NFL

Draft NFL 2019: confira as escolhas e as análises dos jogadores da 1ª rodada

draft nfl 2019

O Draft NFL 2019 chegou. O evento está pegando fogo nestes dias 25, 26 e 27 de abril em Nashville, no Tennessee. A cidade da música é mais uma parada no show itinerante que virou o NFL Draft, com Chicago, Filadélfia e o estádio do Dallas Cowboys, em Arlington, recebendo as últimas edições após anos e mais anos em Nova York.

Como já é habitual, o primeiro dia terá só as 32 escolhas da 1ª rodada, que destacaremos abaixo. O Arizona Cardinals, depois de uma pavorosa temporada com três vitórias e 13 derrotas, escolherá primeiro. O New England Patriots, vencedor do Super Bowl LIII, fará a última seleção do dia.

Algumas trocas já foram realizadas, já que duas estrelas – Odell Beckham Jr. e Khalil Mack  – foram negociadas pelos times que os draftaram e parte do pagamento foram escolhas de primeira rodada. Os Cowboys também pagaram com sua escolha de 1ª rodada a chegada de Amari Cooper no Texas. Com isso o Oakland Raiders tem três escolhas entre as 32 e elas serão muito necessárias depois de uma temporada com apenas quatro vitórias e 12 derrotas.

Como sempre, nós do Quinto Quarto vamos mandar ver neste listão, preenchendo ao vivo as picks e escrevendo resuminhos de cada jogador escolhido na 1ª rodada. Nos dias seguintes continuaremos atualizando este post com as escolhas das rodadas seguintes até chegar no Mr. Irrelevant, o último selecionado na sétima rodada.

Antes disso, confira nossa análise dos jogadores de Draft, que também entrará em doses homeopáticas nestes dias que faltam até o grande evento. Obviamente não dá para atacar os mais de 200 atletas que terão a grande chance de sua vida na National Football League. Mas faremos o suficiente para você chegar no Draft NFL 2019 sendo o manjão do rolê. Pode ficar tranquilo.

Draft NFL 2019: análise dos principais nomes

Draft NFL 2019: escolhas de 1ª rodada

1ª escolha: Arizona Cardinals – Kyler Murray (QB) – Oklahoma

Os Cardinals, depois de vários boatos na última semana que eles não estavam tão convencidos, escolheram um quarterback na primeira rodada pelo segundo ano seguido. Kyler Murray será o homem para implementar tudo que Kliff Kingsbury quer na NFL.

A altura é uma preocupação. Sua adaptação à NFL também. Mas ele tem braço, ele cria jogadas onde não existem e ainda corre com a bola. Russell Wilson o ajudou a ser a primeira escolha. O vencedor do Troféu Heisman irá para Arizona e agora Josh Rosen tem uma placa de “vende-se” nas costas.

2ª escolha: San Francisco 49ers – Nick Bosa (DE) – Ohio State

Pela quarta vez em cinco anos, os Niners escolheram um defensive end com sua primeira escolha (Arik Armstead, Solomon Thomas e DeForest Buckner antes). O pai e tio foram escolhidos na primeira rodada nos anos 80. Joey Bosa, seu irmão, também foi para a Califórnia, sendo escolhido pelos Chargers na terceira posição em 2016.

Nick pode zoar seu irmão, porque ele foi selecionado em segundo pelos 49ers, que precisavam de mais ajuda em outras posições, mas não conseguiram ignorar um jogador incrível para perseguir o QB rival em uma divisão com Russell Wilson, Jared Goff e agora Kyler Murray.

3ª escolha: New York Jets – Quinnen Williams (DT) – Alabama

Os Jets reforçaram a linha defensiva com o monstruoso Quinnen Williams depois de um ano absurdo em Alabama com Nick Saban. A franquia de Nova York precisa de muitas posições, mas reforçar as linhas nunca é uma má ideia e com Leonard Williams, eles podem fechar a porta para os ataques adversários.

A força dele é impressionante destruindo o pocket pelo meio e muitos analistas consideravam ele o melhor jogador do Draft. A defesa contra a corrida dos Jets agora também ganhou um touro. É uma escolha que quem é mais ligado em ataque e QBs não curte tanto, mas é uma das melhores possíveis para formar um elenco.

4ª escolha: Oakland Raiders – Clelin Ferrell (Clemson)

Os Raiders reforçaram seu ataque com Antonio Brown na offseason. Com sua primeira escolha no Draft, o time precisava olhar a defesa e a cratera lunar deixada pela saída de Khalil Mack. Muitos pensavam que seria Josh Allen, mas Jon Gruden ama surpreender.

Ele optou por Ferrell, que é um pass rusher mais tradicional para se enquadrar no esquema de Paul Gunther. A cratera deixada por Khalil Mack é gigante e Clelin Ferrell é uma aposta arriscada, já que muitos achavam que ele seria selecionado mais para baixo. Ele foi a escolha mais alta de um atleta saindo de Clemson na história.

5ª escolha: Tampa Bay Buccaneers – Devin White (LB) – LSU

White não foi uma surpresa também. Os Buccaneers optaram pelo linebacker de LSU por muitas razões, inclusive sua velocidade. Ele foi levado para a universidade para ser um running back. Transformado em LB, no centro da defesa, olhando para o QB e todo o ataque, ele bate qualquer um, correndo atrás do running back ou cobrindo o meio do campo.

