Aposentado e ‘rebelde’, Ibrahimovic já arranjou treta até com LeBron James

Paola Zanon | 06/06/2023 - 09:02

Com a aposentadoria do futebol anunciada no último domingo (4/6), Zlatan Ibrahimovic também coleciona alguns barracos além de títulos. Uma das tretas, inclusive, envolveu o astro da NBA LeBron James.

Ibra e LeBron chegaram a Los Angeles na mesma época para defender o Galaxy, na MLS, e os Lakers, na NBA, respectivamente.

Em 2021, anos depois de deixar a cidade e voltar para a Itália, o craque do futebol revelou que não concordava com o fato de atletas, como James, expressarem suas opiniões políticas. Pouco antes disso, o craque do basquete havia se posicionado contra a campanha de reeleição de Donald Trump.

— Ele é fenômeno, mas eu não gosto quando pessoas com status falam sobre política. Faça o que você é bom fazendo. Eu jogo futebol porque sou o melhor nisso. Não sou político. Se eu fosse um político, estaria fazendo política—, disparou Ibrahimovic, em entrevista.

LEIA TAMBÉM:

+ Lionel Messi na MLS? Argentino tem futuro encaminhado após nova reunião

++ Plano ambicioso: Kyrie quer jogar com LeBron, mas não nos Lakers

LeBron não deixou o comentário passar em branco e explicou que tem motivos para ter um posicionamento político.

— Nunca vou calar a boca sobre coisas que estão erradas. Eu prego sobre meu povo, sobre igualdade, justiça social, racismo, repressão eleitoral. De jeito nenhum eu iria me limitar aos esportes, porque entendo o quão poderosa minha voz é—, disse ele, em entrevista após um jogo contra o Portland Trail Blazers.

‘Racismo disfarçado’

James ainda lembrou de uma queixa de Ibra em 2018 sobre ser tratado de forma diferente pelos suecos por causa da origem e da difícil pronúncia de seu sobrenome —o ídolo do Milan chamou isso de “racismo disfarçado”.

— Ele é o cara que na Suécia falava sobre as mesmas coisas, porque seu sobrenome não era um sobrenome tradicional. Ele sentiu que havia algum racismo acontecendo. Eu tenho mais de 300 crianças na minha fundação que precisam de voz e sou a voz delas—, completou o tetracampeão da NBA.

Alguns meses depois, Ibrahimovic reacendeu o barraco ao rebater a resposta de James durante uma entrevista à revista France Football.

— Eu disse que não somos políticos. A política nos divide. Futebol, no meu mundo, une as pessoas. É uma grande diferença. Se eu quisesse ser político, faria política. Só devemos fazer aquilo que somos bons em fazer. Esporte e política são categorias diferentes. Se [LeBron] for inteligente, entenderá—, provocou.

Depois disso, LeBron mandou uma camisa sua a Ibrahimovic como um “sinal de paz”, mas o ex-jogador apenas autografou e mandou de volta.

Escrito por Paola Zanon
Paola Zanon é jornalista formada pela Cásper Líbero, repórter e redatora com passagens pelo Notícias da TV, R7 e UOL Esporte. A carreira no jornalismo esportivo começou com a cobertura dos Jogos Pan-Americanos de 2019 pelo R7 até chegar ao Quinto Quarto em fevereiro de 2023. São-paulina de coração e apaixonada por basquete, futebol e viagens.