NBA: Com Ja Morant na torcida, Grizzlies dá show técnico contra os Mavericks

Victor Francisco | 10/01/2024 - 01:18

Uma notícia péssima pode tanto derrubar o moral quanto ser um motivo a mais para dar tudo de si. E os Grizzlies experimentaram os dois lados desta moeda na partida em Dallas contra os Mavericks.

Depois de saber que Ja Morant, seu jogador mais talentoso, não jogaria mais a temporada, o time de Memphis tinha a difícil missão de enfrentar Doncic e companhia. E a missão foi pra lá de bem sucedida!

Uma virada para segurar o jogo em alto nível até o final

Depois de um começo onde Doncic parecia que ia tomar conta do jogo e os donos da casa dominariam os rebotes defensivos e não falhariam no ataque, os Grizzlies precisaram de um timeout para acordar.

Voltando, os visitantes simplesmente abriram 27 a 18 no placar, com uma marcação disciplinada. A pontuação permaneceu sustentada até o meio do segundo quarto, com ambos os times subindo o nível técnico, mas os Grizzlies também se destacando em roubadas de bola na transição dos Mavs.

O momento era de David Roddy, que marcou nove pontos seguidos, e de todas as formas: lances livres, no garrafão e do perímetro. Simplesmente, a vantagem dos visitantes pulou para 20 pontos (56 a 36).

Doncic acordou e provou um timeout por parte dos Grizzlies. Apesar da reação dos anfitriões, o placar foi para o intervalo com os visitantes à frente: 68 a 53.

Marcus Smart era outro destaque do Grizzlies. Com duas bolas de três no início do terceiro quarto, ele chegava a 23 pontos na partida. Os Mavs responderam com três bolas de três e diminuíram a diferença para 11 pontos (83 a 72).

Neste momento, Doncic, que parecia bastante cansado, deixava a quadra. Três minutos depois, retornou, com a diferença já em 16 pontos (95 a 79) – e o terceiro quarto terminou com 20 pontos de diferença (103 a 83) para os Grizzlies.

Com uma defesa consistente, roubando bolas e literalmente voando para interceptar passes, o Mavericks diminuiu a diferença em cinco pontos e forçou o tempo dos Grizzlies. O retorno marcou também a volta da concentração coletiva dos visitantes, que mantiveram o ritmo para fechar o jogo em 120 a 103.

O cestinha do jogo ainda foi do Mavericks, Kyrie Irving, com 33 pontos. Desmond Bane, dos Grizzlies, fez 32, e Luka Doncic terminou com 31 pontos. Xavier Tillman, com 11 rebotes e dois blocks representou a garra dos Memphis na noite texana.

Ja Morant atacando de Social Media ao término da partida

Próximos jogos de Dallas Mavericks e Memphis Grizzlies

Na quinta, os Mavs recebem o Knicks em busca de recuperação. Em sexto lugar na Conferência Oeste, o time de Dallas tem 22 vitórias e 15 derrotas e não pode deixar o momentum tornar-se ruim.

Já os Grizzlies, que fazem uma campanha ruim na temporada (13-23), receberá a pedreira Los Angeles Clippers em casa na próxima sexta.

Escrito por Victor Francisco
Campeão Brasileiro de Futebol Americano pelo Corinthians Steamrollers (2011), Victor é jornalista, com experiência na área esportiva como Social Media Journalist da FIVB (Federação Internacional de Vôlei) e Social Media Editor para a Premier League. É fundador da plataforma de mídia Salão Oval, destinada ao futebol americano no Brasil. Foi narrador e comentarista do futebol americano praticado no Brasil no BandSports, Fox Sports, Globo Esporte.com e ESPN.