Os Bucs precisavam de uma máquina de tackles. Agora eles têm, sem dúvida nenhuma.

6ª escolha: New York Giants – Daniel Jones (QB) – Duke 

Um dos times que mais geravam expectativa para este Draft era os Giants. E eles não decepcionaram. Daniel Jones é um dos caras que subiram meteoricamente nos boatos do Draft e ao mesmo tempo surgiram todo tipo de críticas. Jogando por Duke, ele não teve bom aproveitamento de passes, com 59,9%. Conhecer a família Manning, ser treinado em Duke pelo treinador de Eli Manning em Ole Miss ajudou bastante pelo visto.

Os Giants têm um plano para o pós-Eli Manning. A dúvida aqui é se esse plano é digno da sexta escolha. Dwayne Haskins e Drew Lock foram preteridos.

7ª escolha: Jacksonville Jaguars – Josh Allen (DE) – Kentucky

Se os Raiders não quiseram, os Jaguars quiseram. Os Jaguars novamente optaram por defesa e continuam empilhando talento nesse lado da bola com Josh Allen, que irá fazer a vida de Deshaun Watson, Andrew Luck e Marcus Mariota um inferno.

Allen pode perseguir o quarterback, mas também recuar e marcar o meio do campo. Ele tem força, mas sua velocidade é impressionante, com um atleticismo que salta aos olhos. Calais Campbell, Yannick Ngakoue e Josh Allen… vai ser demais.

8ª escolha: Detroit Lions – T.J. Hockenson (TE) – Iowa

Os Lions amam escolher um tight end lá em cima. Depois de Eric Ebron em 2015, eles escolheram de novo um TE nas primeiras dez escolhas, algo que só aconteceu mais duas vezes na história. Hockenson tem grande talento e Iowa é um celeiro na posição, com dez jogadores draftados dessa posição. Entre eles, Dallas Clark, que marcou época no Indianapolis Colts com Peyton Manning.

Matthew Stafford ganhou um alvo importante depois de perder Golden Tate. Gigante, bloqueador, uma ameaça no jogo aéreo, ele ganhou comparações com Rob Gronkowski. Ele pode ter escolhido acima do esperado, mas pode ter grande impacto em Detroit logo de cara.

9ª escolha: Buffalo Bills – Ed Oliver (DT) – Houston

Os Bills vão somar para sua defesa, que já foi boa em uma temporada acima do esperado, mesmo que tenha ficado longe de ir para os playoffs. Oliver será uma grande arma para Sean McDermott e um ótimo substituto para Kyle Williams, que se aposentou.

A comparação mais citada é Aaron Donald. Se ele chegar a metade disso, os torcedores dos Bills vão ter um monstro para torcer nos próximos anos.

10ª escolha: Pittsburgh Steelers (originalmente do Denver Broncos) – Devin Bush (LB) – Michigan

A roupa foi ó… uma bost$#%. Mas os Steelers confiam que as escolhas de Bush em campo sejam melhores, já que eles precisam desesperadamente de um linebacker em uma franquia com a tradição de defesa. Quem anunciou sua escolha, aliás, foi um dos maiores monstros da história da NFL na defesa: “Mean” Joe Greene.

O pai de Devin Bush (defensive back) também foi escolhido na primeira rodada. A linhagem existe e o Junior tem excelente instinto e consegue cobrir uma grande parte do campo com sua velocidade. Os Steelers pagaram caro para subir no Draft, mas pode valer muito a pena.

11ª escolha: Cincinnati Bengals – Jonah Williams (OT) – Alabama

Jonah Williams era um dos principais prospectos de linha ofensiva. O offensive tackle de Alabama é mais uma escolha que não é tão chamativa dos Bengals, mas pode ser muito bem sucedida.

Ele é um excelente jogador que atuou nos maiores palcos do futebol americano universitário, com boa mobilidade e que poderá jogar logo de cara, seja como tackle ou como guard caso os treinadores queiram fazer uma transição mais tranquila.

12ª escolha: Green Bay Packers – Rashan Gary (DE) – Michigan

Gary tem muita força e capacidade atlética, mas a crítica era a falta de números (10 sacks em 34 jogos) e produtividade mesmo com todo seu corpanzil. Os Packers aqui não pegam um produto pronto, confiando em seus números no Combine.

A nova comissão técnica vai ter trabalho, mas o potencial e as ferramentas estão ali.

13ª escolha: Miami Dolphins – Christian Wilkins (DT) – Clemson

Três jogadores de linha defensiva em Clemson tinham a expectativa de sair na primeira rodada. Wilkins é o segundo e mostrou toda a energia ao quase derrubar Roger Goodell no chão quando chegou ao palco. Ele é gigante, ele explode saindo da linha, principalmente do meio dela.

Os Dolphins reforçaram a defesa para a chegada de Brian Flores. Wilkins já tem uma camisa 12 em mente para perseguir em alguns meses.

14ª escolha: Atlanta Falcons – Chris Lindstrom (OG) – Boston College

Aqui vai mais um filho de ex-jogador. Seu pai foi um jogador de linha defensiva na NFL, assim como o tio. Lindstrom é gigante e protegendo o QB e abrindo buracos ao lado do center deve ter grande sucesso como guard já na primeira temporada.

