NBA: ‘Não ligo para as regras’, dizem Warriors sobre novo acordo

Pedro Rubens Santos | 30/05/2023 - 19:45

O Golden State Warriors não está preocupado com as novas regras da NBA. O acordo coletivo de trabalho, ou Collective Bargaining Agreement (CBA), que valerá a partir da próxima temporada prevê maiores dificuldades para equipes vencedoras se manterem no topo ao limitar as possibilidades atuais de gastos excessivos.

Nesta terça-feira (30), o coproprietário da franquia Joe Lacob concedeu entrevista coletiva ao lado do gerente geral Bob Myers, que está deixando a organização após 12 anos. Em resposta à imprensa sobre as regras que serão aplicadas a partir de 2023-24, Lacob deu uma declaração forte.

— Nós vamos ganhar não importa o que aconteça. Eu não ligo quais são as regras.

VEJA TAMBÉM

+ Fã de basquete, Neymar demonstra apoio a Jimmy Butler pelo prêmio de MVP

++ NBA: para quais times os narradores e comentaristas torcem?

O dono dos Warriors havia sido perguntado sobre o novo CBA e suas regras restritivas que impactarão a formação do time. Lacob, então, explicou que não comentaria nada a respeito do elenco pois ainda há muito tempo antes do draft e da free agency.

— Nós vamos achar um jeito de fazer isso (ganhar). É o que grandes organizações fazem. Nosso jogo é ganhar campeonatos.

O acordo trabalhista em questão altera as normas do teto salarial e impõe severas restrições a times que ultrapassam consideravelmente o limite de gastos da liga.

Sob as novas regras, a tendência é que os Warriors, cuja folha de pagamentos frequentemente excede o teto, precise se desfazer de alguns jogadores para equilibrar as contas. Atual campeã, a equipe foi eliminada nas semifinais de conferência para o Los Angeles Lakers e não conseguiu chegar à decisão para defender o título.