NBA: Lenda do Heat diz tentar convencer o filho a jogar em Miami

Marcelo Cartaxo | 20/02/2024 - 17:46

Tim Hardaway é o popularizador de um dos dribles mais letais do basquete e  uma das maiores lendas do Miami Heat, time pelo qual tem sua camisa aposentada. No entanto, não é o único da linhagem que pode vestir a camisa da franquia.

Seu filho, Tim Hardaway Jr, é jogador do Dallas Mavericks, e aos 30 anos não teve passagem pelo Miami Heat, algo que seu pai gostaria de ver. Em um podcast com outra grande figura da história do Heat, Udonis Haslem, Hardaway confessou que tem tentado fazer com que Jr se juntasse ao Miami.

— Eu tenho tentado fazê-lo vestir uma camisa do Heat, mas ele não usará o meu número se entrar na equipe do Heat. — Disse Tim Hardaway.

O ex-jogador justificou dizendo o motivo pelo qual não gostaria de ver seu filho usando a camisa 10 do Miami Heat, que atualmente é uma das poucas que está aposentada no topo do Kaseya Center, em Miami.

— Você vê como eu ando agora? Dói quando eu ando, é por isso que minha camisa está pendurada. Ele [Tim Hardaway Jr] não vai vestir minha camisa. Então minha esposa pergunta: ‘Bem, por que não?' Porque ele não vai. Minha camisa não vai descer (do topo da arena). Você [Hardaway jr] pode fazer algo para colocar em risco a camisa. — completou Hardaway Sr.

A lenda do Heat não venceu nenhum campeonato com a franquia, ao contrário do apresentador do podcast Udonis Haslem, que esteve no elenco do time nos últimos três títulos do time.

Hardaway ficou famoso tanto por popularizar um dos dribles mais comuns hoje no basquete, o “killa crossover”. Sendo um dos movimentos preferidos de Stephen Curry, considerado o melhor arremessador de todos os tempos e algo que o jogador usa constantemente para criar espaço e arremessar a bola da linha de três pontos.

Tim Hardaway Jr teve média de 17 pontos por jogo, 3.3 rebotes e 8.2 assistências, terminando sua carreira com um plus-minus de 1.695.

Mesmo sem título, sua contribuição para a cultura do Miami Heat lhe rendeu a camisa aposentada, uma das maiores honras que um jogador de basquete pode receber dentro do esporte.

Hardaway não é a única lenda do Heat que pode reunir o filho com sua antiga equipe

Enquanto Tim Hardaway tenta levar seu filho para o Miami Heat, a própria franquia pode fazer o caminho inverso para conseguir mais uma vez LeBron James.

Seu filho Bronny James é elegível ao draft de 2024, e alguns mocks indicam que o jogador será recrutado pelo Atlanta Hawks na 17ª posição do draft. No entanto, o Heat ainda tem uma chance de conseguir Bronny, e de brinde o próprio LeBron. Afinal, o jogador já expôs sua vontade de jogar ao lado do filho antes de encerrar sua carreira.

Nesse sentido, o Heat tem uma escolha de primeira rodada no draft de 2024, ainda sem posição definida já que só saberemos após a loteria do draft para a temporada que vem. Caso seja uma escolha alta, dentro do top-10, Pat Riley tem a chance de mais uma vez levar LeBron à Miami, onde tem o que é considerado o auge físico de sua carreira como jogador na NBA.

As franquias que desejarem Bronny para o futuro podem acabar investido no presente com LeBron se juntando ao filho onde quer que vá. Algumas franquias como Toronto Raptors e Oklahoma City Thunder tem sondado Bronny para um eventual recrutamento, times que podem ter em seus elencos os próximos rostos da NBA após a aposentadoria de LeBron.

Escrito por Marcelo Cartaxo
Marcelo Cartaxo é um estudante de jornalismo na Universidade Veiga de Almeida, cujo interesse e paixão pelo jornalismo esportivo o levaram a acumular experiências em várias plataformas renomadas. Sua trajetória inclui colaborações notáveis em veículos como Premier League Brasil, Minha Torcida, Esportelandia, Futebol na Veia e ShaftScore.