Matt Ryan foi sackado 42 vezes na temporada passada. Agora ele ganha um grande reforço para a sua proteção. Aliás, Ryan também é de Boston College. Eles podem conversar sobre a comida do refeitório.

15ª escolha: Washington Redskins – Dwayne Haskins (QB) – Ohio State

Haskins caiu no colo dos Redskins. Depois dos Broncos terem trocado sua posição, os Redskins podiam começar a sonhar em ter seu QB depois de ter draftado dois em 2012 e tudo ter dado errado nos anos seguintes. Inclusive, por causa da horrorosa lesão de Alex Smith, a equipe estava procurando por um plano para a posição.

Mesmo tendo trazido Case Keenum em troca com os citados Broncos, os Redskins não quiseram passar a chance de pegar Dwayne Haskins. Ele não tem medo de tentar a bola longa e explora seu braço. E outra: os Giants tinham a sexta escolha e preferiram Daniel Jones. Olha a motivação ai.

16ª escolha: Carolina Panthers – Brian Burns (OLB) – Florida State

Foram 10 sacks e 15,5 tackles para perda de jardas nessa última temporada por Florida State. Ele ganhou muita massa física (mais de 15kg em um ano) e conseguiu manter sua velocidade enorme. Burns chega nos Panthers, que precisavam de ajuda na perseguição ao QB rival, ainda mais com Drew Brees e Matt Ryan na divisão. Agora eles têm uma boa ajuda.

17ª escolha: New York Giants (originalmente de Cleveland – Troca por Odell Beckham Jr.) – Dexter Lawrence (DT) 

Na primeira escolha os Giants já foram polêmicos. Esta escolha foi conseguida de forma polêmica também, despachando Odell Beckham Jr. Agora o time foi menos chocante, escolhendo Lawrence, o terceiro jogador de linha defensiva de Clemson neste Draft.

Lawrence é enorme e depois de ter Damon Harrison, os Giants optaram novamente por potência para parar a corrida. O DT ainda pode infernizar a vida do quarterback, mesmo que isso não seja sua especialidade. A comparação com Ndamukong Suh é uma que o torcedor do Big Blue realmente querem que seja certeira.

18ª escolha: Minnesota Vikings – Garrett Bradbury (C) – North Carolina State

Uma escolha de linha ofensiva nem sempre é bem vista, mas Bradbury vai chegar para dominar a linha ofensiva dos Vikings justamente no meio dela. O time precisava de ajuda na OL e o jogador de NC State é ágil para seu tamanho e explode após o snap.

Kirk Cousins precisava de ajuda e o jogo corrido ainda terá um grande boost, algo que também era necessário. Não tem o que falar.

19ª escolha: Tennessee Titans – Jeffery Simmons (DT) – Mississippi State

Simmons caiu no Draft por causa de uma prisão em 2016, quando agrediu uma mulher ao separar briga que envolvia sua irmã. O jogador de linha defensiva foi ignorado por alguns times, mas quem o manteve nas análises, viu um talento que podia entrar no top 5.

Os Titans podem não ter Simmons na primeira temporada, já que o jogador teve uma lesão no joelho. O vídeo da agressão será bastante comentado ainda, já que é bastante chocante.

20ª escolha: Denver Broncos (em troca com o Pittsburgh Steelers) – Noah Fant (TE) – Iowa

Fant é um atleta de primeira e junto com Hockenson fez uma dupla de TEs destacável, tanto que ambos saíram na primeira rodada. Os Broncos ganham um tight end para ajudar Joe Flacco em sua primeira temporada no Colorado. Com velocidade, enorme tamanho ele é um alvo no momento que chegar para jogar em Denver. Seu bloqueio não é tão bom como Hockenson.

21ª escolha: Green Bay Packers (troca com o Seattle Seahawks) – Darnell Savage Jr. (S) – Maryland

Os Packers investiram em defensive backs no Draft passado e depois de pagar Adrian Amos, os Packers subiram para pegar Savage, já que ele é bastante físico (rápido, adora tacklear) e consegue produzir mesmo não sendo tão grande. Essa contradição pode ser interessante de ver e com o investimento em pass rushers na offseason e mais Amos e Gary com a primeira escolha do Draft, a defesa foi realmente reforçada.

22ª escolha: Philadelphia Eagles (troca com o Baltimore Ravens) – Andre Dillard (OT) – Washington State

Dillard era considerado por muitos o melhor prospecto de linha ofensiva no Draft. Com 39 partidas disputadas na universidade e clara capacidade para proteger o QB em jogadas de passe, ele tem boa velocidade e agilidade e chega em Filadélfia para ajudar em uma das posições de tackle. Jason Peters está no fim e o time pensou no futuro.

23ª escolha: Houston Texans – Tytus Howard (OT) – Alabama State

Pareceu até sacanagem dos Eagles, que pularam à frente dos Texans e pegaram um excelente prospecto de linha ofensiva, algo que os Texans precisam desesperadamente.  A equipe não saiu do plano, escolhendo Howard, que jogou como quarterback e tight end no ensino médio.

Ele ganhou 30 kg e jogou na linha ofensiva na universidade. Por causa de seu background, nem precisa dizer que ele tem um jogo de pés e movimentação superior que um ofensive tackle normal. E isso em um ataque com Deshaun Watson correndo para todo lado pode ser fundamental.

