NBA NBA Playoffs Boston Celtics

Qual a melhor arma do Boston Celtics para a final da NBA 2021/22?

qual-a-melhor-arma-do-boston-celtics-para-a-final-da-nba-2021-22

Quando entrarem em quadra às 22h (horário de Brasília) desta quinta-feira (2) em San Francisco, para começarem a decidir o título da NBA de 2021/22, Golden State Warriors, seis vezes nas finais da NBA nos últimos oito anos, encara o Boston Celtics, 17 vezes campeão, mas que não disputava o título desde 2010. Embora as duas equipes não fossem favoritas antes do início da campanha, elas superaram grandes adversários pelo caminho.

Durante a fase regular,  os Warriors sofreram com as contusões de seus principais jogadores desde as finais de 2019, agora o time está de volta com a mesma base que conquistou três títulos: Stephen Curry, Klay Thompson e Draymond Green.

Por outro lado, o Celtics não chegou por acaso. O time de Massachusetts era o 11° do Leste em janeiro, mas uma sequência incrível de vitórias mudou os rumos. Muita defesa, mas muito talento ofensivo, especialmente por parte de Jayson Tatum, Jaylen Brown e Marcus Smart.

Qual a melhor arma do Boston Celtics para a final da NBA 2021/22?

O Boston Celtics sabe que precisa utilizar todas as suas armas para superar o Golden State Warriors nas finais da NBA. No entanto, isso não vai acontecer apenas no talento. O time de Boston deve explorar a parte física, com muita intensidade defensiva e bolas de três.

A vantagem que o Warriors teve contra o Dallas Mavericks no garrafão já não vai existir diante do Celtics, pois o time conta com o pivô Robert Williams III, além de ter o melhor defensor da temporada Marcus Smart, suas habilidades em frear o melhor arremessador da história do basquete vai ser decisiva em determinar que vai vencer a série.

Outra questão é se Boston quer parar os Splash Brothers (apelido de Curry e Thompson), eles vão precisar ser agressivos na marcação e impedir ao máximo as sequências de movimentação. Se Thompson e Curry conseguirem espaço para arremessar, Boston pode perder.

A boa notícia para os torcedores dos Celtics é que o Boston tem sem dúvidas a melhor defesa de perímetro neste momento, e o fato de serem tão bons em defender o garrafão é uma das razões de terem chegado até aqui.

Nesta temporada, Boston foi o time que melhor desempenhou na defesa de arremessos de 3 pontos na NBA (33,9%) e tem sido melhor ainda nos playoffs tendo sofrido apenas 31,7% dos pontos sofridos de longe.

Tatum e Brown contra a defesa dos Warriors

Jayson Tatum e Jaylen Brown são as principais referências ofensivas. Como dupla, Tatum e Brown combinados têm média de 50 pontos por jogo nesta temporada, e ambos são mais que capazes de serem eleitos o melhor jogador da partida todas as noites.

Tatum, Brown, Smart, Williams III e Derrick White mantiveram os arremessadores de 3 pontos a uma taxa menor que 33% de aproveitamento quando eles eram os marcadores. Claro, parar os Splash Brothers é uma tarefa difícil, mas parar Kevin Durant e Kyrie Irving também é – e essa defesa conseguiu.

O problema principal deles, porém, é o excesso de erros de ataque. O Warriors não costuma poupar seus oponentes quando erram mais que o próprio time. Na temporada regular, a equipe venceu 25 dos 34 jogos quando isso aconteceu, enquanto nos playoffs, são três vitórias em três jogos. Ou seja, para o Celtics ser campeão, é preciso cortar os turnovers. Tatum terminou a série com 33 turnovers e Brown com 23.

Essas perdas de posse são um grande problema, especialmente quando combinadas com a capacidade do Golden State de converter bolas em pontos no outro lado da quadra. Os Warriors se classificaram em sexto lugar na NBA nesta temporada, marcando 18,1 pontos por jogo a partir dessas perdas de bola.

Se os Celtics pretendem superar os Warriors, Tatum precisa melhorar seu desempenho no final da partida como diminuir seus números de turnovers. Os Turnovers e os momentos decisivos são motivos de preocupação para Boston.

Jogo chave: Marcus Smart contra Stephen Curry

Apesar da quantidade de opções defensivas de Boston, não há dúvida de que o Jogador Defensivo do Ano irá marcar rei de 3 pontos de todos os tempos sempre que possível – o que poderia limitar seu impacto como defensor.

Ao longo desses playoffs, Smart foi o terceiro maior pontuador de Boston com 15,5 pontos, enquanto números quase idênticos a Curry em três categorias com 4,5 rebotes, 6,2 assistência e 1,1 roubos. Curry é, sem surpresa, a cabeça do Golden State, com média de 25,9 pontos, 4,9 rebotes, 6,2 assistências e 1,1 roubos de bola por jogo.

No entanto, as estatísticas tradicionais não contam a história deste confronto. Isso é tudo sobre o ataque de Curry contra a defesa de Smart e, nesse caso, Smart teve a vantagem clara nas batalhas recentes.

Nas últimas cinco temporadas de posses defensivas contra Curry, Smart permitiu apenas 30 pontos. Isso é 30 pontos total em seis anos. Ao ser defendido por Smart nesses jogos, Curry acertou apenas 37% do campo, 30% da faixa de 3 pontos e distribuiu apenas três assistências enquanto cometeu sete turnovers. Além disso, Curry se lesionou em um lance com o defensor durante a atual campanha. Como resultado, o astro perdeu 12 partidas e só retornou às quadras, de forma limitada, nos início dos playoffs.

Conclusão

De acordo com as casas de apostas, o Warriors é ligeiramente favorito, mas não se surpreenda se o Celtics sair como o vencedor. Será uma série muito disputada e que não deve acabar com menos de cinco jogos. No entanto, pelo fato de o Warriors contar com um grupo mais acostumado com decisões, Golden State parece ter as melhores chances.

A expectativa é de que a melhor defesa vence o campeonato, e enquanto isso for verdade – ambos os times têm as melhores defesas dessa temporada – essa final será decidida pelo melhor ataque diante de grandes defensores.

Foto: Divulgação/Boston Celtics

Popular

Copyright © 2015-2021 - https://www.quintoquartobr.com/

+18 Jogue com responsabilidade


Copyright QuintoQuartoBR

To Top