NBA

Prévia Finais de Conferência 2014/15 da NBA – Conferência Oeste

(Foto: Reprodução/Instagram)

(Foto: Reprodução/Instagram)

Para os apreciadores do esporte, não tinha como esta final do Oeste ser melhor. Afinal, Golden State Warriors e Houston Rockets tiveram as melhores campanhas da conferência e ainda apresentam os dois atletas que receberam mais votos para o prêmio de MVP da temporada, Stephen Curry, que saiu vencedor, e James Harden, que também vem vivendo momentos fantásticos dentro de quadra.

Não só por ter feito uma temporada fantástica, com 67 triunfos e apenas 15 derrotas, a melhor da liga, os Warriors despontam como favoritos ao título do Oeste. A franquia foi colocada à prova contra a difícil equipe do Memphis Grizzlies, que detém uma das melhores defesas da NBA, na semifinal de conferência e, após estar perdendo a série por 2 a 1, conseguiu embalar três vitórias consecutivas e avançou de fase. Deste modo, contra a marcação dos Rockets, que é bem inferior a de Memphis, o time da Califórnia não deverá ter grandes dificuldades em realizar suas melhores jogadas.

Além disso, alguns números históricos mostram outro tipo de favoritismo para os Warriors. Os comandados de Steve Kerr venceram todos os quatro jogos da temporada regular contra os Rockets, sendo que a média de diferenças de pontos nas partidas foi de 15,3. Sendo que nesses duelos, Curry teve muito espaço para jogar, acertando 58% dos arremessos de quadra e 62% dos de três pontos. E na história dos playoffs da NBA, aconteceram 21 confrontos dos dois atletas mais votados para o prêmio de MVP, em 14 deles, o eleito melhor jogador da temporada conseguiu avançar de fase.

Fora destas estatísticas, a torcida do Golden State pode ficar ainda mais confiante, já que os coadjuvantes também têm brilhado na pós-temporada. Draymond Green, Harrison Barnes e Andre Iguodola, saindo do banco, vem auxiliando Curry e Klay Thompson na pontuação e, principalmente, na defesa, que é a parte mais fraca do time. David Lee, que vem se aproveitando da contusão da Marreese Speights, e Leandrinho apareceram em momentos importantes da série contra os Grizzlies e podem repetir o feito contra os Rockets.

Fora todos estes pontos, os Warriors estão mais descansados que seu adversário, já que atuaram apenas dez vezes nesta pós-temporada, enquanto o Houston jogou 12 partidas. Caso esta série final tenha jogos equilibrados até os segundos finais, este repouso extra dos californianos podem fazer a diferença.

Por outro lado, a franquia texana mostrou um poder de reação que poucas pessoas acreditavam que ela teria. Após estar perdendo a semifinal para o Los Angeles Clippers por 3 a 1, os Rockets venceram, e convenceram, nas últimas três partidas e conseguiram uma classificação, que já era dada como perdida para muitos.

O ataque de transição, logicamente liderado por Harden deu certo nos triunfos contra os Clippers e deverá ser utilizado novamente contra os Warriors. Além disso, a mudança na equipe inicial, com Josh Smith no lugar de Terrence Jones também deverá ser mantida por Kevin McHale. Afinal, o ala/pivô, que chegou durante a temporada, se encaixou bem com Dwight Howard nesta pós-temporada e vem sendo um dos líderes de pontuação da franquia nos playoffs.

Com a ausência de Patrick Beverley, mahucado, Jason Terry vem sendo escalado como armador principal, mas o veterano acaba não cumprindo esta tarefa dentro de quadra. Deste modo, cada vez mais, Pablo Prigioni tem aparecido nas partidas. O argentino não tem como forte a pontuação, mas é sempre um fator positivo para o Houston, armando bem as jogadas e marcando bem os adversários. Outro atleta que sai bem do banco é Corey Brewer, que, normalmente, dá mais dinamismo e velocidade no ataque.

A experiência doe elenco dos Rockets poderá ser um fator decisivo no duelo, já que quatro atletas do elenco da franquia (Harden, Howard, Terry e Trevor Ariza) já jogaram em uma final de NBA, contra nenhum do Golden State. Estes “veteranos” acabaram fazendo a diferença na série diante dos Clippers e podem usar esta arma a favor novamente.

O mando de quadra sempre pode ser um fator decisivo em um duelo tão equilibrado como este. Na temporada regular, os Warriors foram derrotados apenas duas vezes na Oracle Arena, enquanto os Rockets perderam 11 jogos no Toyota Center. Deste modo, como a franquia da Califórnia tem a vantagem de decidir o jogo sete em seus domínios, os texanos terão que se desdobrar para repetir o feito dos Grizzlies e conseguirem um triunfo jogando em Oakland.

Abaixo, confira o calendário completo da série:

Jogo 1: Terça-feira (19), 22:00 (horário de Brasília) – Oracle Arena

Jogo 2: Quinta-feira (21), 22:00 (horário de Brasília) – Oracle Arena

Jogo 3: Sábado (23), 22:00 (horário de Brasília) – Toyota Center

Jogo 4: Segunda-feira (25), 22:00 (horário de Brasília) – Toyota Center

Jogo 5*: Quarta-feira (27), 22:00 (horário de Brasília) – Oracle Arena

Jogo 6*: Sexta-feira (29), 22:00 (horário de Brasília) – Toyota Center

Jogo 7*: Domingo (31), 22:00 (horário de Brasília) – Oracle Arena

*se necessário e em horário a ser definido

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Popular

NFL, NBA MMA e MLB. Notícias, relatos e colunas. E uma pitada de humor de tiozão. Contato: contact@quintoquartobr.com
Copyright © 2015-2021 - https://www.quintoquartobr.com/

+18 Jogue com responsabilidade


Copyright © 2015 The Mag Theme. Theme by MVP Themes, powered by Wordpress.

To Top