24ª escolha: Oakland Raiders (originalmente de Chicago – Troca por Khalil Mack) – Josh Jacobs (RB) – Alabama

Jacobs era um prospecto de peso na posição de running back, que estava um pouco caída neste Draft. Ele tem enorme força, por mais que não seja Marshawn Lynch no auge,  para citar um Raider que acabou de sair. Jacobs é físico e não se matou em Alabama, já que dividiu bastante seus snaps. Gruden puxou para sua sardinha e reforçou seu ataque com a segunda de suas três escolhas de primeira rodada.

25ª escolha: Baltimore Ravens (em troca com o Philadelphia Eagles) – Marquise Brown (WR) – Oklahoma

Os Ravens precisavam de um wide receiver e trouxeram um em Brown, primo de Antonio Brown. Marquise teve uma lesão séria no pé recentemente, que pode fazer ele perder parte do training camp. Lamar Jackson precisa de ajuda e os Ravens pensaram em seu QB. Tomara que ele se recupere a tempo para a temporada para superar defensive backs com sua grande velocidade.

26ª escolha: Washington Redskins (troca com o Indianapolis Colts) – Montez Sweat (DE) – Mississippi State

Sweat era um grande prospecto, mas a notícia de um problema no coração derrubou sua posição. Ele teve 4,41 s no tiro de 40 jardas, o melhor número desde 2006 para um jogador de linha defensiva. Ele é muito rápido, passou de 40 sacks nas duas últimas temporadas no College.

Os Redskins trouxeram ajuda para Ryan Kerrigan e escolheram o melhor jogador disponível. Agora vamos ver se sua saúde ajuda.

27ª escolha: Oakland Raiders (originalmente de Dallas – Troca por Amari Cooper) – Johnathan Abram (S) – Mississippi State

Safety sem nojinho é o que define Abram, seja indo atrás do quarterback em blitzes ou correndo atrás de running backs. Ele pode cobrir tight ends e dar pancadas até cansar no meio do campo. Sua boa visão permite que ele “desça” bastante até a linha de scrimmage.

28ª escolha: Los Angeles Chargers – Jerry Tillery (DT) – Notre Dame

A transmissão da ESPN destacou a formação acadêmica e os feitos de Tillery, que não era esperado na primeira rodada. Jogando no centro da linha, ele tem grandes braços e rapidez para explodir no snap. Não é tão regular como os jogadores de linha que saíram antes, mas chega para sanar uma necessidade dos Chargers. E ele vai jogar com Ingram e Bosa. Olho em Los Angeles.

29ª escolha: Seattle Seahawks (troca com Kansas City Chiefs por Frank Clark) – L.J. Collier (DE) – TCU

Os Seahawks abriram mão de Clark em troca para os Chiefs e pegaram Collier com a escolha que ganharam. Ele não foi dos mais consistentes e por isso não apareceu mais acima no Draft, e ainda há dúvidas se ele pode jogar como defensive end na NFL. Os Seahawks podem testar isso e colocar ele na rotação para perseguir os QBs rivais em uma divisão encardida.

30ª escolha: New York Giants – Deandre Baker (CB) – Georgia

É o primeiro cornerback escolhido no Draft da NFL. Ele não é tão rápido, mas com seus braços longos e bom posicionamento, Baker se destacou na SEC, contra grandes rivais.  Ele é a melhor escolha dos Giants nesse primeiro dia, mesmo tendo caído até o finzinho da primeira rodada.

31ª escolha: Atlanta Falcons (Troca com o Los Angeles Rams) – Kaleb McGary (OT) – Washington 

Os Falcons chegaram para o primeiro dia com uma necessidade clara: deixar a vida de Matt Ryan mais fácil. Depois de escolher um guard, eles podem colocar McGary como tackle. Ele não tem os braços longos, mas ele sabe se movimentar e chegar ao segundo nível e será uma boa peça no jogo corrido logo de cara.

32ª escolha: New England Patriots – N’Keal Harry (WR) – Arizona State

Tom Brady segue soberano no elenco Patriota. Bill Belichick não quis Drew Lock e preferiu dar mais uma arma para o veterano quarterback em N’Keal Harry. Sem saber quando Josh Gordon volta, sem Rob Gronkowski e com Julian Edelman nas últimas, Harry chegará já mostrando sua eletricidade com a bola nas mãos, conseguindo cortar e acelerar com enorme facilidade. Versátil, ele pode ser posicionado aberto ou no slot. O torcedor dos Patriots tem tudo para amar ele.

Draft NFL 2019: escolhas de 2ª rodada

1ª escolha: Arizona Cardinals – Byron Murphy (CB) – Washington

2ª escolha: Indianapolis Colts (troca com o New York Jets) – Rock Ya-Sin (CB) – Temple

3ª escolha: Jacksonville Jaguars (troca com Oakland Raiders) – Jawaan Taylor (OT) – Florida

4ª escolha: San Francisco 49ers – Deebo Samuel (WR) – South Carolina

5ª escolha: Carolina Panthers (troca com o Seattle Seahawks) – Greg Little (OT) – Ole Miss

6ª escolha: Buffalo Bills (troca com o Oakland Raiders) – Cody Ford (OG) – Oklahoma

7ª escolha: Tampa Bay Buccaneers – Sean Bunting (CB) – Central Michigan

8ª escolha: Oakland Raiders (troca com o Buffalo Bills) – Trayvon Mullen (CB) – Clemson

