atualmente com 29 anos de idade, Manuel jamais correspondeu às expectativas geradas desde quando ele foi selecionado pelo Buffalo Bills na primeira rodada do draft de 2013, com a 16ª escolha geral.

Em sua temporada de calouro, ele foi titular em 10 jogos e completou 58,8% de seus passes para 1.972 jardas, 11 touchdowns e nove interceptações. Naquele ano, ele também correu 53 vezes para 186 jardas e dois TDs.

Contudo, no ano seguinte, ele perdeu seu posto para Kyle Orton e jamais voltou a recuperar seu posto de titular em tempo integral em seus últimos anos nos Bills.

Em 2017, ele se juntou ao Oakland Raiders e, na franquia californiana, ele disputou apenas dois jogos, acertando 24 passes de 43 (55,8% de aproveitamento) para 265 jardas, um touchdown e uma interceptação. O QB foi dispensado em setembro de 2018 e chegou aos Chiefs em fevereiro deste ano.

No total de sua trajetória profissional na NFL, E.J. Manuel disputou 30 jogos, acertando 343 passes de 590 (58,1%) para 3.767 jardas, 20 touchdowns e 16 interceptações. Mostrando alguma mobilidade, o signal caller também correu 96 vezes para 339 jardas e quatro TDs.

Como titular, Manuel somou seis vitórias e 12 derrotas, com um passer rating de 77.1 no geral.

Com a notícia da aposentadoria de Manuel, os Chiefs vão entrar nas OTAs (organized team activities) com cinco quarterbacks: o titular absoluto Patrick Mahomes, Chad Henne, Chase Litton, e os calouros Kyle Shurmur e T.J. Linta.

Confira mais movimentações na NFL nesta segunda (13):

– O Philadelphia Eagles anunciou que chegou a um novo acordo de contrato de um ano com o guard veterano Stefen Wisniewski. Segundo o jornalista Mike Garafolo, da ‘NFL Network’, o contrato tem valor de US$ 1,5 milhão, com um bônus possível por produtividade de US$ 500 mil.

Os Eagles declinaram uma opção de US$ 3,7 milhões no contrato do offensive lineman, em março, e agora ele retorna à franquia sob um custo menor.

Wisniewski foi titular em sete jogos dos Eagles em 2018, ajudando uma linha ofensiva que sofreu muito com lesões. O guard foi titular em seis jogos pelo menos em cada uma de suas três temporadas na Filadélfia, incluindo todos os três jogos de playoffs durante a caminhada da equipe até o Super Bowl LII, há dois anos.

Com o titular Brandon Brooks voltando de uma ruptura no tendão de Aquiles, Wisniewski deve passar a offseason trabalhando entre os titulares antes de voltar ao posto de reserva para ser uma excelente opção para a equipe de Doug Pederson.

Também nesta segunda, os Eagles dispensaram o quarterback Luis Perez e o running back Nico Evans.

– O quarterback Geno Smith vai visitar o Seattle Seahawks nesta semana e pode ser contratado para brigar pelo posto de reserva de Russell Wilson.

O jornalista Ian Rapoport, da ‘NFL Network’, apurou a visita marcada e acrescentou que ainda não há conversas de contrato. Entretanto, o jornalista Jordan Raanan, da ‘ESPN’ norte-americana, já noticiou que os Seahawks devem contratar o signal caller.

Se for assim, o Seattle Seahawks será o quarto time de Smith em quatro temporadas. E, na organização, ele terá que competir com Paxton Lynch, ex-Denver Broncos, e com o calouro Taryn Christion pela vaga de reserva.

Nas últimas três temporadas, Smith foi reserva do Los Angeles Chargers, do New York Giants e também do New York Jets, em sua reta final na organização que o draftou em 2013.

Em sua carreira, Geno Smith disputou 40 jogos, sendo 31 como titular, e completou 523 de 906 passes (57,7% de aproveitamento) para 6.182 jardas, 29 touchdowns e 36 interceptações. Ele também correu para 661 jardas e sete TDs.

– O Buffalo Bills anunciou nesta segunda a contratação do tight end Lee Smith sob contrato de três anos de duração. Segundo Ian Rapoport, da ‘NFL Network’, o contrato tem valor de US$ 9 milhões.

Ele chega para uma segunda passagem nos Bills. O TE entrou na liga em 2011, ao ser selecionado pelo New England Patriots na quinta rodada do draft, mas acabou sendo dispensado pelos Pats. Foi então que o time de Buffalo o pegou.

Smith atuou por quatro temporadas nos Bills (2011 a 2014), antes de passar as últimas quatro temporadas no Oakland Raiders (2015 a 2018).

Atualmente com 31 anos de idade, Smith não tem grandes números em sua carreira, com 56 recepções para 392 jardas e sete touchdowns em 107 jogos na NFL até agora. Contudo, ele é um tight end reconhecido por sua habilidade nos bloqueios.

– O Tennessee Titans está contratando o wide receiver Cody Hollister, segundo Tom Pelissero, da ‘NFL Network’. A franquia de Nashville também fechou com o cornerback D’Andre Payne, originário da Universidade de Iowa State, depois de seus testes neste último final de semana, segundo Ian Rapoport, também da ‘NFL Network’.

– O Pittsburgh Steelers fechou com o offensive lineman Damien Prince, um free agent não draftado, depois dos testes que ele fez neste último final de semana. A informação é do jornalista Ian Rapoport, da ‘NFL Network’.

– O Cleveland Browns anunciou a contratação do running back L.J. Scott, um free agent não draftado originário da Universidade de Michigan State. Em uma decisão correspondente, a franquia de Ohio dispensou o running back Devante Mays.

– O offensive lineman Nico Falah, do Denver Broncos, que saiu do treino desta segunda lesionado, parece ter rompido o tendão de Aquiles, de acordo com Ian Rapoport, da ‘NFL Network’. Falah, que passou um tempo no elenco de 53 jogadores no ano passado, está aguardando o resultado dos testes de imagem, mas deve perder a temporada 2019.

Comments
To Top