NFL: Buccaneers se aproxima de novo coordenador ofensivo

André Merice | 02/02/2024 - 14:02

O Tampa Bay Buccaneers direciona sua atenção para a definição do novo coordenador ofensivo, e informações exclusivas da NFL Network, por meio dos Insiders Ian Rapoport e Mike Garafolo, indicam que a franquia está avançando nas negociações para trazer Liam Coen para assumir a posição.

Liam Coen tem uma trajetória recente que o levou tanto ao cenário universitário quanto à NFL. Após passar três temporadas como parte da equipe técnica liderada por Sean McVay nos Los Angeles Rams (2018-2020), Coen assumiu o papel de coordenador ofensivo na Universidade de Kentucky em 2021.

Após um breve período, Liam retornou aos Rams em 2022 para desempenhar novamente o papel de coordenador ofensivo. Nesta temporada, Coen deu um novo rumo à sua carreira ao assumir as funções de treinador de coordenador ofensivo e de quarterbacks na Universidade de Kentucky.

A passagem de Coen pelos Rams em 2022 sugere uma possível conexão favorável com o quarterback Baker Mayfield. O quarterback, que passou cinco jogos sob a orientação de McVay e Coen em Los Angeles antes de ingressar nos Buccaneers neste ano, desempenhou um papel crucial na conquista do título da NFC Sul e na vitória em partida válida pelo Wild Card, contra o Philadelphia Eagles.

Mayfield pode ajudar na chegada de Coen ao Tampa Bay Buccaneers, da NFL

A busca por um novo coordenador ofensivo tornou-se imperativa para os Buccaneers após a saída de Dave Canales, que assumiu o cargo no Carolina Panthers. Mayfield, durante os Jogos Pro Bowl, em Orlando, expressou que seu retorno a Tampa dependerá, em grande parte, de quem assumirá a função de coordenador ofensivo na próxima temporada.

A contratação de Liam Coen emerge como um sinal claro de que os Buccaneers estão comprometidos em manter Mayfield como peça fundamental para a temporada.

Escrito por André Merice
No Quinto Quarto desde janeiro de 2021, André Merice cursa o 7º período de jornalismo na Universidade de Ribeirão Preto. Apesar de ser torcedor do São Paulo Futebol Clube, André se encontrou na área dos esportes americanos e hoje se tornou torcedor LeBron James e um admirador de Stephen Curry, o "Víbora".