NBA

LeBron nas finais da NBA: confira as 10 participações do craque

“Não significa mer*@ nenhuma se eu não ganhar”. Foi assim que LeBron James respondeu ao ser questionado sobre sua incrível marca de 10 Finais da NBA. Realmente, caso o quarto título não venha, essa constante ida às finais vai se perder ao longo do tempo. Contudo, somente os maiores ídolos da história da liga disputaram tantos títulos.

Magic Johnson jogou nove. Kobe Bryant jogou sete. Michael Jordan jogou seis e ganhou todas. Isso já dá uma ideia do nível em que LeBron está. Mas tem mais. Kareem Abdul-Jabbar jogou 10 finais da NBA. Sam Jones jogou 11 e Bill Russell 12.

É muita gente boa, o que prova duas coisas. Primeira: LeBron James teve e está tendo uma carreira maravilhosa na NBA. Segunda: assim que se aposentar, o que parece que ainda vai demorar, no mínimo, mais umas cinco temporadas, vai ser imortalizado.

Com 17 temporadas na liga, apenas em sete ele não foi aos playoffs. É hora de resgatar todas as passagens de LeBron James em Finais da NBA.

LeBron nas finais da NBA: 2007

Em sua quarta temporada com os Cavaliers, LeBron James, então com 22 anos, chegava a sua primeira disputa de título. Só que as Finais foram ruins para James, que teve média de 5,8 turnovers por partida diante dos Spurs. Isso é o máximo de qualquer jogador em uma final nos últimos 30 anos de NBA.

Foi sofrível, mas o time dos Cavs era mais sofrível ainda. Larry Hughes, Daniel Gibson  e Drew Gooden eram os principais pontuadores da equipe além de James. O time ainda tinha Zydrunas Ilgauskas, o brasileiro Anderson Varejão e Sasha Pavlovic. Ruim, hein? Mas LeBron carregava o time até não poder mais, como aconteceu diante de um Spurs recheado de estrelas. Tony Parker foi o MVP na varrida rumo ao título. James teve médias de 42.6 minutos em quadra, 22 pontos, 7 rebotes e 6.8 assistências por jogo.

2011

Na primeira temporada de James fora de Cleveland, a expectativa era que o Miami Heat chegaria nas Finais da NBA. E chegou. Só que o sonho do primeiro título parou nos Mavericks, do MVP Dirk Nowitzki, que venceu por 4 a 2. James foi muito bem marcado. Pela primeira vez nos playoffs, ele teve uma média de pontos inferior a 20.

Dwyane Wade e Chris Bosh tiveram médias de pontos por partida melhores que LeBron James. Mesmo assim, ele seguiu produzindo de outras formas e acabou a série com médias de 43.6 minutos em quadra, 17.8 pontos, 7.2 rebotes e 6.8 assistências por jogo. Entretanto, os maiores vencedores foram os críticos de LeBron, que ganharam toda a munição do mundo.

A primeira conquista de LeBron James: 2012

A espera de LeBron pelo primeiro anel de campeão finalmente terminou e ele foi fundamental para o sucesso do Miami Heat, que fez 4 a 1 contra o Oklahoma City Thunder. Eleito MVP, James terminou o Jogo 5 com 26 pontos, 13 assistências e 11 rebotes, tornando-se o primeiro jogador desde James Worthy em 1988 a ter um triplo-duplo de 25 pontos em uma vitória que definiu o título.

E pela primeira vez, LeBron terminou com um duplo-duplo de média nas Finais: 44.1 minutos em quadra, 28.6 pontos, 10.2 rebotes e 7.4 assistências por jogo. E olha que OKC contava com Kevin Durant, Russell Westbrook e James Harden.

2013

Embalados pela primeira conquista, James, Wade e Bosh conquistaram o segundo título seguido pelo Miami Heat, uma virada inesquecível. Quem não lembra do arremesso de Ray Allen?

James se tornou o primeiro jogador a ter dois triplo-duplos em uma série final desde Magic Johnson em 1991. Ele terminou a série com médias de 43 minutos, 25.3 pontos, 10.9 rebotes e 7 assistências. As Finais de 2013 ficaram marcadas pelo Jogo 6, partida em que o Heat perdia por três pontos faltando 14 segundos para o final do quarto período.

