NFL

Alex Smith sofre grave fratura na perna em jogo contra o Houston Texans

Alex Smith, quarterback do Washington Redskins

(Crédito: Twitter/reprodução)

Uma imagem muito forte marcou a tarde deste domingo (18) de semana 11 da temporada 2018 da National Football League. O quarterback Alex Smith, do Washington Redskins, sofreu uma gravíssima lesão na perna durante o terceiro quarto do duelo contra o Houston Texans.

Os Redskins imediatamente anunciaram que o signal caller não voltaria ao jogo e Smith foi diagnosticado com uma fratura no local, problema que vai tirá-lo do restante do campeonato.

O time da capital dos Estados Unidos inicialmente classificou a contusão como um problema no tornozelo, mas o técnico Jay Gruden confirmou depois da derrota por 23 a 21 para os Texans que Smith fraturou a tíbia e a fíbula e precisará de cirurgia imediatamente.

“Eu sei que foi muito doloroso para (Smith) e comovente para muitas pessoas. Ele é um grande cara, um trabalhador duro e um dos principais líderes deste time de futebol americano. Essas coisas acontecem no futebol americano profissional, infelizmente. Você simplesmente odeia vê-las acontecer com um cara como Alex. Mas, conhecendo o tipo de cara que ele é, eu acho que ele vai se recuperar”, disse Gruden.

A perda é gigantesca para os Redskins, que agora terão que buscar um novo QB para o resto da temporada.

O camisa 11 sofreu a lesão severa quando o defensive end J.J. Watt e o safety Kareem Jackson aplicaram um sack em cima do QB com 7min43s remanescentes no terceiro quarto.

Ficou claro no mesmo instante que a contusão era grave, já que jogadores de ambos os times se ajoelharam em respeito enquanto Smith estava no chão. E todos os jogadores dos Redskins se encaminharam ao carrinho-maca para demonstrar apoio ao quarterback antes de ele sair do gramado. A maioria dos atletas dos Texans repetiram o gesto.

Enquanto Smith deixava o gramado, ele acenou para os torcedores e juntou as mãos em um gesto de oração.

Alex Smith deixou a partida com 12 passes certos de 27 para 135 jardas e duas interceptações, uma atuação muito fraca.

Os Redskins têm apenas um outro quarterback no elenco, que é Colt McCoy, e ele lançou um passe para touchdown na série ofensiva seguinte depois de substituir Smith.

Em uma coincidência impressionante, Joe Theismann, ex-quarterback dos Redskins que estava presente no jogo, sofreu uma lesão gravíssima na perna há 33 anos exatamente contando deste domingo.

Theismann fraturou dois ossos da perna em um Monday Night Football contra o New York Giants disputado no dia 18 de novembro de 1985. Com 35 anos na ocasião, Theismann nunca mais voltou a jogar futebol americano depois da contusão severa.

Os Redskins adquiriram Smith em troca na offseason, mandando uma escolha de terceira rodada de draft e o cornerback Kendall Fuller para o Kansas City Chiefs.

Patrick Mahomes, quarterback astro dos Chiefs que foi reserva de Smith em seu ano de calouro em 2017, utilizou seu Twitter para mandar uma mensagem de força ao amigo.

“Orações para meu cara! Você dará a volta por cima!”, escreveu.

McCoy, que não é titular desde a semana 15 da temporada 2014, fechou o jogo com seis passes certos de 12 para 54 jardas e um touchdown, além de cinco corridas para 35 jardas. A tentativa de virada de Washington, contudo, acabou quando o kicker Dustin Hopkins errou tentativa de field goal de 63 jardas.

Alex Smith encerra sua primeira temporada com a camisa dos Redskins com 2.180 jardas aéreas, 10 touchdowns e cinco interceptações.

Os Redskins agora têm campanha de seis vitórias e quatro derrotas, ainda na liderança da divisão NFC East, e o time agora precisa buscar uma recuperação rápida antes de enfrentar o arquirrival Dallas Cowboys nesta próxima quinta-feira de Dia de Ação de Graças.

Confira a lesão grave abaixo (ATENÇÃO: imagens MUITO fortes):

Comments
To Top