9ª escolha: Denver Broncos – Dalton Risner (OT) – Kansas State

10ª escolha: Denver Broncos (troca com o Cincinnati Bengals) – Drew Lock (QB) – Missouri

11ª escolha: Detroit Lions – Jahlani Tavai (LB) – Havaí

12ª escolha: Green Bay Packers – Elgton Jenkins (C) – Mississippi State

13ª escolha: New England Patriots (troca com Los Angeles Rams) – Joejuan Williams (CB) – Vanderbilt

14ª escolha: Cleveland Browns (troca com o Indianapolis Colts) – Greedy Williams (CB) – LSU

15ª escolha: Seattle Seahawks (troca com o Carolina Panthers) – Marquise Blair (S) – Utah

16ª escolha: New Orleans Saints (troca com o Miami Dolphins) – Erik McCoy (C) – Texas A&M

17ª escolha: Indianapolis Colts (troca com Cleveland Browns) – Ben Banogu (OLB) – Texas Christian

18ª escolha: Minnesota Vikings – Irv Smith (TE) – Alabama

19ª escolha: Tennessee Titans – A.J. Brown (WR) – Ole Miss

20ª escolha: Cincinnati Bengals (troca com o Denver Broncos) – Drew Sample (TE) – Washington

21ª escolha: Philadelphia Eagles (troca com o Baltimore Ravens) – Miles Sanders (RB) – Penn State

22ª escolha: Houston Texans (troca com o Seattle Seahawks) – Lonnie Johnson (CB) – Kentucky

23ª escolha: Houston Texans – Max Scharping (OT) – Northern Illinois

24ª escolha: Kansas City Chiefs (troca com o Los Angeles Rams) – Mecole Hardman (WR) – Georgia

25ª escolha: Philadelphia Eagles – J.J. Arcega-Whiteside (WR) – Stanford

26ª escolha: Dallas Cowboys – Trysten Hill (DT) – Central Florida

27ª escolha: Indianapolis Colts – Parris Campbell (WR) – Ohio State

28ª escolha: Los Angeles Chargers – Nasir Adderley (S) – Delaware

29ª escolha: Los Angeles Rams (troca com Kansas City Chiefs) – Taylor Rapp (S) – Washington

30ª escolha: Arizona Cardinals (troca com Miami Dolphins pelo quarterback Josh Rosen) – Andy Isabella (WR) – Massachusetts

31ª escolha: Kansas City Chiefs (troca com Los Angeles Rams) – Juan Thornhill (S) – Virginia

32ª escolha: Seattle Seahawks (troca com o New England Patriots) – D.K. Metcalf (WR) – Ole Miss

Draft NFL 2019: escolhas de 3ª rodada

1ª escolha: Arizona Cardinals – Zach Allen (DE) – Boston College

2ª escolha: Pittsburgh Steelers (troca com o Oakland Raiders) – Diontae Johnson (WR) – Toledo

3ª escolha: San Francisco 49ers – Jalen Hurd (WR) – Baylor

4ª escolha: New York Jets – Jachai Polite (DE) – Florida

5ª escolha: Jacksonville Jaguars – Josh Oliver (TE) – San Jose State

6ª escolha: Los Angeles Rams (troca com o Tampa Bay Buccaneers) – Darrell Henderson (RB) – Memphis

7ª escolha: Denver Broncos – Dre’Mont Jones (DT) – Ohio State

8ª escolha: Cincinnati Bengals – Germaine Pratt (LB) – NC State

9ª escolha: Chicago Bears (troca com o New England Patriots) – David Montgomery (RB) – Iowa State

1oª escolha: Buffalo Bills – Devin Singletary (RB) – Florida Atlantic

11ª escolha: Green Bay Packers – Jace Sternberger (TE) – Texas A&M

12ª escolha: Washington Redskins – Terry McLaurin (WR) – Ohio State

13ª escolha: New England Patriots (troca com Seattle Seahawks) – Chase Winovich (DE) – Michigan

14ª escolha: Miami Dolphins – Michael Deiter (OG) – Wisconsin

15ª escolha: Los Angeles Rams (troca com Atlanta Falcons) – David Long (CB) – Michigan

16ª escolha: Cleveland Browns – Sione Takitaki (LB) – BYU

17ª escolha: Detroit Lions (troca com Minnesota Vikings) – Will Harris (S) – Boston College

18ª escolha: Tennessee Titans – Nate Davis (OG) – Charlotte

19ª escolha: Pittsburgh Steelers – Justin Layne (CB) – Michigan State

20ª escolha: Kansas City Chiefs (troca com Seattle Seahawks) – Khalen Saunders (DT) – Western Illinois

21ª escolha: Baltimore Ravens – Jaylon Ferguson (DE) – Louisiana Tech

22ª escolha: Houston Texans – Kahale Warring (TE) – San Diego State

23ª escolha: New England Patriots (troca com Chicago Bears) – Damien Harris (RB) – Alabama

24ª escolha: Seattle Seahawks (troca com Minnesota Vikings) – Cody Barton (LB) – Utah

25ª escolha: Indianapolis Colts – Bobby Okereke (LB) – Stanford

26ª escolha: Dallas Cowboys – Connor McGovern (OG) – Penn State

27ª escolha: Los Angeles Chargers – Trey Pipkins (OT) – Sioux Falls

28ª escolha: New York Jets (troca com Minnesota Vikings) – Chuma Edoga (OT) – USC

