Pat Riley critica fala de Jimmy Butler após eliminação do Miami Heat: ‘Deveria ficar calado’

Matheus Costa | 06/05/2024 - 18:00

Após a eliminação do Miami Heat para o Boston Celtics na primeira rodada do NBA Playoffs 2024 pela Conferência Leste, o clima pesou para a franquia e até mesmo Jimmy Butler, com o futuro sendo incerto sobre alguns assuntos. Em coletiva imprensa realizada nesta segunda-feira (06), o lendário Pat Riley, CEO da equipe, resolveu falar sobre alguns tópicos.

Depois de mais uma eliminação no primeiro round dos playoffs, Riley falou, primeiramente, sobre o ala Jimmy Butler, que fez alguns comentários brincando com os Celtics e os Knicks, afirmando que a equipe de Boston teria sido eliminada com ele em quadra e o time de Nova Iorque nem jogaria os playoffs.

Questionado sobre as declarações de Jimmy Butler sobre os rivais de conferência, Pat Riley adotou um tom bem sério e afirmou que, se Butler não estava em quadra, ele deve calar a boca dele ao invés de criticar os Celtics e os Knicks.

– Se você não está em quadra jogando contra Boston ou os Knicks, você deve calar a sua boca ao invés de criticar esses times -, disparou.

Os rumores que circulam nos Estados Unidos dizem que Jimmy Butler, que tem contrato com o Miami Heat por mais duas temporadas com uma opção de jogador para 2025-26, deve pedir uma renovação com a franquia antes da próxima temporada. Pat Riley, de forma direta, afirmou que não precisa atender o pedido e que ainda não decidiu se irá.

– Nós não temos que fazer isso (renovar com Butler agora). Se ele pedir, nós podemos aceitar ou dizer que vamos pensar sobre. Não tomamos uma decisão oficial sobre isso. Não discutimos sobre isso internamente ainda -, afirmou.

Pat Riley quer Jimmy Butler jogando mais jogos e nega rebuild do Miami Heat

Pat Riley, inclusive, ainda abordou um problema recorrente de Jimmy Butler e da equipe em si: a ausência dele em jogos da temporada regular. Em média, o ala perde cerca de 20 jogos por ano e a diretoria de Miami quer que isso mude a partir de agora. Por isso, o CEO deixou o recado bem claro.

– Até que você consiga mudar coisas que são necessárias para vencer, sejam elas quais forem. Se as coisas que você está fazendo não funcionam, você precisa mudá-las. Existem muitos elementos em construir uma cultura, a erosão de uma cultura, problemas na NBA que afetam toda a liga sobre saúde e jogadores perdendo jogos e sobre a disponibilidade dos atletas para os jogos. Esse é um tópico que precisaremos abordar no verão: a disponibilidade dos jogadores. Nós precisamos mudar algumas coisas, mas não vamos destruir nada -, afirmou Riley, que continuou:

– Aqui estamos novamente sendo eliminados na primeira rodada. Existem coisas que precisamos olhar. Quem faz a diferença no nosso time é o Jimmy. Ele é um jogador incrível. Quando eu falei sobre mudança, é que ele terá que se adequar para aonde queremos chegar (se comprometer a jogar mais). Nossa organização não faz reconstruções. Nós vamos nos reequipar para tentar fazer isso de uma maneira melhor. Ataque e defesa também serão avaliados -, completou.

Escrito por Matheus Costa
Matheus Costa é jornalista, repórter e redator com passagens por MMA Brasil, LANCE!, O Dia, Yahoo! e outros. Sua carreira no jornalismo iniciou na cobertura do MMA, depois se expandindo para a cobertura do futebol e dos bastidores de televisão esportiva brasileira. Já cobriu in loco eventos de MMA, futebol, basquete e jiu-jítsu.