Bosh pegou o rebote e mandou para Ray Allen, que forçou a prorrogação. Essa jogada ficou imortalizada. No tempo extra, o Heat venceu, forçou o jogo 7 e James tornou-se bicampeão, levando seu segundo troféu de MVP.

2014

Em sua última temporada com o Heat, James foi derrotado nas Finais pelos Spurs, por 4 a 1. Logo na primeira partida, o astro sofreu com cãibras e mal jogou no quarto período. Os Spurs saíram na frente e dominaram a série. Kawhi Leonard foi o MVP.

Mesmo com a derrota, Lebron deixou sua marca, tornando-se o primeiro jogador a ter uma média de pelo menos 25 pontos por jogo e 50% de aproveitamento nos arremessos de três pontos em uma final desde a lenda Kobe Bryant em 2002.

No fim das contas, ele terminou a série com 37.8 minutos em quadra, 28.2 pontos, 7.8 rebotes e 4 assistências.

2015

No seu retorno a Cleveland, James já levou o time a mais uma série final. Só que os Warriors estavam no ápice e a série acabou no Jogo 6. Andre Iguodala foi escolhido o MVP.

Vale lembrar que Kyrie Irving só jogou a primeira partida e ficou de fora do restante da série. As médias de James foram de 45,7 minutos em quadra, 35,8 de pontos, 13.3 rebotes e 8.8 assistências. Mesmo com a derrota, James tornou-se o primeiro jogador a ter uma média de pelo menos 35 pontos por jogo em uma final desde Shaquille O’Neal em 2002.

2016

O troco para cima dos Warriors veio no ano seguinte. Pela primeira vez na história das Finais da NBA, um time virou a série depois de sair perdendo por 3 a 1. O toco para cima de Andre Iguodala encheu os Cavaliers de moral e Kyrie Irving selou a vitória com uma bola de três.

A maldição sobre a cidade de Cleveland tinha acabado. LeBron James foi eleito o MVP pela terceira vez e conquistou seu terceiro título da NBA. Suas médias nas finais foram de 41.7 minutos em quadra, 29.7 pontos, 11.3 rebotes e 8.9 assistências. Um duplo-duplo com cheirinho de triplo-duplo.

2017

O terceiro encontro seguido entre Warriors e Cavaliers acabou com o time californiano levando a melhor. E olha que LeBron James teve um triplo-duplo de média durante a série que terminou no Jogo 5: 42.4 minutos em quadra, 33.6 pontos, 12 rebotes e 10 assistências. Nenhum outro jogador conseguiu este feito desde 1976, quando a NBA e ABA viraram uma coisa só.

O MVP foi Kevin Durant, que terminou com média de 35.2 pontos. Esta série final marcou o fim da parceria entre James e Irving nos Cavs.

2018

A segunda varrida em Finais da NBA para James veio diante dos Warriors. Pelo quarto ano seguido, as equipes se enfrentaram e o Cavaliers perderam a terceira. Kevin Durant, de novo, foi o MVP.

Mas não pense que a série foi fácil para os Warriors. O Jogo 1 foi para a prorrogação e James foi o primeiro jogador a marcar mais de 50 pontos em uma partida final desde Michael Jordan em 1993.

Muita gente esquece do desempenho de James neste Jogo 1, mas lembra do apagão que J.R. Smith teve no fim do último quarto e que poderia ter mudado o rumo da série.

As médias finais de James foram: 44.7 minutos, 34 pontos, 8.5 rebotes e 10 assistências.

2020

Em sua 17ª temporada na NBA, a segunda com os Lakers, James está lá de novo, pela décima vez nas Finais da NBA. O astro pode tornar-se o terceiro jogador a vencer três títulos por três franquias diferentes, assim como John Salley (Pistons, Bulls e Lakers) e Robert Horry (Rockets, Lakers e Spurs).

E, caso vença também o MVP, LeBron James será o primeiro jogador das ligas americanas (NBA, NFL, MLB e NHL) a conquistar o prêmio por três franquias diferentes.

Comments
To Top