NBA

Tudo sobre o basquete: criação, regras e novas modalidades

Um esporte coletivo, olímpico e muito popular no mundo inteiro. O basquetebol ou basquete foi criado em 1891 pelo professor canadense de educação física James Naismith (1861-1940). Sim, um canadense inventou o esporte que os EUA dominam.

O termo “basquetebol” vem da língua inglesa, onde “basket” significa “cesto” e “ball” bola. E basicamente o jogo se resume a isso, encestar o maior número de bolas.

Bem no início, as cestas eram fechadas. Então, sempre alguém tinha que tirar a bola de dentro para o jogo recomeçar. Alguém teve a brilhante ideia de cortar o fundo da cesta e produziu um dos sons mais agradáveis da história: o barulho de uma bola caindo perfeitamente e só triscando a rede: swish.

O criador

Naismith dava aulas no YMCA (a nossa famosa ACM) de Springfield, Massachusetts, e teve a ideia de criar um esporte menos violento que o futebol americano. Fora que tinha que ser praticado em locais fechados, para aproveitar o período do inverno, já que o futebol americano e o beisebol dominavam a primavera e o verão.

James Naismith foi um professor de educação física canadense e inventor do basquete

James Naismith foi um professor de educação física canadense e inventor do basquetebol

O primeiro jogo oficial de basquete foi disputado em 1892. Nesse mesmo ano, as mulheres começaram a praticar, mas a primeira partida feminina ocorreu em 1896. Foi também em 1896 que o esporte chegou ao Brasil, trazido pelo americano Augusto Loui.

A FIBA, Federação Internacional de Basquetebol, foi fundada em 1932 e é a entidade responsável por organizar os eventos em nível mundial.

O inventor do basquete foi homenageado com o seu nome no hall da fama do basquete, o Naismith Memorial Basketball Hall of Fame.

Nos Jogos Olímpicos de Verão de 1936, em Berlim, o basquetebol teve sua primeira participação olímpica. Esse evento contribuiu muito para a disseminação do esporte criado por James Naismith. Santo homem!

As regras

O jogo é dividido em quatro tempos, sendo 10 minutos para cada. Na NBA as coisas são diferentes, como em vários outros aspectos: cada tempo tem 12 minutos. O objetivo no basquete é inserir a bola no cesto correspondente à sua equipe. Ganha a equipe que fizer o maior número de pontos.

Portanto, há dois cestos em cada extremidade de quadra a 3,05 metros do chão. O local onde está o cesto é chamado de tabela.

Duas equipes de cinco jogadores cada se enfrentam. Há três tipos básicos de jogadores em quadra: armadores, alas e pivôs. Os armadores ficam mais no centro da quadra e distribuem as bolas. Os alas são aqueles que ficam próximos das linhas laterais. Já os pivôs são responsáveis ficar mais perto da cesta. Como o esporte evoluiu muito, diversos jogadores fazem mais de uma função.

De acordo com o local de arremesso, a pontuação muda. Para o lance livre é somado um ponto. O lance livre é cobrado após o jogador receber uma falta. Todos os outros arremessos antes da linha de três pontos valem dois pontos no placar.

Há ainda os pontos feitos quando os jogadores estão atrás da linha de três. Como o próprio nome indica, nesse caso, três pontos são contados.

A dinâmica está baseada em batidas, passes de bola e posições de defesa e ataque. Com a posse da bola, os jogadores precisam batê-la no chão para poderem se mover pela quadra. Apenas dois passos são permitidos sem a batida da bola.

Na NBA, a história é um pouco diferente. Os árbitros fazem vista grossa e deixam os jogadores, principalmente os mais badalados, andarem quase que à vontade.

Cinco faltas são permitidas a cada jogador até ele ser eliminado. Na NBA, são seis. As faltas são anotadas quando há contato ilegal entre os jogadores, agressões e comportamentos antidesportivos.

Medidas

O basquetebol pode ser jogado numa quadra fechada, ou mesmo, ao ar livre. As dimensões são de 28 metros de comprimento por 15 metros de largura, com pequenas variações.

A cesta está posicionada a 3,05 m do chão. Este é um tamanho padrão, seja na NBA ou na FIBA. Aliás, a maior diferença entre as entidades está na distância da linha de três pontos. Na NBA, a distância é de 7,24 m, enquanto na FIBA é de 6,75 m.

Novas modalidades

Muito dinâmico, o basquete rapidamente ganhou diversas versões. A de quadra com cinco jogadores em cada equipe segue sendo a modalidade mais praticada e consumida.

No entanto, o basquete 3×3 também ganhou novos contornos ao ser anunciado como parte do programa olímpico na Olimpíada de Tóquio-2020, que foi adiada para 2021 por causa da pandemia.

basquete 3x3

No 3×3, apenas metade da quadra é usada e cada equipe conta com três jogadores. Com menos divulgação, o 1×1 e o 2×2 também são praticados e possuem competições internacionais.

Há ainda a versão no paradesporto. O basquete em cadeira de rodas é uma modalidade paralímpica. A principal diferença, como o próprio nome diz, está na utilização de cadeiras de rodas por parte dos competidores, mas as regras básicas permanecem.

Temos também o basquete no formato de apresentações performáticas. O Harlem Globetrotters é uma equipe de basquetebol profissional, dos Estados Unidos, que viaja o mundo, misturando o esporte com o entretenimento.

Comments
To Top