NBA

All-Star Game 2020: Team LeBron vence Team Giannis em All-Star Game sensacional

team lebron lebron james all star game 2020

Team LeBron 157 x 155 Team Giannis – Formato aprovado, final incrível

O novo modelo do All-Star Game funcionou perfeitamente. E Kobe Bryant assinaria embaixo a disputa dos dois times pela vitória, mesmo que esportivamente ela não valesse tanto. O Team LeBron venceu o Team Giannis por apenas dois pontos, com um lance livre de Anthony Davis para selar a vitória.

O Team Giannis começou com nove pontos de vantagem o último quarto e como previa o regulamento, precisava fazer 24 pontos (homenagem a Bryant) para alcançar a vitória. Precisando correr atrás do prejuízo sofrido nos três quartos anteriores, o Team LeBron foi com tudo e matou a diferença.

No último quarto ficou claro que a motivação de alcançar os 24 pontos e o prêmio maior para a instituição escolhida estava motivando os atletas. E os titulares assumiram a bronca no último quarto, nem saindo de quadra. Nos últimos minutos especialmente foram vistas cenas de um jogo de temporada regular.

    • Reclamação com os juízes (LeBron e o eterno reclamão Chris Paul)
    • Tempos para armar jogadas dos treinadores
    • Nervosismo, turnovers, defesas imponentes
    • Jogadores cavando faltas e até carga (Kyle Lowry se deu bem)
    • Pane mental de James Harden no momento decisivo
    • Trocas na marcação.

E em uma troca na marcação, Anthony Davis foi marcado por Kyle Lowry e LeBron viu, lançando a bola para o seu companheiro de Lakers. O Team LeBron só precisava de um ponto e o monocelha errou o primeiro, mas acertou o segundo e deu a vitória a sua equipe. Aprovadíssimo o novo formato.

Kawhi Leonard foi o MVP da partida, com 30 pontos, 8 bolas de três e marcação voraz.

Lances legais do final da partida

Joel Embiid com um lance de Hakeem Olajuwon para cima de LeBron

Kawhi e AD deixando a rivalidade de LA de lado

Toco de Giannis em LeBron

 

Atualizações da sexta e do sábado do All-Star Weekend

o torneio de enterradas mais uma vez foi polêmico e de novo Aaron Gordon terminou sem o troféu. Em sua enterrada mais incrível ele enterrou voando sobre Tacko Fall, de 2,26m.

Mas os jurados não ficaram tão impressionados com mostra de força de Gordon, preferindo a habilidade de Derrick Jones Jr. O jogador do Heat venceu por apenas um ponto (198 x 197)

Substituindo Damian Lillard, Devin Booker mostrou logo de cara que queria mais um troféu no arremesso de 3 pontos. Ele garantiu sua vaga na final contra Buddy Hield e Davis Bertans e logo fez 26 pontos na rodada. Mas Buddy Hield foi clutch, acertando 4 das 5 bolas especiais, que pontuavam em dobro, para vencer a competição.

 

A final do Skills Challenge foi entre dois bigs e Bam Adebayo mostrou toda sua velocidade e acertou o arremesso de três antes que Domantas Sabonis para ganhar o troféu

Rising Stars Challenge: Team USA 151 x 131 Team World

O jogo não importa tanto. O que importa são os momentos marcantes: Luka Doncic e sua bomba do meio da quadra

E 500 enterradas de todos os jeitos e formas. Ja Morant e Zion Williamson estavam afinados.

Miles Bridges foi o MVP do jogo com 20 pontos, 5 rebotes e 5 assistências

 

Quem jogará no All-Star Game 2020?

Pelo terceiro ano seguido, LeBron James é um dos capitães. Já Giannis Antetokounmpo teve essa honra pela segunda vez consecutiva. Como já é habitual, os dois jogadores de backcourt e três jogadores de frontcourt mais votados de cada conferência foram definidos como titulares. Os reservas foram escolhidos pelos treinadores.

Do lado Oeste, para o Team LeBron, o treinador será Frank Vogel, também dos Lakers. Do lado Leste, do team Giannis, o treinador é Nick Nurse, do Toronto Raptors. Normalmente os treinadores são dos times que lideram as conferências, mas Mike Budenholzer, líder do Leste com os Bucks, já treinou no All-Star Game de 2019. Por isso estava inelegível.

