Nem Celtics, nem Lakers: franquia mais valiosa da NBA surpreende

Letícia Oziecki | 23/03/2023 - 06:30

A NBA é uma das ligas esportivas mais lucrativas dos Estados Unidos. A administração do negócio não demorou a perceber que ao valorizar os seus astros valorizaria a si mesmo. Os lucros extrapolam as terras americanas e, com ganhos mundiais, as top 10 franquias mais valiosas invadem a casa dos bilhões de dólares.

Nenhuma liga cresceu tanto nos últimos anos quanto a NBA. Na média, cada uma das 30 equipes da NBA vale US$ 1,6 bilhão (mais de R$ 8,3 bilhões), ou três vezes o número de cinco anos atrás. O sucesso financeiro da NBA não foi por acaso. Ele se deve principalmente à adoção de estratégias empresariais na gestão do esporte.

Abaixo, confira o ranking das equipes da NBA mais valiosas após a temporada 2021/2022, de acordo com a Forbes e o Sportico.

10. Dallas Mavericks – US$ 3,26 bilhões

O armador do Dallas Mavericks, Luka Doncic, durante jogo contra o New Orleans Pelicans. Crédito: SUSA/Icon Sport
O armador do Dallas Mavericks, Luka Doncic, durante jogo contra o New Orleans Pelicans. Crédito: SUSA Icon Sport

Ao longo dos seus 40 anos de história, os Dallas Mavericks ganharam apenas um troféu da NBA, em 2011, mas isso não os impediu de completar o top 10 da franquia mais valiosa da liga. A equipe continuou provando seu sucesso financeiro 23 anos depois que o proprietário majoritário Mark Cuban comprou a equipe por US$ 285 milhões. 

9. Houston Rockets – US$ 3,3 bilhões

O ala Jabari Smith Jr. e o armador Kevin Porter Jr., do Houston Rockets, reagem após uma jogada. Crédito: SUSA/Icon Sport
O ala Jabari Smith Jr. e o armador Kevin Porter Jr., do Houston Rockets, reagem após uma jogada. Crédito: SUSA Icon Sport

Os Rockets ocupam o 9º lugar em avaliação de franquias mais valiosas, apenas seis anos depois que o proprietário Tilman Fertitta comprou o time por US$ 2,2 bilhões, em 2017, o que foi um preço de venda recorde para um time da NBA. Sobretudo, Tilman certamente terá um retorno sobre seu investimento, pois o valor da equipe continua aumentando a cada ano.

8. Toronto Raptors – US$ 3,34 bilhões

O armador do Toronto Raptors, Fred VanVleet, reage com o ala Chris Boucher durante o jogo contra o Milwaukee Bucks. Crédito: Benny Sieu/Icon Sport
O armador do Toronto Raptors, Fred VanVleet, reage com o ala Chris Boucher durante o jogo contra o Milwaukee Bucks. Crédito: Benny Sieu Icon Sport

Os Raptors valem US$ 3,34 bilhões, se tornando a franquia esportiva mais valiosa fora dos EUA. O campeonato de 2019 da equipe definitivamente deu uma vantagem no valor, isso porque seu valor cresceu mais de 400% desde 2012, quando o valor estimado da equipe era de $400 milhões.

7. Los Angeles Clippers – US$ 3,73 bilhões

O armador do Los Angeles Clippers, Russell Westbrook controla a bola contra o Orlando Magic. Crédito: SUSA/Icon Sport
O armador do Los Angeles Clippers, Russell Westbrook controla a bola contra o Orlando Magic. Crédito: SUSA Icon Sport

Os Clippers estão em uma grande jornada desde que ingressaram na NBA como Buffalo Braves em 1970. Desde então, o irmão mais novo em Los Angeles viu um grande aumento de valor ao longo dos anos. Há apenas alguns meses, o atual proprietário, Steve Ballmer, comprou os Clippers por US$ 2 bilhões e busca o seu primeiro título.

6. Brooklyn Nets – US$ 3,86 bilhões

O armador do Brooklyn Nets, Cam Thomas, conversa com o armador Seth Curry contra o Denver Nuggets no Barclays Center. Crédito: SUSA/Icon Sport
O armador do Brooklyn Nets, Cam Thomas, conversa com o armador Seth Curry contra o Denver Nuggets no Barclays Center. Crédito: SUSA Icon Sport

Joe Tsai comprou o Nets por cerca de US$ 2,3 bilhões em 2017 e, desde então, o valor do time do Brooklyn saltou para mais de US$ 1 bilhão. Entretanto, com os jogadores superestrelas Kevin Durant e Kyrie Irving sendo negociados nesta temporada de 2023, o poder estelar da franquia foi atingido. Desse modo, fazendo com que a equipe perdesse duas posições na avaliação.

