NBA tem lista de recordes “impossíveis” que nem LeBron é capaz de quebrar

Márcio Júnior | 16/07/2023 - 10:00

Ao longo dos seus 77 anos, a NBA tem sido palco dos maiores jogadores que o esporte da bola laranja já viu. Michael Jordan, Kareen Abdul-Jabbar, Magic Johnson, Larry Bird, LeBron James e Stephen Curry são apenas alguns dos muitos nomes que deixaram suas marcas, desfilaram e desfilam seu talento pelas quadras dos Estados Unidos. E a combinação de tempo com genialidade produziu recordes históricos que serão perseguidos para todo o sempre. Alguns deles quase impossíveis de serem superados.

Atualmente, a maior “maquina” de esmagar recordes na NBA é LeBron James. O camisa 6 dos Lakers é dono de uma extensa lista de números absurdos conquistados durante sua carreira de  20 temporadas na liga. Na temporada 2022/23, mais dois recordes históricos foram ultrapassados pelo astro: jogador mais velho a fazer um jogo de 20-20 (pontos e rebotes) em playoffs e o maior cestinha histórico da NBA.

A marca de jogador mais velho a fazer um jogo de 20-20 LeBron ultrapassou na vitória por 117 a 111 contra o Memphis Grizzlies, na partida em que os Lakers abriram 3 a 1 na primeira rodada de playoffs. Já a segunda e mais expressiva marca, o craque de Los Angeles alcançou no dia 8 de fevereiro, na derrota por 133 a 130 contra o OKC. No jogo, LeBron marcou 38 pontos e terminou a noite com 38.390 ultrapassando o seis vezes campeão Kareem Abdul-Jabbar e assumindo o posto de maior cestinha histórico da liga. No fim da temporada, chegou aos 38.652 pontos.

Quais são os maiores e mais impossíveis recordes da NBA?

Mas na NBA há alguns recordes históricos que nem mesmo LeBron James foi capaz de ultrapassar. Alguns deles, inclusive, parecem impossíveis de serem batidos – e, de fato, são. Pensando nisso, o Quinto Quarto fez uma lista com os recordes mais difíceis, improváveis e impossíveis de serem ultrapassados na era moderna da NBA. De número de títulos por jogador a quantidade de rebotes em um jogo jogo, alguns deles vão te surpreender. Confira:

1 – Maior pontuação individual em um jogo – 100 (Wilt Chamberlain)

Wilt Chamberlain marca 100 pontos
Wilt Chamberlain é o único jogador a marcar 100 pontos na NBA. Foto: Divulgação

Abrindo a lista temos aquele que pode ser um dos mais improváveis de ser alcançado. Ao longo da história, somente sete jogadores conseguiram passar da casa dos 70 pontos: Wilt Chamberlain, Donovan Mitchell, Devin Booker, Elgin Baylor, David Robinson, David Thompson e Kobe Bryant. Se considerarmos a casa dos 80 pontos, a lista é ainda menor, e somente Wilt e Kobe conseguiram ultrapassar. E uma centena pontos somente um foi capaz. Em 2 de março de 1962 Wilt fez 100 pontos jogando pelo Philadelphia Warriors (hoje Golden State Warriors) na vitória por 169 a 147 contra o New York Knicks. Esse recorde é tão inacreditável que já dura 61 anos, e deve permanecer intacto por mais algumas décadas.

2 – Maior pontuador da história da NBA – 38.652 (LeBron James)

LeBron acumula uma série de impressionantes recordes ao longo das suas 20 temporadas na NBA., e alguns deles devem perdurar por muitos anos. Dentre os mais difíceis de se ultrapassar está o número de pontos da temporada regular da NBA.  Seus mais de 38 mil e 600 pontos o colocaram no topo dos maiores cestinhas da NBA. Ultrapassando nomes como Michael Jordan, Kobe Bryant e Kareem Abdul-Jabbar. Kareen, inclusive, que era o dono da marca que já durava quase 40 anos. O que torna o recorde ainda mais impressionante é que LeBron ainda tem pique e disposição para jogar por mais alguns anos e ampliar ainda mais seus número. O astro, inclusive, deve ser o primeiro jogador a alcançar a marca da 40 mil pontos na carreira já na próxima temporada.

