NBA: Em jogo hipnótico, Russell assume protagonismo e Lakers vencem Bucks por um ponto

Victor Francisco | 09/03/2024 - 03:26

Sem LeBron, ainda com problemas no tornozelo esquerdo, o Los Angeles Lakers contou com um D'Angelo Russell inspirado na noite de sexta contra um admirável adversário. Já os Bucks sempre contam com a força bestial Giannis Antetokounmpo, dono do garrafão. Mas Damian Lillard é quem parece estar sempre jogando com classe.

Diante de tantos predicados, o jogo entre Los Angeles Lakers e Milwaukee Bucks entregou o que era esperado: um espetáculo para quem gosta de esporte em alto nível, tanto no ataque, quanto na defesa.

Tanto que foi uma ação defensiva que definiu o placar final, com a liderança de apenas um ponto para os californianos.

No ataque, D'Angelo Russell foi o grande nome, com incríveis 44 pontos em um jogo tão equilibrado. Anthony Davis também foi protagonista, com um impactante duplo-duplo do jogo: 22 pontos e 13 rebotes (sendo 12 defensivos).

Do lado dos visitantes, triplo-duplo de Giannis, com 34 pontos, 12 assistências e 14 rebotes. Lillard fez o duplo-duplo de 28 pontos e 12 assistências.

Lakers x Bucks: um jogo de tirar o fôlego

O primeiro quarto teve o Bucks ligeiramente na liderança, ganhando rebotes importantes. Faltando três minutos para o fim, com o placar 21 a 18 para os visitantes, Doc Rivers pediu tempo para os Bucks. Naquela altura, Giannis tinha 6 pontos e Davis, 8.

A parada não mudou o panorama do jogo, que foi para o segundo quarto com o placar de 30 a 27 para os Bucks. O período marcar bastante equilíbrio e alternâncias na liderança do placar.

Os Lakers abriram oito pontos de liderança ao fechar o garrafão, forçar erros dos Bucks e ficarem ligados nos rebotes. Aproveitando os ataques, colocaram 51 a 43 no placar. No fim do período, Damian Lillard apareceu para diminuir a diferença pela metade: 67 a 63 para os donos da casa.

O jogo continuou em equilíbrio total no terceiro quarto, com as estrelas tentando superar as defesas, que apareceram para forçar arremessos precionados e conseguir rebotes. E em um jogo tão equilibrado, detalhes fazem a diferença. No último segundo do terceiro quarto, Austin Reeves roubou uma bola e fez dois pontos – 96 a 90, Lakers.

O último quarto veio e o equilíbrio continuava total e não era possível ter certeza do que iria acontecer. Na metade, D'Angelo Russell forçou o tempo dos Bucks com uma cesta de três pontos e de novo a ampliação da vantagem: 108 a 103.

Após uma cesta de três de Lopes, Hachimura foi tentar enterrar em cima de Giannis e tomou um lindo toco. Foi a fez do tempo para o Lakers.

Damian Lillard foi quem ressurgiu após o tempo, liderando os 13 pontos a 2 dos Bucks da metade do período até o minuto final. Hachimura e Russell marcaram duas de três e diminuíram a liderança dos Bucks para dois pontos – 120 a 118.

O minuto final foi de congelar a Crypto Arena. Uma falta polêmica sobre Giannis foi marcada e desafiada pelos Lakers – que conseguiram reverter a marcação. Giannis, mesmo assim, conseguiu fazer dois pontos.

Os Lakers conseguiram três pontos com Russell e a diferença ficou em um ponto – 122 a 121, faltando 39 segundos.

Após jogada de ataque que não deu em nada para os visitantes, os Lakers pediram tempo para preparar um possível último ataque, com o relógio apontando apenas 23 segundos restantes.

Russell fez o seu 44º ponto no jogo em uma cesta que deixou apenas 5 segundos no relógio e o placar em 123 a 122. Lillard tentou dois, mas foi lindamente bloqueado por Dinwiddie, que garantiu a vitória dos Lakers em uma ação defensiva.

Próximos jogos de Lakers e Bucks

Os Lakers conseguiram uma incrível vitória e buscam uma reta final que possa lhes dar a classificação direta para os playoffs e fugir do play-in. Em nono lugar na Conferência Oeste, o próximo jogo será amanhã (domingo, 10), contra os Timberwolves.

Os Bucks sofreram sua segunda derrota para um time da Califórnia (após Warriors, agora o Lakers). O time de Milwaukee encara mais um time de Los Angeles neste domingo (10), em busca de continuar firme no caminho dos playoffs (terceiro lugar da Conferência Leste): os Clippers.

Escrito por Victor Francisco
Campeão Brasileiro de Futebol Americano pelo Corinthians Steamrollers (2011), Victor é jornalista, com experiência na área esportiva como Social Media Journalist da FIVB (Federação Internacional de Vôlei) e Social Media Editor para a Premier League. É fundador da plataforma de mídia Salão Oval, destinada ao futebol americano no Brasil. Foi narrador e comentarista do futebol americano praticado no Brasil no BandSports, Fox Sports, Globo Esporte.com e ESPN.