NBA: Jokic tem triplo-duplo em vitória dominante dos Nuggets sobre Suns

Pedro Rubens Santos | 10/05/2023 - 01:36

Cinco jogos na série, cinco vitórias do time mandante. A cena se repetiu mais uma vez na semifinal do Oeste, e o Denver Nuggets, jogando em casa, na Ball Arena, venceu o Phoenix Suns por 118 a 102 no Jogo 5 da série.

Com grande atuação do astro Nikola Jokic, que terminou a noite com um triplo-duplo (29 pontos, 13 rebotes e 12 assistências), a equipe do Colorado passou por cima dos rivais sem muita dificuldade, em uma exibição avassaladora que a deixou a uma vitória da sonhada vaga na final de conferência.

VEJA TAMBÉM

+ NBA Playoffs: derrota dos Celtics gera revolta e piadas nas redes

++ NBA já está de olho em Bronny, filho de LeBron: ‘Ele vai te destruir’

Ao contrário dos jogos anteriores, Devin Booker e Kevin Durant não alcançaram números chamativos — a dupla teve uma atuação digna e anotou 28 e 26 pontos, respectivamente, mas acabou sendo presa fácil para um time de Denver que não perdeu oportunidades.

Na próxima quinta-feira, a série retorna para Phoenix, onde será disputado o Jogo 6. Uma vitória dá a vaga na final da Conferência Oeste aos Nuggets.

Suns x Nuggets: Jogo 5

Nada de Nikola Jokic ou Jamal Murray. O nome do primeiro quarto foi Michael Porter Jr., que anotou 14 pontos, com 5/6 nos arremessos de quadra e nada menos do que quatro bolas de três convertidas. O desempenho arrasador foi suficiente para o time da casa largar em vantagem e abrir 11 pontos na liderança depois do período inicial.

Nos segundos finais do quarto de abertura da partida, Devin Booker se machucou após uma aterrissagem forte e assustou os torcedores dos Suns. Ele chegou ao jogo sustentando uma marca histórica de 36,8 pontos por jogo nos playoffs.

Sua ausência no início do segundo período atrapalhou os planos de reação da equipe. Não ajudou que Kevin Durant tenha começado o duelo em ritmo lento e errados todas as suas três primeiras tentativas do perímetro.

D-Book retornou à quadra depois de alguns minutos para ajudar o time que seguia distante no placar, e já voltou pontuando. O ala-armador foi para o intervalo com 19 pontos anotados, disparadamente o principal nome dos Suns na primeira etapa.

Com ele em ação, os visitantes reagiram e viraram o placar. Foi por pouco tempo, mas o suficiente para mostrar a força do time, mesmo jogando fora de casa. Na verdade, Booker quase empatou de fato o jogo com uma cesta incrível do meio da quadra, mas o tempo já tinha estourado, e a bola não contou.

O placar depois do primeiro tempo marcava 52 a 49 para o Denver Nuggets.

Segundo tempo: Nuggets disparam, e Jokic domina

Apesar do equilíbrio que parecia tomar conta do encontro, os Nuggets voltaram a disparar com 20 pontos na frente já no terceiro quarto. O momento ainda trouxe mais notícias preocupantes: a quarta falta pessoal das estrelas Booker e Durant, fato que prejudicou ainda mais a busca pela reação.

Jokic, Aaron Gordon e Kentavious Caldwell-Pope fecharam portas defensivamente, Michael Porter seguiu quente no ataque, e Jokic alcançou um triplo-duplo. Do outro lado, as dificuldades de Phoenix ficaram evidentes, e a montanha se mostrou grande demais para ser escalada de novo. Uma nova virada já não era possível.

Um momento de tensão tomou conta do confronto na reta final do terceiro período, com reclamações direcionadas à arbitragem, e terminou com um empurrão de Durant em Jokic.

Por mais que os astros dos Suns tenham tentado, o último quarto não foi capaz de alterar o cenário da disputa. Booker, o cestinha dos Suns, teve 28 pontos no total, mas a diferença entre os dois lados foi de 16 ao final do duelo.

Durant, por sua vez, alcançou 26 pontos e 11 rebotes, mas saiu de quadra com o duplo-duplo mas sem um bom aproveitamento nos arremessos de quadra (42%).

O maior pontuador do jogo foi ele: Jokic. O sérvio beirou os 30 pontos no dia em que Denver voltou a vencer, após duas derrotas seguidas na série, e ficou a um passo da classificação.

Destaque também para MPJ e seus 64% de aproveitamento em arremessos. Bruce Brown, com 25 pontos, foi outro que deixou sua marca.