5. Boston Celtics – US$ 3,92 bilhões

O ala Jayson Tatum, do Boston Celtics, dribla contra o Atlanta Hawks no TD Garden. Crédito: SUSA/Icon Sport
O ala Jayson Tatum, do Boston Celtics, dribla contra o Atlanta Hawks no TD Garden. Crédito: SUSA Icon Sport

Os Celtics estão empatados com o Lakers com o maior número de títulos da NBA, mas ainda são classificados como a quinta franquia de maior valor da liga. O Celtics viram muitos membros do hall da fama jogarem com o seu uniforme e, não à toa, se tornaram um dos maiores nomes da liga.

4. Chicago Bulls – US$ 4,09 bilhões

O ala do Chicago Bulls, DeMar DeRozan, comemora após marcar contra o Minnesota Timberwolves. Crédito: SUSA/Icon Sport
O ala do Chicago Bulls, DeMar DeRozan, comemora após marcar contra o Minnesota Timberwolves. Crédito: SUSA Icon Sport

Os Bulls percorreram um longo caminho desde a era Michael Jordan, mas o time que detém seis títulos da NBA está confortavelmente na quarta posição da franquia mais valiosa da liga.

3. Los Angeles Lakers – US$ 6,44 bilhões

O ala do Los Angeles Lakers, LeBron James, reage contra o Golden State Warriors na Crypto.com Arena. Crédito: Kirby Lee/Icon Sport
O ala do Los Angeles Lakers, LeBron James, reage contra o Golden State Warriors na Crypto.com Arena. Crédito: Kirby Lee/ Icon Sport

Os Lakers ocupam o terceiro lugar das franquias mais valiosas da liga. Com jogadores como Magic Johnson, Kareem Abdul Jabbar, Kobe Bryant e LeBron James em sua história,  faz sentido que a franquia mais popular fique entre as três primeiras.

2. New York Knicks – US$ 6,58 bilhões

Julius Randle, ala do New York Knicks, e armador Quentin Grimes, contra o Charlotte Hornets, no Madison Square Garden. Crédito: SUSA/Icon Sport
Julius Randle, ala do New York Knicks, e armador Quentin Grimes, contra o Charlotte Hornets, no Madison Square Garden. Crédito: SUSA Icon Sport

Mesmo sem ganhar um campeonato da NBA há 50 anos, o New York Knicks continua extremamente lucrativo. Jogar no Madison Square Garden dá ao time um destaque no mundo dos negócios em New York, que está no maior mercado de mídia dos Estados Unidos.

1. Golden State Warriors – US$ 7,56 bilhões

O armador do Golden State Warriors, Stephen Curry, move a bola na quadra contra o Los Angeles Clippers. Crédito: SUSA/Icon Sport
O armador do Golden State Warriors, Stephen Curry, move a bola na quadra contra o Los Angeles Clippers. Crédito: SUSA Icon Sport

O Golden State Warriors, atual campeão da NBA, viu o valor de sua franquia subir de US$ 450 milhões para mais de US$ 7 bilhões em apenas 13 anos. Isso se deve ao fato de o trio de superestrelas com Stephen Curry, Klay Thompson e Draymond Green terem conquistado o troféu Larry O'Brien seis vezes.

Classificação Franquia Valor
11º Philadelphia 76ers US$3,21 bilhões
12º Miami Heat US$3,2 bilhões
13º Phoenix Suns US$3 bilhões
14º Washington Wizards US$2,7 bilhões
15º Milwaukee Bucks US$2,43 bilhões
16º Sacramento Kings US$2,32 bilhões
17º Portland Trail Blazers US$2,29 bilhões
18º Atlanta Hawks US$2,19 bilhões
19º San Antonio Spurs US$2,16 bilhões
20º Utah Jazz US$2,15 bilhões
21º Denver Nuggets US$2,13 bilhões
22º Indiana Pacers US$2,02 bilhões
23º Cleveland Cavaliers US$1,95 bilhão
24º Orlando Magic US$1,91 bilhão
25º Detroit Pistons US$1,82 bilhão
26º Charlotte Hornets US$1,77 bilhão
27º Oklahoma City Thunder US$1,75 bilhão
28º Minnesota Timberwolves US$1,7 bilhão
29º Memphis Grizzlies US$1,67 bilhão
30º New Orleans Pelicans US$1,63 bilhão
Escrito por Letícia Oziecki
Concluí minha graduação em Jornalismo pela UNINTER e faço parte do QQ desde 2021. Tenho uma paixão pela NBA e pelo futebol brasileiro, sendo torcedora dos Celtics desde a era de Paul Pierce e do Palmeiras desde o berço. Tenho interesse pela história do esporte, sendo fã especialmente de Michael Jordan.