UFC

UFC 281 Resultados – Adesanya x Pereira – 12/11

UFC 281 Resultados - Adesanya x Pereira - 12/11

Na noite deste sábado (12), o UFC 281 movimentou o Madison Square Garden, em Nova York. No evento, destaque para a luta principal, entre Israel Adesanya x Alex Poatan Pereira, que disputam o cinturão dos médios. Além disso, no combate anterior, Carla Esparza e Zhang Weili se enfrentaram pelas “palhas”. Vale destacar também as presenças dos brasileiros Wellington Turman e Renato Moicano. Confira, a partir de agora, os detalhes de cada duelo.

UFC 281 Resultados – Adesanya x Pereira

Card Principal UFC 281

🇳🇬 Israel Adesanya x Alex Poatan 🇧🇷 – nigeriano dominou, mas no final não aguentou a pressão do brasileiro

A luta principal do UFC 281, que valia o cinturão entre os médios, começou com Poatan lançando uma voadora sobre Adesanya, mas o nigeriano conseguiu escapar e revidou com chutes na parte inferior do brasileiro, que também fez o mesmo e em maior quantidade. No entanto, o primeiro golpe do africano encaixou perfeitamente.

Em seguida, no 2º round, Adesanya seguiu no controle da luta, até que Poatan encaixou a mão esquerda no rosto do nigeriano. O brasileiro tentou mais um soco, mas dessa vez Adesanya se livrou bem e ainda conseguiu levar Poatan ao corner, na tentativa de derrubá-lo. Na metade final, a luta ficou ainda mais aberta, com socos de ambas as partes e com queda provocada por Poatan.

No 3º round, Adesanya seguiu melhor no combate, com mais socos e, mesmo com mais uma tentativa de queda de Poatan, o nigeriano conseguiu cair por cima e ainda encaixou alguns socos sobre o brasileiro. Em seguida, o combate ficou ainda mais estudado, mas ainda sob o domínio de Adesanya.

Por fim, o domínio do lutador africano acabou quando Alex Poatan voltou para o 5º round bem mais agressivo, o que deixou o então detentor do cinturão refém dos chutes e socos do brasileiro. Até que, após sequência de golpes junto à grade, Israel Adesanya foi nocauteado e a vitória ficou para Poatan, o novo dono do cinturão entre os médios.

🇺🇸 Carla Esparza x Zhang Weili 🇨🇳 – vacilou, a chinesa levou

Pela disputa do cinturão peso-palha feminino, Esparza e Zhang se mostraram bem nas habilidades que a oponente é bem melhor, algo que surpreendeu a todos no Madison Square Garden. Em seguida, no 2º round, Esparza conseguiu a queda, mas Zhang fez ótima defesa de seu corpo e ainda travou o braço da oponente. Com isso, facilitou para a chinesa encontrar a posição perfeita para uma finalização, por mata-leão e, assim, ficar com o cinturão da categoria novamente.

🇺🇸 Dustin Poirier x Michael Chandler 🇺🇸 – duelo de tirar o fôlego e vitória surpreendente

Desde o 1º round, Poirier e Chandler travaram um combate épico, com duros golpes e socos precisos, em um confronto bem aberto. No 2º round, Chandler dominou, levou o oponente ao solo e tudo indicava que a vitória iria sair a qualquer momento.

No entanto, o último round reservou a remontada de Poirier. Com um mata-leão, após grande pressão de Chandler, a finalização aconteceu e Dustin Poirier levou a vitória, em um dos melhores combates da noite.

🇺🇸 Frankie Edgar x Chris Gutierrez 🇺🇸 – beijou o joelho

Em um começo incisivo de Gutiérrez, Edgar ficou refém de seu oponente e tentou, na sequência, encaixar alguns golpes. No entanto, Gutiérrez cravou uma joelhada e venceu o ex-campeão do UFC, em sua maior vitória até aqui na organização. Vale ressaltar que esta foi a última luta de Frankie Edgar pelo UFC, que se aposentou e irá entrar para o Hall da Fama.

🇳🇿 Dan Hooker x Claudio Puelles 🇵🇪 – peruano pagou o preço de tanta ousadia

Após um começo com tentativas de chutes dos dois lados, Puelles conseguiu, de forma mágica, levar Hooker ao solo, onde o peruano é melhor, na tentativa de conseguir a chave de perna. Mesmo com o neozelandês em pé, Puelles seguiu na tentativa de conduzir o combate ao solo.

No 2º round, Hooker começou saindo bem das investidas de Puelles nas pernas. Até que, foi segurado, mas conseguiu escapar. Na sequência, com ambos no solo, Hooker ficou por cima, o que complicou as investidas de Puelles. Porém, o duelo teve o final decretado após as investidas de Hooker na altura do abdômen do peruano, principalmente com chutes, o que lhe impossibilitou de continuar. Assim, a vitória ficou com o lutador neozelandês.

Card Preliminar UFC 281

🇳🇿 Brad Riddell x Renato Moicano 🇧🇷 – Remontada surpreendente do brasileiro

Na metade inicial do 1° round, muito estudo e poucos golpes, o que logo virou para um princípio de domínio de Brad Riddell. No entanto, com menos de dois minutos para o fim do assalto, Moicano encaixou alguns socos e, em seguida, levou a luta para o corner, onde, por cima, conseguiu aplicar finalização sobre o neozelandês, que estava com um mar de sangue no rosto. Com isso, exatamente aos 3m20s, o árbitro parou o combate e decretou vitória do brasileiro.

