NBA: Knicks levam ‘susto’, mas vencem e empatam série contra o Heat

Samir Mello | 02/05/2023 - 23:13

New York Knicks e Miami Heat fizeram outro duelo digno de playoffs e da história de rivalidade entre as duas equipes na noite desta terça-feira (2/5), no Madison Square Garden. Brigado e disputado até os minutos finais, o jogo teve como protagonista o trabalho coletivo de ambas as equipes, que precisaram de seus coadjuvantes para brilhar.

Do lado do Heat, sem Jimmy Butler, lesionado, Gabe Vincent, Max Struss e Caleb Martin seguraram Miami na liderança durante a maior parte da partida. No fim, porém, nomes como Isaiah Hartenstein e Josh Hart fizeram jogadas essenciais para que os Knicks saíssem com uma importante vitória de casa, por 111 a 105 para empatar a série.

Além das contribuições de seu elenco de apoio, Jalen Brunson, Julius Randle e RJ Barrett, os principais jogadores dos Knicks, apareceram bem, com 30, 25 e 24 pontos, respectivamente.

Agora, a série vai para South Beach, onde o Jogo 3 será disputado no sábado, a partir das 16h30.

O jogo

Com um grande primeiro tempo de RJ Barrett, o New York Knicks lutou ponto a ponto contra o Miami Heat no primeiro quarto da partida. Mesmo com a expectativa sobre as presenças de Brunson e Randle para o jogo – presenças que se confirmaram –, Barrett foi o principal destaque do time casa, registrando 16 pontos nos 12 minutos iniciais.

No segundo quarto, o Heat, sem seu principal jogador, movimentou mais a bola, distribuindo bem sua pontuação e alternando entre o jogo no garrafão e arremessos no perímetro para assumir levemente o controle do jogo. No entanto, Randle fez um grande quarto, se tornando o cestinha da partida, com 18 pontos na primeira metade e mantendo os Knicks próximos no placar, que apontou 54 a 51.

2º tempo

O tom de equilíbrio permaneceu no terceiro quarto, com nenhum time conseguindo desgarrar no placar. As equipes apresentaram aproveitamentos semelhantes em seus tiros de quadra e do perímetro, com o Heat levando vantagem nos pontos marcados no garrafão e pelo banco. Individualmente, Max Strus começou a esquentar, terminando o terceiro quarto com 17 pontos. Pelo lado dos Knicks, após Randle e Barrett terem chamado a responsabilidade no início do jogo, foi a vez de Brunson aparecer. No fim, Miami permaneceu na liderança do placar, mas por apenas um ponto: 77 a 76.

Com o fim do jogo se aproximando, o duelo ganhou um tom mais brigado, com os jogadores literalmente mergulhando em quadra por cada bola perdida. Novamente, embora Miami tenha ensaiado esquentar dos chutes de três, com Gabe Vincent, Max Struss e Caleb Martin, os Knicks respondeu cada cesta ‘importante’ com uma cesta ‘importante’, mantendo o placar próximo até os minutos finais. O banco de Nova York, que vinha devendo, ganhou uma excelente contribuição graças ao trabalho duro de Isaiah Harteinstein e Josh Hart, que fez cestas de três e pegou rebotes essenciais, ajudando os Knicks a conseguir uma dura e importante vitória, por 111 a 105.