Entrevistas

Exclusivo! Ariane Lipski diz: “Vejo que a minha técnica vai ser a chave para vencer essa luta”

Exclusivo! Ariane Lipski diz: "Vejo que a minha técnica vai ser a chave para vencer essa luta"

Ariane Lipski, vem se preparando para o duelo contra Priscila Cachoeira(Pedrita) que acontece no dia 6 de agosto. Além disso, a lutadora de 28 anos faz sua primeira luta em 2022. Contudo, na correria da preparação para luta do início do mês. Lipski reservou um tempo na sua agenda para falar com a equipe do Quinto Quarto.

Preparação para o duelo contra Pedrita

Antes de mais nada, Ariane iniciou o a conversa comentando sobre seu próximo confronto que acontece em breve. Nesse sentido, a Curitibana comentou sobre a estrutura do seu camp e a participação da sua equipe nas vésperas da luta.

“Minha preparação para próxima luta tem sido incrível!
Ainda mais, a cada luta eu tento me superar, dar o meu melhor mas em um nível maior do que a luta anterior. Além disso, com o trabalho de correções que temos feito, a cada training camp sinto que entendo mais qual o meu estilo de luta, quais golpes e posições são o meu forte, também trabalhando muito nas falhas cometidas. Porém, tenho trabalhado para estar mais forte e mais condicionada com o auxílio de todo o meu time: Renato, Conan e toda a estrutura da ATT tenho um training camp de altíssimo nível.” – Afirmou Lipski antes de comentar sobre como será sua estratégia para luta

“Vejo que a minha técnica vai ser a chave para vencer essa luta, vou estar preparada para qualquer situação. Contudo, acredito que o estilo da minha oponente favorece meu estilo e tem tudo para ser uma luta muito empolgante, pelo fato de nós duas termos estilos agressivos e sermos da luta em pé a luta promete muita trocação.”- Disse a brasileira

Evolução e saudades do cage

A princípio, Ariane Lipski comentou como está sendo a evolução do seu jogo para o próximo confronto. A lutadora fez questão de falar da sua evolução nos treinos e foco durante os treinamentos. Todavia, a brasileira também destacou algumas características diferentes do seu camp.

“Durante toda a minha carreira trabalho para continuar evoluindo, sinto que meu jogo esta ficando cada vez mais sólido, acredito que tenho muita coisa para aprender , tem muitas técnicas que treino há anos com o meu professor que eu aplico bem nos sparrings. Contudo, ainda não consegui mostrar na luta então a cada competição sai um pouco melhor, pretendo manter isso nas próximas lutas trazendo o aprimoramento, de forma paciente porque a evolução em todas as áreas do mma é algo bastante complexo. Porém, Trabalhamos muito para estar em constante evolução e sempre com alguma carta nova na manga.” – Ariane também comentou como foi lidar com seu período de inatividade  vale lembrar que a atleta da America Top Team está desde de setembro sem pisar no cage.

“Foi difícil, a última vez que fiquei tanto tempo assim foi antes da minha estreia no UFC e também não foi fácil, mas dessa vez eu consegui me manter treinando melhor, com treinos adaptados mas continuei trabalhando para evoluir. Nem todos os dias estava motivada, tinha dias que sentia muita dor nos treinos e queria parar, mas tive o apoio total da minha equipe nesse período, ninguém deixou eu me desmotivar por aqui e continuamos trabalhando de forma inteligente mesmo durante o tratamento da lesão. Quando voltei aos treinos não foi tão difícil a readaptação.” Frisou a ex- campeã do KSW 

Possibilidades para o confronto e nova luta em 2022 para Ariane Lipski

Na sequência, Ariane deu sua visão de como ele vê a luta acontecendo. Nesse sentido, a brasileira ela irá focada para dar seu melhor no evento, mesmo sabendo que do poder de nocaute dela e de Pedrita: “Eu entro em todas as minhas lutas procurando vencer por KO ou finalização. Todavia também tenho trabalhado muito na minha paciência durante a luta para achar os momentos certos. No momento para mim, o mais importante do que estar pensando em prever o que vai acontecer é estar focada no plano de luta.” – destacou Ariane Lipski antes de dizer se pretende lutar em 2022.”

“Sim, com certeza quero fazer mais uma luta esse ano. Ou quantas minha equipe permitir (Risos), no que depender de mim eu quero sempre estar lutando. Mas tudo vai depender de como será minha próxima luta e vamos uma de cada vez. Porém, acredito que a decisão final para avaliar se estou pronta é dos meus treinadores, confio totalmente neles. Porém, eles sabem que eu sou uma atleta que gosta de manter uma boa frequência. Pois vou me sentindo cada vez mais confortável e curtindo dar o meu melhor lá dentro para dar show e motivar toda a galera a tentar o seu melhor também.” – Finalizou a lutadora

Foto destaque: Reprodução/ Arquivo pessoal 

Popular

Copyright © 2015-2021 - https://www.quintoquartobr.com/

+18 Jogue com responsabilidade


Copyright QuintoQuartoBR

To Top