NFL: 49ers fazem primeira demissão após derrota no Super Bowl 58

Marcelo Cartaxo | 14/02/2024 - 20:26

O San Franciso 49ers pela segunda vez perdeu para o Kansas City Chiefs em um Super Bowl. Em 2019, os times se encontraram pela primeira vez na final, e naquela temporada Patrick Mahomes conquistou o primeiro título de sua carreira. Agora, em 2024, mais uma vez as franquias se enfrentaram, e novamente os Chiefs foram os campeões.

Após a derrota na prorrogação no Super Bowl 58, o San Francisco 49ers se vê em uma situação delicada: Além de ainda não terem vencido nenhum título no século 21, precisarão dizer adeus à boa parte do elenco, começando pelo coordernador defensivo Steve Wilks.

De acordo com o jornalista Mike Garofolo, Steve Wilks foi “liberado” de suas obrigações como coordernador defensivo dos 49ers. Ou seja, agora o time tem uma vaga na comissão técnica a ser preenchida ainda na off-season.

Wilks é o terceiro coordernador defensivo dos Niners em quatro anos. Os outros dois, Robert Saleh (Jets) e Demeco Ryans (Texans) se tornaram treinadores principais em outros times.

Steve Wilks, de 54 anos, em 2018 era técnico do Arizona Cardinals, antes de Cliff Kingsburry, atual coordernador ofensivo do Washington Commanders, assumir o cargo. Em 2022 comandou o Carolina Panthers, mas não era o que a diretoria da franquia buscava.

Especulava-se que Wilks após comandar uma das principais defensas da NFL se tornaria técnico principal em outra franquia. Agora, sem laços contratuais com os Niners poderá ser entrevistado por qualquer franquia, sem que primeiro os 49ers precisem conceder licença ao time que queira contratar Wilks para entrevistá-lo.

San Francisco 49ers pode encontrar candidato para vaga dentro do próprio time

O San Francisco 49ers é conhecido por elevar o status de pessoas dentro da própria organização para um cargo de maior importância.

Pensando que é de natureza da própria franquia confiar em nomes que entendem o DNA do time e o funcionamento do time, dois nome surgem para o general manager John Lynch e Jed York, dono dos 49ers: Daniel Bullocks e Kris Kochurek.

Bullocks é o atual treinador dos defensive backs dos 49ers (jogadores que protegem o fundo do campo contra o passe) e tem feito um bom trabalho transformando Deommodore Lenoir e Anthony Brown em duas peças importantes na rotação defensiva dos 49ers.

Kris Kochurek, por sua vez, é o treinador de linha defensiva e trabalha diretamente com o principal jogador de defensa dos 49ers: Nick Bosa. Na franquia desde 2019, de quatro anos para cá treinou alguns dos principais nomes da NFL quando se trata de pressionar o quarterback adversário.

Tanto Bullocks quanto Kochurek podem ser considerados para o trabalho, mas caso Shanahan busque outro candidato que já tenha sido bem sucedido comandando defesas em times que contestam o título, os Niners terão que olhar para os “vizinhos”.

49ers podem contratar nome livre no mercado para a posição de coordernador defensivo

O ex-treinador do Los Angeles Chargers Brandon Staley foi demitido do cargo na metade da temporada, e desde então está livre no mercado. Staley não fez um bom trabalho com os Chargers, mas em 2021 comandou a defesa do  campeão Los Angeles Chargers

Ao lado do head-coach Sean McVay, ex-companheiro de Kyle Shanahan no então Washington Redskins, Staley era um dos principais coordernadores da NFL.

Escrito por Marcelo Cartaxo
Marcelo Cartaxo é um estudante de jornalismo na Universidade Veiga de Almeida, cujo interesse e paixão pelo jornalismo esportivo o levaram a acumular experiências em várias plataformas renomadas. Sua trajetória inclui colaborações notáveis em veículos como Premier League Brasil, Minha Torcida, Esportelandia, Futebol na Veia e ShaftScore.