29ª escolha: Baltimore Ravens (troca com Minnesota Vikings) – Miles Boykin (WR) – Notre Dame

30ª escolha: Tampa Bay Buccaneers (troca com o Los Angeles Rams) – Jamel Dean (CB) – Auburn

31ª escolha: New York Giants (troca com o Cleveland Browns) – Oshane Ximines (DE) – Old Dominion

32ª escolha: Buffalo Bills (compensatória – troca com Washington Redskins) – Dawson Knox (TE) – Ole Miss

33ª escolha: Los Angeles Rams (compensatória – troca com New England Patriots) – Bobby Evans (OT) – Oklahoma

34ª escolha: Jacksonville Jaguars (compensatória – troca com Los Angeles Rams) – Quincy Williams (LB) – Murray State

35ª escolha: Tampa Bay Buccaneers (troca com Los Angeles Rams) – Mike Edwards (S) – Kentucky

36ª escolha: Carolina Panthers – Will Grier (QB) – West Virginia

37ª escolha: New England Patriots (troca com Los Angeles Rams) – Yodny Cajuste (OT) – West Virginia

38ª escolha: Minnesota Vikings (troca com Baltimore Ravens) – Alexander Mattison (RB) – Boise State

Draft NFL 2019: escolhas de 4ª rodada

103ª escolha: Arizona Cardinals – Hakeem Butler (WR) – Iowa State       

104ª escolha: Cincinnati Bengals – Ryan Finley (QB) – NC State   

105ª escolha: New York Jets – Chauncey Gardner-Johnson (S) – Florida   

106ª escolha: Oakland Raiders – Maxx Crosby (DE) – Eastern Michigan    

107ª escolha: Tampa Bay Buccaneers – Anthony Nelson (DE) – Iowa        

108ª escolha: New York Giants – Julian Love (CB) – Notre Dame 

109ª escolha: Oakland Raiders (originalmente do Jacksonville Jaguars) – Khari Willis (S) – Michigan State 

110ª escolha: Cincinnati Bengals – Mitch Wishnowsky (P) – Utah

111ª escolha: Detroit Lions – Kendall Sheffield (CB) – Ohio State

112ª escolha: Washington Redskins (originalmente do Buffalo Bills) – Bryce Love (RB) – Stanford

113ª escolha: Baltimore Ravens (originalmente do Denver Broncos) – Justice Hill (RB) – Oklahoma State

114ª escolha: Seattle Seahawks – Dru Samia (G) – Oklahoma

115ª escolha: Carolina Panthers – Christian Miller (LB) – Alabama             

116ª escolha: Tennessee Titans (originalmente do Miami Dolphins) – Amani Hooker (S) – Iowa

117ª escolha: Detroit Lions (originalmente do Atlanta Falcons) – Austin Bryant (DE) – Clemson

118ª escolha: New England Patriots (originalmente do Atlanta Falcons) – Hjalte Froholdt (G) – Arkansas

119ª escolha: Cleveland Browns – Sheldrick Redwine (S) – Miami              

120ª escolha: Seattle Seahawks (originalmente do Minnesota Vikings) – Gary Jennings Jr. (WR) – West Virginia  

121ª escolha: Tennessee Titans – Trevon Wesco (TE) – West Virginia        

122ª escolha: Pittsburgh Steelers – Benny Snell Jr.  (RB) – Kentucky          

123ª escolha: Baltimore Ravens – Ben Powers (G) – Oklahoma    

124ª escolha: Seattle Seahawks – Phil Haynes (G) – Wake Forest

125ª escolha: Cincinnati Bengals (originalmente do Houston Texans) Renell Wren (DT) – Arizona State

126ª escolha: Chicago Bears – Riley Ridley (WR) – Georgia            

127ª escolha: Baltimore Ravens (originalmente do Philadelphia Eagles) – Iman Marshall (CB) – USC

128ª escolha: Dallas Cowboys – Tony Pollard (RB) – Memphis      

129ª escolha: Oakland Raiders (originalmente do Indianapolis Colts) – Isaiah Johnson (CB) – Houston Cougars

130ª escolha: Los Angeles Chargers – Drue Tranquill (LB) – Notre Dame  

131ª escolha: Washington Redskins (originalmente do Kansas City Chiefs) – Wes Martin (G) – Indiana

132ª escolha: Seattle Seahawks (originalmente do New Orleans Saints) – Ugochukwu Amadi (S) – Oregon

133ª escolha: New England Patriots (originalmente do Los Angeles Rams) – Jarrett Stidham (QB) – Auburn

134ª escolha: Los Angeles Rams (originalmente do New England Patriots) – Greg Gaines (DT) – Washington

135ª escolha: Atlanta Falcons (originalmente do Indianapolis Colts) – John Cominsky (DE) – Charleston

136ª escolha: Cincinnati Bengals (originalmente do Dallas Cowboys) – Michael Jordan (G) – Ohio State

137ª escolha: Oakland Raiders (originalmente do Atlanta Falcons) – Foster Moreau (TE) – LSU

138ª escolha: Philadelphia Eagles – Shareef Miller (DE) – Penn State        

Draft NFL 2019: escolhas de 5ª rodada

139ª escolha: Arizona Cardinals – Deionte Thompson (S) – Alabama         

140ª escolha: Jacksonville Jaguars (originalmente do New York Jets) – Ryquell Armstead (RB)- Temple

