NBA: Isiah Thomas cobra desculpas de Michael Jordan: ‘Me chamou de c…’

Pedro Rubens Santos | 29/03/2023 - 17:30

As desavenças entre as lendas da NBA Isiah Thomas e Michael Jordan seguem vivas décadas após suas aposentadorias. Em declaração ao podcast All The Smoke, Thomas cobrou um pedido de desculpas público de Jordan.

— Ele (Michael Jordan) foi em rede nacional e me chamou de ‘c…’ e depois disse que me odeia. Se ele não queria dizer isso, deveria ir em rede nacional e se desculpar.

Isiah Thomas se refere aos comentários feitos por Jordan no documentário The Last Dance, da Netflix: “Pode me mostrar o que você quiser, mas não tem como você me convencer de que ele não foi um c…”, disse MJ.

Isiah Thomas x Michael Jordan

[embedyt] https://www.youtube.com/watch?v=iXGpAUSy3gE[/embedyt]

A rivalidade entre as duas estrelas da NBA teve seu auge na virada da década de 1980 para 1990, quando o Detroit Pistons, de Isiah Thomas, enfrentou o Chicago Bulls, de Michael Jordan, quatro anos seguidos nos playoffs.

Os Pistons levaram a melhor nas semifinais de conferência em 1988 e nas finais de 1989 e 1990. Os Bulls deram o troco e venceram a série nas finais do Leste, em 1991. Os confrontos entre as equipes eram pesados, com grandes duelos individuais, jogadas duras e Jordan constantemente sendo atirado no chão.

O eterno camisa 23 não aceita a atitude dos jogadores de Detroit, que deixaram a quadra antes do final do jogo decisivo em 1991 e não cumprimentaram os adversários pelo triunfo.

A ‘treta’ entre as duas lendas dura desde então. E se Jordan xingou Thomas no documentário, o ex-Detroit revidou após o lançamento da produção.

— Esse cara vai em rede nacional e me chama de ‘c…’. E depois eu assisti a um documentário inteiro sobre ele sendo um c… — declarou, em novembro de 2022, à COSMOTE TV.

Apensar das desavenças, Michael Jordan deixou claro, também no documentário, que admira o talento de Isiah Thomas.

— Para mim, o melhor armador da história é Magic Johnson. E logo atrás dele está Isiah Thomas. Não importa o quanto eu o odeio, eu respeito seu jogo.

Escrito por Pedro Rubens Santos
Pedro Rubens começou a trabalhar na cobertura de futebol americano no site Torcedores.com e teve uma passagem de três anos pela ESPN, onde atuou também na produção digital. Foi repórter do Quinto Quarto até julho de 2023.