NBA

Allen Iverson, Shaquille O’Neal e Yao Ming entram pro Hall da Fama

Crédito: Instagram/reprodução

Crédito: Instagram/reprodução

Nesta sexta, três grandes nomes da NBA na virada dos anos 90 para os anos 2000 entraram para o Hall da Fama do basquete. O armador Allen Iverson, o pivô Shaquille O'Neal e o também pivô Yao Ming foram imortalizados no Naismith Memorial em Springfield, Massachusetts, em cerimônia que não faltou humor, lágrimas e agradecimentos.

O primeiro de todos foi Iverson. Estrela do Philadelphia 76ers, o baixinho falou por meia hora e escolheu Julius Erving, o maior jogador da história dos Sixers, o treinador Larry Brown, com quem chegou nas finais da NBA e o também treinador John Thompson, seu técnico na universidade de Georgetown, para apresentá-lo ao Hall.

Iverson não poupou agradecimentos. Ele credenciou Thompson como a pessoa que salvou a vida dele, depois de aceitá-lo na universidade mesmo tendo sido preso por uma briga em um boliche e Brown como o cara que transformou ele de um jogador “ok” (nas palavras de Iverson) para um MVP.

Mas não foi só isso. Além de Michael Jordan, por ter sido seu modelo, ele também citou os rappers Tupac e Notorious B.I.G e Michael Jackson, além de seus amigos e também seus ex-amigos, “por mostrar sua verdadeira face”.

Se Iverson fez um discurso mais emocionante, Shaq foi o comediante de sempre.

“Kobe Bryant, uma pessoa que me empurrou e ajudou a ganhar três títulos seguidos. E também me ajudou a ser empurrado para fora do time e trocado para Miami”

“Gostaria de agradecer Nick Anderson por errar aqueles quatro arremessos de lance livre seguidos na minha primeira final da NBA. Estou só brincando Nick. Quando estava escrevendo o discurso, eu pensei ‘Sabe o que? Seria bem engraçado se um péssimo arremessador de lances livres criticasse um ruim”. Ele ainda disse que preferia ir para o Hall da Fama sendo ruim nos lances livres que tentar o arremesso de lavadeira de Rick Barry, também membro do Hall.

Yao Ming também não fugiu da brincadeira: “quando soube que falaria primeiro esta noite, achei que alguém tinha cometido um erro. Acho que este lugar pertence ao grande Allen Iverson. Sabe por que? Porque eu preciso treinar mais que ele”, fazendo referência à famosa coletiva de imprensa que o jogador dos Sixers desmerece a importância de falar sobre treinamentos, repetindo seguidamente de forma desacreditada “estamos falando de treinos?” .

 

Ming escolheu ser apresentado por lendas de sua posição: Bill Russell, Dikembe Mutombo e Bill Walton e entregou uma das frases mais bonitas da noite: “Eu sou um texano e um Houston Rocket para o resto da vida”.

Os outros homenageados da noite foram o árbitro e dirigente da NBA Darell Garretson, o dono do Chicago Bulls Jerry Reinsdorf, o jogador Cumberland Posey (grande nome das Negro Leagues), a lenda da WNBA Sheryl Swoopes, o pivô da ABA e NBA Zelmo Beaty e o treinador de Michigan State, Tom Izzo e o também treinador John McLendon.

Popular

Copyright © 2015-2021 - https://www.quintoquartobr.com/

+18 Jogue com responsabilidade


Copyright QuintoQuartoBR

To Top