 

3 – Jogador com mais títulos – 11 (Bill Russel)

maiores-campeoes-NBA-bill-russell
Bill Russel é o maior campeão da NBA com 11 títulos. Foto: Divulgação

O lendário pivô do Boston Celtics é, até hoje – e assim deve permanecer -, o jogador com mais título de campeão da NBA. Entre os anos de 1956 e 1969, Bill levantou 11 vezes o troféu de campeão, oito deles de forma consecutiva (de 58 à 66). Quem mais se aproximou dessa marca foram seus companheiros de equipe da mesma época Sam Jones (10), John Havlicek, Tom Heinsohn, K.C. Jones e Satch Sanders (8). Dos jogadores em atividade, os que mais “chegam perto” dessa marca são LeBron James, Stephen Curry, Draymond Green, Andre Iguodala e Klay Thompson, ambos com quatro conquista.

4 –  Média de pontuação em uma única temporada: 50,4 (Wilt Chamberlain)

Na mesma temporada em que marcou os 100 pontos em um único jogo, Wilt Chamberlain, de quebra, abocanhou o recorde de maior média de pontos em uma única temporada, com 50,4 ppj. Nos dias de hoje, números como o de Wilt são impensáveis. Para se ter uma noção, na história da NBA apenas ele passou a casa dos 40 pontos de média na temporada, o que torna este recorde mais entre os quase “impossíveis” de serem ultrapassados.

5 – Mais assistências em um jogo: 30 (Scott Skiles)

Scott Skiles conseguiu as 30 assistências em uma partida enquanto defendia o Orlando Magic, em 1990, contra o Denver Nuggets. Antes dele, Kevin Porter era o recordista com 29 assistências. Na era moderna da NBA quem mais se aproximou deste recorde nos últimos anos foi Rajon Rondo, com 25 assistências.

6 – Mais tocos em um jogo: 17 (Elmore Smith)

Um dos principais pivôs da década de 70, Elmore Smith bloqueou 17 arremessos em 28 de outubro de 1973, quando jogava pelo Los Angeles Lakers, em partida contra o Portland. O recorde de já dura 50 anos. Os jogadores que chegaram mais próximo dessa marca foram Shaquille O'Neal e Manute Bol, ambos com 15 tocos.

7 – Mais rebotes em uma só partida em uma temporada regular: 55 (Wilt Chamberlain)

Em 24 de novembro, Wilt Chamberlain anotava um dos recordes mais insanos da NBA: 55 rebotes em uma único jogo. O feito aconteceu em 1960, na partida contra o Philadelphia Warriors (atual Golden State Warrirors) contra o Boston Celtics, time que jogava.

8 – Treinador com mais títulos: 11 (Phil Jackson)

NBA Lakers Phil Jackson Kobe Bryant, esporte e política. Foto: Reprodução/Twitter/@Lakers
NBA Lakers Phil Jackson Kobe Bryant. Foto: Reprodução/Twitter/@Lakers

Como treinador, Phil Jackson conquistou 11 títulos na carreira: seis com o Chicago Bulls, de Michael Jordan, e cinco com os Lakers, de Kobe Bryant. Esse incrível desempenho os credenciaram como um dos melhores treinador da história da NBA.

9 – Mais tocos na carreira: 3.830 (Hakeem Olajuwon)

Esse recorde é impressionante pela diferença que tem para os outros jogadores. Hakeem Olajuwon tem mais de 500 tocos a mais que o segundo colocado. No TOP 10 de jogadores com mais tocos não há nenhum jogador em atividade atualmente. O que mostra a dificuldade que é conseguir tais números. Provavelmente este é mais um dos recordes que vão durar muito tempo.

10 – Maior número de triplos-duplos: 210 (Russell Westbrook)

Russell Westbrook, Los Angeles Clippers. Foto: SUSA / Icon Sport
Russell Westbrook, Los Angeles Clippers. Foto: SUSA / Icon Sport

Antes de Russel Westbrook assumir a liderança do ranking de maiores triplos duplos da NBA, Magic Johnson chegou a dizer que recorde estabelecido por Oscar Robertson (189) era um dos mais difíceis de se alcançar. Diante disso, Russ não só empatou como ampliou os números, se tornando o líder isolado do ranking.

Escrito por Márcio Júnior
Márcio Júnior é baiano formado pela Faculdade Regional da Bahia. Cobriu de carnaval a Copa do Mundo na TVE Bahia, onde venceu o prêmio de reportagem do mês. Apaixonado por futebol, NBA, NFL e games de história. Torcedor do Bahia e Los Angeles Lakers. Passei pela ALBA, Rádio Educadora, Superesportes e Trivela. No Quinto Quarto desde julho de 2023.