NFL

Com Hail Mary sem tempo no relógio, Green Bay Packers busca virada épica sobre Detroit Lions

(Crédito: Twitter/reprodução)

(Crédito: Twitter/reprodução)

Falta defensiva do Detroit Lions com o cronômetro zerado e uma jogada a mais para o Green Bay Packers tentar operar um verdadeiro milagre. Aaron Rodgers faz um lançamento de mais de 60 jardas em uma hail mary e… acerta! Com uma recepção de feita por Richard Rodgers, no meio de vários defensores da equipe da casa, os representantes de Wisconsin saíram de uma desvantagem de 20 pontos e venceram os rivais pelo placar de 27 a 23.

Foi apenas a terceira vez na história da franquia que o Green Bay Packers saiu de um buraco de 20 pontos na segunda metade de jogo para buscar a vitória. As outras oportunidades em que isso ocorreu foram em 1982, contra os Rams, e em 2013, contra os Cowboys.

Com o resultado obtido fora de casa, no Ford Field, o Green Bay Packers se reabilita na temporada, fica com oito vitórias e quatro derrotas e encosta no Minnesota Vikings na disputa pela liderança da divisão NFC North. Já o Detroit Lions, que voltou a decepcionar sua torcida de forma impressionante, fica com quatro vitórias e oito derrotas, seguindo assim na lanterna da mesma divisão.

Em suma, o Detroit Lions ficou a segundos de vencer suas duas partidas contra o Green Bay Packers em uma temporada pela primeira vez em 24 anos, mas o tabu segue.

O primeiro quarto foi perfeito para o Detroit Lions e um verdadeiro pesadelo para o Green Bay Packers. Todos os 17 pontos nesta etapa foram dos donos da casa, que abriram o placar com um field goal e ampliaram a vantagem com dois touchdowns nos dois minutos finais do quarto, em conexões de Matthew Stafford com Eric Ebron e Calvin Johnson. O segundo TD dos Lions, inclusive, saiu em uma linda recepção do Megatron, que subiu no terceiro andar bem no cantinho da end zone e colocou os dois pés em campo para fazer 17 a 0. Essa campanha ofensiva de Detroit começou após interceptação lançada por Aaron Rodgers, feita por Glover Quin.

Com a recepção para o segundo TD dos Lions, Calvin Johnson chegou a 15 passes agarrados para TD contra os Packers, se tornando assim o maior da história da NFL contra o rival de Wisconsin, ultrapassando Randy Moss.

A grande desvantagem do time de Aaron Rodgers e companhia pode ser comprovada com um dado péssimo para os visitantes, já que foi a primeira vez desde 2004, contra o Tennessee Titans, que Green Bay esteve perdendo por 17 pontos no primeiro quarto.

Logo no começo do segundo quarto, os Packers tiveram a chance de tirar o zero do seu lado do marcador, mas Mason Crosby perdeu field goal de 41 jardas. No restante da segunda etapa, as defesas levaram a melhor sobre os ataques, todos as campanhas terminaram em punt e, desta forma, não houve mais alterações no placar antes do intervalo. A sequência de 56 jogos do Green Bay Packers pontuando nos primeiros dois quartos chegou ao final.

Com um field goal nos primeiros minutos do terceiro período, o Detroit Lions ampliou a folga para 20 a 0. Parecia que a noite seria dominada completamente pelos mandantes, mas os Packers não estavam mortos. Logo na campanha ofensiva seguinte, os visitantes chegaram ao seu primeiro touchdown, que saiu com emoção, já que houve um fumble em jogada de corrida de Green Bay, mas a bola entrou na zona de pontuação e foi recuperada por Randall Cobb, para sorte da franquia de Wisconsin. A maré se virou a favor da equipe do técnico Mike McCarthy e o drive seguinte dos Lions terminou com fumble de Matthew Stafford, que acabou sendo recuperado pelos Packers.

Aproveitando o turnover e a excelente posição de campo, o Green Bay Packers não demorou a fazer mais um TD, em passe de Rodgers para Davante Adams. Os visitantes voltaram ao jogo com força.

No último quarto, os Lions buscaram um field goal na reta final para ampliar a diferença para nove pontos, porém os Packers fizeram uma campanha muito boa, com bons passes sendo distribuídos por Aaron Rodgers, e o quarterback encerrou o drive correndo 17 jardas até a end zone para deixar o time vivo com pouco mais de três minutos no relógio.

Com a bola em mãos, os Lions gastaram relógio, mas ainda devolveram a bola para o Green Bay Packers com 29 segundos remanescentes. Os visitantes teriam que buscar uma pontuação para vencer.

No drive seguinte, os Packers não começaram bem e chegaram a perder o jogo quando o relógio zerou, mas uma falta bastante contestável de Face Mask foi marcada contra os Lions, durante tackle de Devin Taylor em Aaron Rodgers, e o jogo foi prolongado por mais uma jogada e com os forasteiros na linha de 39 jardas do seu próprio campo. Precisando de um milagre, Aaron Rodgers lançou uma hail mary até a end zone e, mesmo no meio de vários defensores, Richard Rodgers agarrou o passe de 61 jardas para fazer um TD inacreditável que rendeu a virada milagrosa aos Packers. A vitória escorreu por entre os dedos dos Lions, que voltaram a decepcionar sua torcida de forma vexatória. Noite histórica no Ford Field!

Na semana 14 da temporada regular, o Detroit Lions enfrenta o St. Louis Rams, fora de casa, no Edward Jones Dome, enquanto que o Green Bay Packers recebe o Dallas Cowboys, no Lambeau Field. Os dois jogos serão disputados no dia 13 de dezembro, domingo.

– Quarterbacks:

Matthew Stafford – 23/35, 220 jardas e dois TDs.

Aaron Rodgers – 24/36, 273 jardas, dois TDs e uma interceptação.

– Lista de pontuações:

3 a 0 – 1Q – a 8min53s do final – FG – Matt Prater acerta chute de 51 jardas e abre o placar para o Detroit Lions.

10 a 0 – 1Q – a 1min50s do final – TD – Matthew Stafford acerta passe de três jardas para Eric Ebron e anota o primeiro touchdown dos Lions no jogo. Extra point é bom.

17 a 0 – 1Q – a 1min02s do final – TD – Matthew Stafford conecta passe de 17 jardas com Calvin Johnson e amplia a vantagem dos Lions no confronto. Extra point é bom.

20 a 0 – 3Q – a 8min58s do final – FG – Matt Prater converte chute de 34 jardas e aumenta ainda mais a folga dos Lions no jogo.

20 a 7 – 3Q – a 5min44s do final – TD – Randall Cobb recupera fumble na end zone e faz os primeiros pontos do Green Bay Packers na partida. Extra point é bom.

20 a 14 – 3Q – a 4min06s do final – TD – Aaron Rodgers acerta passe de oito jardas para Davante Adams e diminui a desvantagem dos Packers. Extra point é bom.

23 a 14 – 4Q – a 7min11s do final – FG – Matt Prater é preciso em chute de 42 jardas e amplia a vantagem dos Lions.

23 a 21 – 4Q – a 3min04s do final – TD – Aaron Rodgers corre 17 jardas e faz mais um touchdown para os Packers. Extra point é bom.

27 a 23 – 4Q – a 0s do final – TD – Aaron Rodgers acerta passe de 61 jardas para Richard Rodgers e faz o touchdown de uma virada incrível. Conversão de dois pontos não sai.

Popular

Copyright © 2015-2021 - https://www.quintoquartobr.com/

+18 Jogue com responsabilidade


Copyright QuintoQuartoBR

To Top