Joel Embiid, 70 pontos: os números da noite histórica do pivô do Philadelphia 76ers

Antônio Henrique Pires Collar | 23/01/2024 - 14:02

Quem na NBA consegue parar Joel Embiid? Não o San Antonio Spurs. Na segunda-feira (22), o pivô do Philadelphia 76ers anotou 70 pontos sobre o time de Victor Wembanyama e atingiu a maior na carreira. De quebra, ainda bateu recorde de Wilt Chemberlain como maior pontuador da franquia em um único jogo.

A partida foi a 21ª primeira consecutiva com pelo menos 30 pontos. Atual MVP da liga, Embiid caminha para a terceira temporada seguida como cestinha, sendo o primeiro na história a aumentar sua média a cada ano. São 36.1 pontos em 2024, após ter marcado 33.1 e 30.6 em 2023 e 2022, respectivamente.

Seus números atuais são os melhores registrados por um pivô desde Kareem Abdul-Jabbar, em 1972. Além disso, só Chemberlain (em cinco oportunidades diferentes) teve médias superiores. Nenhum jogador da posição liderava a NBA em pontuação desde Shaquille O'Neal, em 2000.

O massacre de Embiid no garrafão dos Spurs

O encontro de Wembanyama com o atual da MVP era um dos mais aguardados desta temporada de estreia do fenômeno francês. A maior curiosidade de público e especialistas se dava por conta das diferenças físicas entre os dois. A vantagem de altura é de Wemby (224cm x 213cm), mas a diferença de peso é enorme em favor do atleta dos Sixers (127kg x 94kg).

Antes do jogo, o técnico Gregg Popovich, dos Spurs, brincou sobre o confronto.

– Nós vamos bater nele (Joel Embiid). Eu disse para o Wemby colocar a bunda na barriga dele, levá-lo para a cesta e enterrar. Não contem ao Wemby que eu disse isso –  se divertiu o veterano treinador, que tirou gargalhadas dos repórteres presentes na coletiva de imprensa.

O próprio camaronês pareceu espantado com o tamanho do seu defensor. Antes de a bola subir na Wells Fargo Center, o camisa 21 comparou sua altura com a do jovem de 20 anos, como no vídeo abaixo.

Com o jogo valendo, no entanto, Embiid deitou e rolou. Dos 70 pontos anotados por ele, 24 tiveram Victor Wembanyama como um dos defensores principais. Ao todo, o pivô arremessou 15 vezes marcado pelo francês, tendo convertido 10 destes chutes. Em algumas situações, a equipe de San Antonio utilizou marcações duplas para tentar conter o cestinha da NBA, o que não funcionou.

Quem esperava que Embiid tentasse levar Wembanyama para próximo ao aro, viu o jogador do Philadelphia usando todo seu recurso de média distância. Dos 10 arremessos acertados, seis (60%) foram listados como “jump shot”. Foram ainda duas enterradas e duas bandejas. Quando precisou se valer da força, ele também não teve problemas para abrir espaço na base do porte físico. Assista aos lances no vídeo abaixo.

Ainda que mais da metade dos matchups entre as estrelas tenha se dado longe da cesta, Embiid passou bastante tempo lá embaixo. Ele terminou com 17 tentativas e 12 conversões nesta faixa da quadra. Ele terminou com 39 chutes dentro do garrafão, tendo pontuado em 23 deles.

Design-sem-nome-4

Ninguém conseguiu parar Joel Embiid

Além de Wemby, outros dois jogadores tiveram um alto volume de posses defensivas tentando frear o camaronês. Foram eles Jeremy Sochan (10-17) e Zach Collins (9-14). No total, oito atletas adversários foram usados contra o MVP, muitos deles em situações de dobra, quando um marcador auxiliar chega na ajuda.

Quem teve melhor aproveitamento foi Julian Champagnie (1-4). No entanto, três arremessos se deram no mesmo lance, com Embiid pegando dois rebotes ofensivos e convertendo a terceira oportunidade. Vale destacar também que Champagnie nunca foi o defensor principal em nenhuma dessas jogadas. Abaixo, confira o aproveitamento de Embiid contra cada um:

Jeremy Sochan: 10-17
Victor Wembanyama: 10-15
Zach Collins: 9-14
Julian Champagnie: 1-4
Keldon Johnson: 2-3
Tre Jones: 1-2
Cedi Osman: 2-2
Blake Wesley: 0-1

Escrito por Antônio Henrique Pires Collar
Formado em jornalismo pela PUCRS e em Basketball Analytics pela Sports Management Worldwide. Com passagem de 6 anos e meio pela editoria de Esportes do jornal Zero Hora e do portal GZH, de Porto Alegre.