141ª escolha: Pittsburgh Steelers (originalmente do Oakland Raiders) – Zach Gentry (TE) – Michigan

142ª escolha: Seattle Seahawks (originalmente do San Francisco 49ers) – Ben Burr-Kirven (LB) – Washington

143ª escolha: New York Giants – Ryan Connelly (LB) – Wisconsin

144ª escolha: Indianapolis Colts (originalmente do Jacksonville Jaguars) – Marvell Tell III (S) – USC

145ª escolha: Tampa Bay Buccaneers – Matt Gay (K) – Utah

146ª escolha: Detroit Lions – Amani Oruwariye (CB) – Penn State             

147ª escolha: Buffalo Bills – Vosean Joseph (LB) – Florida

148ª escolha: San Francisco 49ers (originalmente do Denver Broncos) – Dre Greenlaw (LB) – Arkansas

149ª escolha: Oakland Raiders (originalmente do Cincinnati Bengals) – Hunter Renfrow (WR) -Clemson

150ª escolha: Green Bay Packers – Kingsley Keke (DT) – Texas A&M         

151ª escolha: Miami Dolphins – Andrew Van Ginkel (LB) – Wisconsin       

152ª escolha: Atlanta Falcons – Qadree Ollison (RB) – Pittsburgh

153ª escolha: Washington Redskins – Ross Pierschbacher (G) – Alabama

154ª escolha: Carolina Panthers – Jordan Scarlett (RB) – Florida

155ª escolha: Cleveland Browns – Mack Wilson  (LB) – Alabama  

156ª escolha: Denver Broncos (originalmente com o Minnesota Vikings) – Justin Hollins (LB) – Oregon

157ª escolha: Tennessee Titans – Blake Cashman (LB) – Minnesota

158ª escolha: Dallas Cowboys (originalmente do Oakland Raiders) – Michael Jackson (CB) – Miami

159ª escolha: New England Patriots (originalmente do Minnesota Vikings) – Byron Cowart (DT) -Maryland          

160ª escolha: Baltimore Ravens – Daylon Mack  (DT) – Texas A&M           

161ª escolha: Houston Texans – Charles Omenihu (DE) – Texas

162ª escolha: Minnesota Vikings (originalmente do Los Angeles Rams) – Cameron Smith (LB) – USC

163ª escolha: New England Patriots (originalmente do Philadelphia Eagles) – Jake Bailey (P) – Stanford

164ª escolha: Indianapolis Colts – E.J. Speed (LB) – Tarleton State             

165ª escolha: Dallas Cowboys – Joe Jackson (DE) – Miami

166ª escolha: Los Angeles Chargers – Easton Stick (QB) – North Dakota State      

167ª escolha: Philadelphia Eagles (originalmente do Los Angeles Rams) – Clayton Thorson (QB) – Northwestern

168ª escolha: Tennessee Titans (originalmente do New Orleans Saints) – D’Andre Walker (LB) Georgia

169ª escolha: Los Angeles Rams – David Edwards (OT) – Wisconsin           

170ª escolha: Cleveland Browns (originalmente do New England Patriots) – Austin Seibert (K) – Oklahoma

171ª escolha: New York Giants – Darius Slayton (WR) – Auburn                  

172ª escolha: Atlanta Falcons – Jordan Miller (CB) – Washington

173ª escolha: Washington Redskins – Cole Holcomb (LB) – North Carolina

Draft NFL 2019: escolhas de 6ª rodada

215ª escolha: Arizona Cardinals – Keesean Johnson  (WR) – Alabama         

175ª escolha: Pittsburgh Steelers  – Sutton Smith (OLB) – Northern Illinois

176ª escolha: San Francisco 49ers – Kaden Smith (TE) – Stanford

177ª escolha: New Orleans Saints – Saquan Hampton (S) – Rutgers

178ª escolha: Jacksonville Jaguars – Gardner Minshew (QB) – Washington State

179ª escolha: Arizona Cardinals – Lamont Gaillard (C) – Georgia

180ª escolha: New York Giants – Corey Ballentine (CB) – Washburn

181ª escolha: Buffalo Bills – Jaquan Johnson (S) – Miami      

182ª escolha: Cincinnati Bengals – Trayveon Williams (RB) – Texas A&M

183ª escolha: San Francisco 49ers – Justin Skule (OT) – Vanderbilt

184ª escolha: Detroit Lions – Travis Fulgham (WR) – Old Dominion

185ª escolha: Green Bay Packers – Ka’Dar Hollman (CB) – Toledo

186ª escolha: Detroit Lions – Ty Johnson (RB) – Maryland

187ª escolha: Denver Broncos – Juwann Winfree (WR) – Colorado

188ª escolha: Tennessee Titans – David Long Jr. (OLB) – West Virginia

189ª escolha: Cleveland Browns – Drew Forbes (OT) – Southeast Missouri State

190ª escolha: Minnesota Vikings – Armon Watts (DT) – Arkansas

191ª escolha: Minnesota Vikings – Marcus Epps (S) – Wyoming

192ª escolha: Pittsburgh Steelers – Isaiah Buggs (DT) – Alabama

193ª escolha: Minnesota Vikings – Olisaemeka Udoh (OT) – Elon

194ª escolha: Green Bay Packers – Dexter Williams (RB) – Notre Dame

195ª escolha: Houston Texans – Xavier Crawford (CB) – Central Michigan

196ª escolha: New York Jets – Blessuan Austin (CB) – Rutgers

197ª escolha: Baltimore Ravens – Trace McSorley (QB) – Penn State

198ª escolha: San Francisco 49ers – Tim Harris (CB) – Virginia

199ª escolha: Indianapolis Colts – Gerri Green (OLB) – Mississippi State             

200ª escolha: Los Angeles Chargers – Emeke Egbule (OLB) – Houston

201ª escolha: Kansas City Chiefs – Rashad Fenton (CB) – South Carolina

202ª escolha: Miami Dolphins – Isaiah Prince (OT) – Ohio State

203ª escolha: Atlanta Falcons (originalmente do New Orleans Saints) – Marcus Green (WR) – UL Monroe

