NFL

Deacon Jones: o Ram mais valioso de todos os tempos

Deacon Jones
No dia 28 de dezembro de 1960, o Los Angeles Rams selecionou, na 14º rodada do draft, um defensive end que chegaria para cravar o seu nome na história da franquia: David Deacon Jones. Ele nunca venceu um Super Bowl com os Rams, é verdade. Porém, suas 11 temporadas na Califórnia foram suficientes para consolidá-lo como um dos maiores defensores de todos os tempos, sendo incluído no Hall da Fama da NFL em 1980.
 

QUEM FOI DEACON JONES?

Ativo durante as décadas de 1960 e 70, Deacon Jones é considerado um dos maiores defensores da história. Passando a maioria de sua carreira no Los Angeles Rams. Fez parte do “Fearsome Foursome“, linha defensiva dos Rams – junto de Lamar Lundy, Rosey Grier e Merlin Olsen – que hoje é considerada uma das melhores e mais dominantes linhas defensivas de todos os tempos. 
 
Foi selecionado sete vezes para o Pro-Bowl, além de receber as honras All-Pro em oito oportunidades. Ele foi membro da equipe All-Decade dos anos 1960, bem como da equipe de 75º aniversário de todos os tempos da NFL. Duas vezes eleito o jogador de defesa do ano, Jones teve o seu número aposentado (75) pelo Rams em 2009, uma homenagem mais do que necessária. 

O INVENTOR DO TERMO “SACK”

Assim, Jones é considerado por muitos como revolucionário na posição de defensive end. Ele foi o responsável pela criação do termo “sack”, uma estatística não muito importante até que ele a tornasse necessária. O que o diferenciava de outros defensores na época era sua velocidade e habilidade para dar tackles de uma linha lateral para a outra, algo inédito até então. Segundo dados do Pro Football Weekly, Deacon acumulou 173.5 sacks em sua carreira, sendo o terceiro da lista em toda a história. Na temporada de 1968, realizou 22 em 14 jogos, o que seria um recorde até o ano de 1977, quando Harvey Martin totalizou 23 sacks. 
 
Além disso, ele também foi responsável pelo “head slap“, o famoso “tapa na cabeça”. Esse movimento foi proibido na NFL, mas segundo Jones, era tudo o que ele precisava para levar vantagem no pass rush. Basicamente, ao tocar a cabeça de um jogador, a tendência é que ele pisque os olhos, e isso conferia vantagem de um passo a mais para o defensor. Porém, pouco tempo depois, isso deixou de ser considerado um movimento legal pela liga. 

O RAM MAIS VALIOSO DE TODOS OS TEMPOS?

Foi assim que o Los Angeles Times, um dos principais jornais dos Estados Unidos, nomeou Jones. É difícil listar os maiores ídolos de uma franquia que ao longo da história teve tantos jogadores bons, mas certamente Deacon merece encabeçar essa lista. Foi revolucionário quando atuou, recebeu diversas honrarias e entrou no Hall da Fama. Não foi vitorioso em termos de troféus, mas tinha a seu favor o folclore, as lendas. Fez parte de uma das linhas defensivas mais dominantes da NFL, e tudo o que fez foi mais que suficiente para se tornar uma lenda. Era o mais temido da época, e poderia jogar bem em qualquer posição defensiva. Portanto, é justo dizer que sim: David Deacon Jones é o maior Ram de todos os tempos. 
Foto Destaque: Divulgação/NFL
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Popular

To Top