A partir disso, as conferências são jogadas no lixo e tanto LeBron quanto Giannis escolheram seus jogadores para disputar o All-Star Game 2020. Estes são os times:

Team LeBron

LeBron James – Los Angeles Lakers
Anthony Davis – Los Angeles Lakers
Kawhi Leonard – Los Angeles Clippers
Luka Doncic – Dallas Mavericks
James Harden – Houston Rockets

Reservas

Ben Simmons – Philadelphia 76ers
Nikola Jokic – Denver Nuggets
Jayson Tatum – Boston Celtics
Chris Paul – Oklahoma City Thunder
Russell Westbrook – Houston Rockets
Domantas Sabonis – Indiana Pacers
Devin Booker – Phoenix Suns (entrou no lugar de Damian Lillard, lesionado)

Team Giannis

Giannis Antetokounmpo – Milwaukee Bucks
Joel Embiid – Philadelphia 76ers
Pascal Siakam – Toronto Raptors
Kemba Walker – Boston Celtics
Trae Young – Atlanta Hawks

Reservas

Khris Middleton – Milwaukee Bucks
Bam Adebayo – Miami Heat
Rudy Gobert – Utah Jazz
Jimmy Butler – Miami Heat
Kyle Lowry – Toronto Raptors
Brandon Ingram – New Orleans Pelicans
Donovan Mitchell – Utah Jazz

Este foi um ano de grande renovação, com nove atletas recebendo essa honra de jogar no All-Star Game pela primeira vez: Trae Young, Luka Doncic, Donovan Mitchell, Brandon Ingram, Rudy Gobert, Domantas Sabonis, Jayson Tatum, Bam Adebayo, Pascal Siakam. A efeito de comparação, no All-Star Game de 2019 e 2018 foram 5 e 6 novatos, respectivamente.

Regras do All-Star Game mudaram

Vamos lá que esta aqui vai ser difícil. Esquece a forma como o All-Star Game era jogado, similar a um jogo de temporada regular e playoffs. Quem vencer o primeiro quarto levará 100 mil dólares para a instituição de caridade que escolher e se terminar empatado, 50 mil para cada lado. Mesma coisa no segundo e no terceiro quarto.

Vamos colocar em números para ser mais fácil.

30 a 28 para o Team LeBron no primeiro quarto, US$ 100 mil para o Team LeBron.

35 a 15 para o Team Giannis no segundo quarto, US$ 100 mil para o Team Giannis.

30 a 30 no terceiro quarto, US$ 50 mil para cada lado.

E no fim do terceiro quarto, soma-se os três placares (93 a 75 para o Team Giannis no caso). E, em homenagem a Kobe Bryant, coloca-se 24 pontos sobre os pontos do time que está liderando. No caso, 93 + 24, 117. Quem chegar primeiro a 117, vence o All-Star Game.

Entendeu? A premiação daí será US$ 500 mil para a caridade do time vencedor e US$ 100 mil para a caridade do time perdedor.

Outros eventos do All-Star Weekend

Já detalhamos tudo do All-Star Game, agora podemos falar do resto. Na sexta-feira, 14 de fevereiro, teremos um jogo de celebridades e o já tradicional Rising Stars Challenge, com atletas de primeiro e segundo ano da NBA. Teremos um duelo Team World contra Team USA. Os jogadores serão:

Team USA

Miles Bridges – Charlotte Hornets
Devonte’ Graham – Charlotte Hornets
Ja Morant – Memphis Grizzlies
Jaren Jackson Jr. – Memphis Grizzlies
Zion Williamson – New Orleans Pelicans
Kendrick Nunn – Miami Heat
Eric Paschall – Golden State Warriors
P. J. Washington – Charlotte Hornets
Trae Young – Atlanta Hawks

Team World

Collin Sexton – Cleveland Cavaliers
Nickeil Alexander-Walker – New Orleans Pelicans
Deandre Ayton – Phoenix Suns
RJ Barrett – New York Knicks
Brandon Clarke – Memphis Grizzlies
Luka Doncic – Dallas Mavericks
Shai Gilgeous-Alexander – Oklahoma City Thunder
Rui Hachimura – Washington Wizards
Josh Okogie – Minnesota Timberwolves
Svi Mykhailiuk – Detroit Pistons
Moritz Wagner – Washington Wizards

Zion Williamson e Collin Sexton substituem Wendell Carter Jr. e Tyler Herro, ambos lesionados. Tanto Trae Young como Luka Doncic irão participar mesmo que já estejam na mesa dos “adultos” do All-Star Game.

Os três eventos do sábado são o Skills Challenge, Torneio de Três Pontos e o Torneio de Enterradas. Vamos aos participantes.

Skills Challenge (Desafio de Habilidade)

Bam Adebayo – Miami Heat
Patrick Beverley – Los Angeles Clippers
Spencer Dinwiddie – Brooklyn Nets
Shai Gilgeous-Alexander – Oklahoma City Thunder (substitui Derrick Rose, lesionado)
Khris Middleton – Milwaukee Bucks
Domantas Sabonis – Indiana Pacers
Pascal Siakam – Toronto Raptors
Jayson Tatum – Boston Celtics

Torneio de Três Pontos

 

Davis Bertans – Washington Wizards
Devonte’ Graham – Charlotte Hornets
Joe Harris – Brooklyn Nets
Buddy Hield – Sacramento Kings
Zach LaVine – Chicago Bulls
Devin Booker – Phoenix Suns (substitui Damian Lillard, lesionado)
Duncan Robinson – Miami Heat
Trae Young – Atlanta Hawks

Torneio de Enterradas

Pat Connaughton – Milwaukee Bucks
Aaron Gordon – Orlando Magic
Dwight Howard – Los Angeles Lakers
Derrick Jones Jr. – Miami Heat

Comments
To Top