204ª escolha: Seattle Seahawks – Travis Homer (RB) – Miami

205ª escolha: Chicago Bears – Duke Shelley (CB) – Kansas State

206ª escolha: Washington Redskins – Kelvin Harmon (WR) – NC State

207ª escolha: Pittsburgh Steelers – Ulysees Gilbert III (ILB) – Akron

208ª escolha: Tampa Bay Buccaneers – Scott Miller (WR) – Bowling Green

209ª escolha: Seattle Seahawks – Demarcus Christmas (DT) – Florida State

210ª escolha: Cincinnati Bengals – Deshaun Davis (ILB) – Auburn

211ª escolha: Cincinnati Bengals – Rodney Anderson (RB) – Oklahoma

212ª escolha: Carolina Panthers – Denis Daley (OT) – South Carolina

213ª escolha: Dallas Cowboys – Donovan Wilson (S) – Texas A&M

214ª escolha: Kansas City Chiefs – Darwin Thompson (RB) – Utah State

Draft NFL 2019: escolhas de 7ª rodada

215ª escolha: Tampa Bay Buccaneers – Terry Beckner Jr. (DT) – Missouri

216ª escolha: Kansas City Chiefs – Nick Allegretti (C) – Illinois

217ª escolha: Minnesota Vikings – Kris Boyd (CB) – Texas

218ª escolha: Dallas Cowboys – Mike Weber (RB) – Ohio State

219ª escolha: Pittsburgh Steelers – Derwin Gray (OG) – Maryland

220ª escolha: Houston Texans – Cullen Gillaspia (RB) – Texas A&M

221ª escolha: Cleveland Browns – Donnie Lewis Jr. (CB) – Tulane

222ª escolha: Chicago Bears – Kerrith Whyte Jr. (RB) – Florida Atlantic     

223ª escolha: Cincinnati Bengals – Jordan Brown (CB) – South Dakota State

224ª escolha: Detroit Lions – Isaac Nauta (TE) – Georgia

225ª escolha: Buffalo Bills – Darryl Johnson Jr. (OLB) – North Carolina A&T

226ª escolha: Green Bay Packers – Ty Summers (ILB) – TCU

227ª escolha: Washington Redskins – Jimmy Moreland (CB) – James Madison

228ª escolha: Buffalo Bills – Tommy Sweeney (TE) – Boston College

229ª escolha: Detroit Lions: PJ Johnson (DT) – Arizona

230ª escolha: Oakland Raiders – Quinton Bell (DE) – Prairie View

231ª escolha: New Orleans Saints – Alize Mack (TE) – Notre Dame

232ª escolha: New York Giants – George Asafo-Adjei (OG) – Kentucky

233ª escolha: Miami Dolphins – Chandler Cox (FB) – Auburn

234ª escolha: Miami Dolphins – Myles Gaskin (RB) – Washington

235ª escolha: Jacksonville Jaguars – Dontavius Russell (DT) – Auburn

236ª escolha: Seattle Seahawks – John Ursua (WR) – Hawaii

237ª escolha: Carolina Panthers – Terry Godwin (WR) – Georgia

238ª escolha: Chicago Bears – Stephen Denmark (CB) – Valdosta State

239ª escolha: Minnesota Vikings – Dillon Mitchell (WR) – Oregon

240ª escolha: Indianapolis Colts – Jackson Barton (OT) – Utah

241ª escolha: Dallas Cowboys – Jalen Jelks (DE) – Oregon

242ª escolha: Los Angeles Chargers – Cortez Broughton (DT) – Cincinnati

243ª escolha: Los Angeles Rams – Nick Scott (S) – Penn State

244ª escolha: New Orleans Saints – Kaden Elliss (OLB) – Idaho

245ª escolha: New York Giants – Chris Slayton (DT) – Syracuse

246ª escolha: Indianapolis Colts – Jackson Barton (OT) – Utah

247ª escolha: Minnesota Vikings – Olabisi Johnson (WR) – Colorado State

248ª escolha: Arizona Cardinals – Joshua Miles (OT) – Morgan State 

249ª escolha: Arizona Cardinals – Michael Dogbe (DE) – Temple

250ª escolha: Minnesota Vikings – Austin Cutting (LS) – Air Force

251ª escolha: Los Angeles Rams – Dakota Allen (ILB) – Texas Tech

252ª escolha: New England Patriots – Ken Webster (CB) – Ole Miss

253ª escolha: Washington Redskins – Jordan Brailford (DE) – Oklahoma State

254ª escolha: Arizona Cardinals – Caleb Wilson (TE) – UCLA

Comments
To Top