NBA

Chris Webber: o maior nome da história do Sacramento Kings

Chris Webber: o maior nome da história do Sacramento Kings

 

No último dia 11 de setembro, Chris Webber entrou para o seleto grupo do hall da fama do basquete, imortalizando assim seu nome na história desse esporte. Mas quem foi esse jogar? Vamos falar um pouco de sua carreira nesse texto.

Chris Webber: o maior nome da história do Sacramento Kings

Webber foi a primeira escolha do NBA Draft de 1993, sendo selecionado pelo Orlando Magic. O time de Orlando o trocou imediatamente com Golden State Warriors por Penny Hardaway e três escolhas futuras de primeiro round.

Em seu primeiro ano na NBA teve médias de 17,5 pontos por jogo e 9,1 rebotes, com um aproveitamento de 55,2% dos arremessos de quadra. Com esse desempenho se tornou calouro do ano e ajudou o Warriors a retornarem aos playoffs. Mesmo com todo esse sucesso inicial, o Warriors trocou Webber na temporada seguinte, em virtude de desentendimentos táticos com o técnico Don Nelson.

O destino da segunda troca foi o Washington Bullets (antigo nome do Washington Wizards) onde o jogador passou três temporadas. Destaque para a temporada 1996-97 quando ajudou os Bullets a voltarem para playoff e se tornou all-star.

Após a passagem pelos Bullets, se estabeleceu como um dos grande nomes da liga e em seguida foi trocado mais uma vez. Em seu sexto ano na liga (1998) Webber chegava ao Sacramento Kings, time onde teve seu auge e marcou uma geração.

O AUGE NO SACRAMENTO KINGS

No Kings, Webber mostrou todo o seu talento, habilidade e força física. Apesar dos seus 2,08 m e 111 kg, conseguia ter uma visão de jogo muito apurada além de uma agilidade no drible e condução da bola. Essas características não só faziam Webber se diferenciar dos grandes pivôs da época, como por exemplo Shaquille O'Neal, mas também permitiram que alcançasse médias de 23 pontos; 10,7 rebotes e 4,6 assistências por jogo nas seis temporadas que defendeu o time de Sacramento. Além das estatísticas, quando jogou pelo Kings Webber foi:

  • 4 vezes all-star (2000-2003),
  • 1 vez titular da seleção da NBA (2001)
  • 3 vezes reserva da seleção da NBA (1999, 2002 e 2003)
  • 1 vez candidato a MVP (2000-2001)

O auge de sua passagem por Sacramento aconteceu na temporada 2001/02 onde levou o time à final da Conferência Oeste contra o Los Angeles Lakers de Kobe e Shaq. Considerada até hoje uma das mais disputadas e mais controversas séries da história da NBA. Pois foi decidida em sete jogos e após muitas decisões polêmicas de arbitragem.

Apesar de todo o talento e números impressionantes Webber não conseguiu levar o Kings a nenhum um título e encerrou sua passagem no ano de 2004, após perderem a semifinal da conferência oeste para o Minnesota Timberwolves da promissora estrela Kevin Garnett.

O FIM DA CARREIRA E SEU LEGADO

Já na série contra o Wolves e no ano anterior contra o Dallas Mavericks Webber começou a sofrer com lesões que foram limitando suas capacidades físicas e atléticas. Dessa maneira, após sair do Kings, teve passagens por Philadelphia 76ers, Detroit Pistons e encerrou sua carreira no Golden State Warriors.

Para quem nunca viu Chris Webber jogando, pode-se dizer que ele abriu caminho para grandes estrelas da NBA atual como Antony Davis e Karl Anthony Towns, ou seja, um ala pivô forte, habilidoso, ágil que rompeu de certa forma com os padrões da época.

Talvez se Webber não tivesse existido não tivéssemos espaço hoje para formações mais baixas (conhecidas na liga como o small ball) nem a possibilidade de vermos alas de força e pivôs arremessando de média e longa distância.

Sua camisa de número 4 foi aposentada pelo Kings em 2009 e agora 2021 entra para o hall da fama do basquete. Por esses motivos podemos dizer que Chris Webber não só foi o maior jogador do Kings, como também um jogador a frente do seu tempo.

Foto destaque: Divulgação/ NBA

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Popular

NFL, NBA MMA e MLB. Notícias, relatos e colunas. E uma pitada de humor de tiozão. Contato: contact@quintoquartobr.com
Copyright © 2015-2021 - https://www.quintoquartobr.com/

+18 Jogue com responsabilidade


Copyright © 2015 The Mag Theme. Theme by MVP Themes, powered by Wordpress.

To Top