🇺🇸 Dominick Reyes x Ryan Spann 🇺🇸 – Um soco mortal e vencedor

Com um começo espetacular, Ryan Spann precisou de apenas 1m20s para liquidar a fatura. Após início com golpes fortes e tentativas de guilhotina, Spann acertou um soco fatal, que levou Reyes ao solo e apagado, cravando assim, um nocaute perfeito.

🇺🇸 Erin Blanchfield x Molly McCann 🏴󠁧󠁢󠁥󠁮󠁧󠁿 – uma tempestade de socos

Durante boa parte do 1º round, Molly McCann sofreu várias sequências de golpes no rosto, desferidos por Blanchfield, que estava por cima da inglesa. Até que, dentro dos dois minutos finais, o árbitro decidiu encerrar a luta e decretar a vitória para a americana Erin Blanchfield.

🇺🇸 Andre Petroski x Wellington Turman 🇧🇷 – brasileiro não suportou a pressão no solo

No começo da luta, Turman até conseguiu bons golpes, mas logo foi dominado por Petroski. Em seguida, o americano tentou levar o combate para o solo, onde tentou, por várias vezes a imobilização do brasileiro.

O mesmo cenário se repetiu no 2º round, porém, com Turman equilibrando as ações em alguns momentos. Mesmo por baixo e sob domínio do americano, o brasileiro tentou golpes, mas sem muito êxito.

Por fim, nos instantes iniciais do 3º round, Wellington Turman seguiu passando sufoco para Petroski, com o americano, a todo custo, na busca pela finalização. No entanto, o brasileiro soube se defender e escapar das investidas do oponente. Em seguida, na tentativa de Turman escapar da luta no solo, Petroski aplicou mais duas quedas e, em seguida, conduziu o duelo para o corner mais uma vez. Assim, por decisão unânime dos jurados, Andre Petroski levou a melhor.

🇺🇸 Matt Frevola x Ottman Azaitar 🇲🇦 – trocação insana e mão pesada do americano

Após muito estudo e alguns golpes de cada lado, o duelo não passou da metade, exatamente, do 1º round. Depois de grande trocação entre os dois, a mão esquerda de Frevola carimbou o rosto de Azaitar, que foi ao solo, o suficiente para o árbitro encerrar a luta e dar a vitória para o americano.

🇵🇱 Karolina Kowalkiewicz x Silvana Gomez Juarez 🇦🇷 – duelo bem movimentado no solo e em pé

Com menos de dois minutos de luta, Kowalkiewicz levou o combate para o solo e tentou dominar Juárez, na busca da finalização, tanto por cima como por baixo da argentina. Além disso, a polonesa desferiu golpes importantes para a pontuação do round.

Mesmo em um duelo mais equilibrado e estudado no 2º round, Kowalkiewicz seguiu sendo melhor na luta, com uma ligeira melhora, em pé, de Juarez. Na metade final do assalto, a argentina ainda conseguiu encaixar mais golpes, mas sem tirar a superioridade da polonesa, que encerrou com golpes de joelho no corner.

Por fim, no último round, Juárez acertou mais golpes significativos, em relação aos assaltos anteriores, mesmo com o equilíbrio ainda no combate. Em seguida, Kowalkiewicz levou a oponente ao solo e tentou, mais uma vez, a finalização, mas sem sucesso. Mesmo assim, Karolina Kowalkiewicz venceu, por decisão unânime dos jurados.

🇺🇸 Michael Trizano x Seung Woo Choi 🇰🇷 – ambos deram a vida no octógono

No primeiro embate entre os lutadores, ambos foram ao solo pelo soco do oponente, de forma simultânea. Na sequência, Trizano carimbou Choi novamente e o coreano colocou novamente as costas no chão. Em resposta, Choi aplicou sequência de socos, que levou o americano ao corner. No entanto, faltando 10 segundos para o fim do 1º round, Michael Trizano carimbou o coreano mais uma vez e, por nocaute técnico, levou a vitória.

🇺🇸 Julio Arce x Montel Jackson 🇺🇸 – Equilíbrio no início, domínio no final

Com os lutadores em ligeiro equilíbrio durante dos dois primeiros rounds, a chave virou nos cinco minutos finais. Montel Jackson, com um golpe de esquerda, derrubou Julio Arce no solo e, por lá, dominou o oponente. Com isso, por decisão unânime dos jurados, Jackson levou a melhor e venceu a terceira luta seguida entre os galos.

🇳🇿 Carlos Ulberg x Nicolae Negumereanu 🇷🇴 – Canhota poderosa

Após um início de muito estudo, Carlos Ulberg começou a conectar golpes significativos sobre Negumereanu. Na sequência, o neozelandês carimbou a esquerda no romeno e fechou o combate com nocaute.

Foto destaque: Divulgação/UFC

Popular

Copyright © 2015-2021 - https://www.quintoquartobr.com/

+18 Jogue com responsabilidade


Copyright QuintoQuartoBR

To Top