NBA Boston Celtics

O que faltou para o Boston Celtics ser campeão?

Boston-Celtics

O Boston Celtics da temporada 2021/22 vem surpreendendo positivamente o torcedor em alguns aspectos. Talvez nenhum de nós, ou poucos de nós, acreditava em uma campanha tão positiva inicialmente.

O time de Massachusetts era o 11° do Leste em janeiro, mas uma sequência incrível de vitórias mudou os rumos. Muita defesa, mas muito talento ofensivo, especialmente por parte de Jayson Tatum, Jaylen Brown e Marcus Smart, fizeram toda a diferença.

Tatum está chegando ao status de superstar e Brown provou ser um ajudante capaz. Ambos são excelentes jogadores nos dois lados da quadra e, junto com Smart, fazem do Boston um time de elite, mas isso ainda não foi o suficiente para o Boston Celtics conquistar o seu 18° título da liga profissional norte-americana de basquete.

Elenco

O Boston Celtics da temporada 2020/21, precisava desesperadamente de um pivô. Durante toda a temporada, ficou evidente a necessidade de um pivô para proteger o garrafão. Outra questão também é que, além de um pivô, seria muito bom poder contar com um pontuador de confiança vindo do banco, essa era a segunda lacuna, um pontuador confiável vindo do banco. Tudo isso foi resolvido com o bom desempenho de Robert Williams III e Al Horford.

Horford, conquistou os companheiros pela ausência de egoísmo, atuando em prol da equipe, tornou-se um líder do elenco, sendo muito próximo do coach Ime Udoka.

Por outro lado, o “Robertão” vem comandando o garrafão dos Celtics, o jogador impressiona pela boa postura defensiva, além de fazer a sua parte como pontuador.

Turnovers

Ainda assim, à defesa de Boston, ela tem segurado bem o suficiente as pontas. Boston não perdeu essa série e o título na defesa, e sim no ataque.

E precisamos trazer a estatística fundamental, os turnovers: nas suas duas vitórias nas Finais, Boston cometeu 12 turnovers em cada; nas derrotas, a média é de 17 por jogo. Alguns são inevitáveis, mas vários deles são simplesmente decisões péssimas que levam a erros bobos e cestas fáceis do outro lado.

Os erros, por sinal, foram um verdadeiro pesadelo do time ao longo dos Playoffs. Tatum acumulou nada menos do que 100 turnovers na pós-temporada, o primeiro jogador da história da NBA a atingir dígitos triplos nessa estatística ao longo de um playoff.

Jayson Tatum

Apesar da evolução defensiva e de ter parado com os excessivos chutes de meia distância, Tatum ainda precisa adicionar algo ao seu jogo.

O ala precisa entender que ajudar o time vai além de arremessar vinte bolas por jogo, principalmente quando elas não estão caindo. Ele pode ajudar a equipe dando bons passes e espaçando a quadra para seus companheiros. É necessário adaptar seu jogo durante a partida.

Em um dia que a bola de três não está caindo, usar a infiltração, jogar dentro do garrafão. Confiar nos seus companheiros de equipe, defender, passar a bola, abrir espaço na quadra para colocar seu companheiro em boas condições de arremesso, usar sua jogada de segurança.

Porém, nem tudo foi um pesadelo. Tatum foi decisivo para os Celtics chegarem nas Finais, com performances cruciais, especialmente a do Jogo 6 contra os Milwaukee Bucks, com Boston podendo ser eliminado, onde anotou 46 pontos. Acredito que Tatum vai seguir evoluindo, e que vai entender isso.

Ime Udoka

O tema mais comum nas coletivas de imprensa do Celtics tem sido a necessidade de um melhor espaçamento ofensivo. O controle da rotação da equipe celta por vezes também é difícil de entender, esse será provavelmente o trabalho que o coach Udoka terá como desafio para a próxima temporada.

“Agora temos que focar no crescimento e no progresso que alcançamos nesta temporada. Claro que chegar tão perto e perder machuca. As emoções estão à flor da pele no vestiário, mas a principal mensagem é: essa experiência nos mostrou que temos um novo nível a atingir. O futuro é brilhante e estamos apenas começando.” – discursou Udoka.

Conclusão

A equipe celta é boa, e mostrou isso com a campanha positiva, porém, para ser campeão da NBA, você precisa ser mais que apenas bom, e a equipe celta acabou falhando em jogos importantes e contra as grandes equipes da NBA, deixando uma sensação frustrante em algumas dessas partidas, que era possível vencer se não fosse por algumas falhas da equipe. Apesar de tudo, outra sensação que fica evidente é de que estamos próximos dos times mais fortes da NBA.

Foto: Divulgação/Boston Celtics

Popular

Copyright © 2015-2021 - https://www.quintoquartobr.com/

+18 Jogue com responsabilidade


Copyright QuintoQuartoBR

To Top