A disputa particular entre LeBron James e Stephen Curry até o final da temporada da NBA

Antônio Henrique Pires Collar | 06/03/2024 - 15:58

Stephen Curry, LeBron James, Luka Doncic, Domantas Sabonis e Kevin Durant. Parece a escalação de um time do All-Star da NBA, mas na verdade esta é a lista de estrelas que tentam fugir do Play-in e garantir uma vaga direta nos próximos Playoffs. As equipes envolvidas na disputa ainda têm nomes do calibre de Klay Thompson, Anthony Davis, Kyrie Irving, De'Aaron Fox e Devin Booker. Juntos, eles combinam para 79 participações no Jogo das Estrelas.

A pouco mais de um mês para o final da temporada regular, a tabela apresenta a seguinte situação: Golden State Warriors (10º), Los Angeles Lakers (9º), Dallas Mavericks (8º), Sacramento Kings (7º) e Phoenix Suns (6º). Destes, somente os Suns conseguiriam a classificação se o campeonato terminasse como está. Ainda assim, a vantagem para os Kings é de apenas uma vitória.

O equilíbrio na briga pelas últimas vagas deve se estender até o final. Mesmo que o tempo esteja se aproximando do fim, não é possível descartar nem os Warriors como candidatos à sexta colocação. A diferença para Phoenix é de três jogos, e Golden State está entre os que mais venceram recentemente, com 70% de aproveitamento nas últimas 10 partidas.

Se as coisas se definissem hoje, teríamos um confronto entre LeBron James e Stephen Curry logo de cara. E o duelo sequer garantiria um dos dois na primeira rodada, já que o vencedor ainda precisaria enfrentar mais um jogo, enquanto o eliminado daria adeus à competição. Algo diferente do que aconteceu em 2021, quando os Lakers avançaram e os Warriors ainda tiveram outra chance – na ocasião, as equipes haviam terminado em sétimo e oitavo, respectivamente.

LeBron James ou Stephen Curry, quem tem mais chances?

A distância para a posição ocupada pelos Suns (36-26) é de três jogos para os Warriors (32-28), dois e meio para os Lakers (34-29), dois para os Mavericks (34-29) e um para os Kings (34-26). Para entender melhor, o cálculo é feito a partir do aproveitamento de cada um, já que na maioria dos casos é comum que alguns times já tenham entrado em quadra mais vezes do que outros.

Uma ferramenta que ajuda a projetar o caminho dos desafiantes é a do site Tankathon. Com base na campanha dos adversários que ainda restam para os 30 times, ele estabelece um ranking de quem terá a tabela mais fácil e mais difícil até o encerramento da temporada regular. E as notícias são boas para quem está secando o Phoenix Suns, pois a projeção é de que Durant e Booker tenham a sequência mais complicada em toda a NBA.

Os torcedores dos Warriors também têm outros motivos para ficarem otimistas. A expectativa é de que Stephen Curry e companhia tenham o calendário mais tranquilo do Oeste até o final, com os Mavs logo em seguida. Quem quer ver LeBron James de volta na pós-temporada precisa saber desde já que a missão não será fácil: espera-se que os Lakers tenham o quinto pior trajeto da conferência para percorrer até abril, o oitavo mais complicado da NBA.

Como será o caminho dos times da NBA até abril

6º Suns (tabela mais difícil da NBA)

Últimos 10 jogos: 5 vitórias e 5 derrotas

Adversários mais difíceis: Boston Celtics (dusa vezes), Minnesota Timberwolves (duas vezes), Oklahoma City Thunder, Denver Nuggets, Milwaukee Bucks e Cleveland Cavaliers

Adversários mais fáceis: San Antonio Spurs (duas vezes), Charlotte Hornets, Toronto Raptors e Atlanta Hawks

7º Kings (14ª tabela mais difícil da NBA, 9ª mais difícil do Oeste)

Últimos 10 jogos: 5 vitórias e 5 derrotas

Adversários mais difíceis: Boston Celtics, Oklahoma City Thunder, Milwaukee Bucks, Los Angeles Clippers, New Orleans Pelicans e Phoenix Suns

Adversários mais fáceis: Washington Wizards, San Antonio Spurs, Brooklyn Nets, Altanta Hawks e Portland Trail Blazers (duas vezes)

8º Mavericks (25ª tabela mais difícil da NBA, 14ª do Oeste)

Últimos 10 jogos: 5 vitórias e 5 derrotas

Adversários mais difíceis: Oklahoma City Thunder (duas vezes), Denver Nuggets, Miami Heat (duas vezes), Sacramento Kings (duas vezes), Golden State Warriors (três vezes)

Adversários mais fáceis: Detroit Pistons (duas vezes), San Antonio Spurs, Charlotte Hornets, Houston Rockets (duas vezes), Atlanta Hawks, Utah Jazz (duas vezes)

9º Lakers (8ª tabela mais difícil da NBA, 5ª do Oeste)

Últimos 10 jogos: 7 vitórias e 3 derrotas

Adversários mais difíceis: Minnesota Timberwolves (duas vezes), Milwaukee Bucks (duas vezes), Cleveland Cavaliers, Los Angeles Clippers e Phoenix Suns (duas vezes)

Adversários mais fáceis: Washington Wizards, Memphis Grizzlies (duas vezes), Toronto Raptors, Brooklyn Nets e Atlanta Hawks

10º Warriors (26ª tabela mais difícil da NBA, 15ª do Oeste)

Últimos 10 jogos: 7 vitórias e 3 derrotas

Adversários mais difíceis: Minnesota Timberwolves, Milwaukee Bucks, New Orleans Pelicans, New York Knicks, Orlando Magic e Miami Heat

Adversários mais fáceis: San Antonio Spurs (três vezes), Charlotte Hornets, Portland Trail Blazers, Memphis Grizzlies, Houston Rockets e Utah Jazz (duas vezes)

Escrito por Antônio Henrique Pires Collar
Formado em jornalismo pela PUCRS e em Basketball Analytics pela Sports Management Worldwide. Com passagem de 6 anos e meio pela editoria de Esportes do jornal Zero Hora e do portal GZH, de Porto Alegre.