Valanciunas brilha e Lituânia vence a Eslovênia pela Copa do Mundo de Basquete

André Merice | 07/09/2023 - 11:59

Na manhã desta quinta-feira (7), no Mall of Asia Arena, em um confronto muito disputado, a Lituânia emergiu como vencedora, derrotando a forte Eslovênia, com o placar final de 100 x 84.

Apesar da derrota, o grande cestinha da partida foi Dončić, que liderou a Eslovênia com 29 pontos e seis rebotes. Do outro lado, Valanciunas foi o cara, com 24 pontos e 12 assistências.

O jogo

A partida teve um início eletrizante, com a Lituânia demonstrando todo o seu poder desde o primeiro quarto. Sob a liderança magistral do pivô Jonas Valanciunas, a equipe lituana praticamente não errava, ao passo que a Eslovênia, em um momento de pressão, falhava e via a desvantagem no placar se ampliar rapidamente, com o marcador indicando 33 x 21.

No segundo período, a Eslovênia conseguiu reagir. Com o talento de Luka Dončić, a seleção levou a melhor, com dois pontos a mais (22 x 20). O placar, no entanto, ainda era favorável a Lituânia, 53 x 43.

O terceiro quarto viu mais reviravoltas, com a Lituânia tomando a liderança em alguns momentos e a Eslovênia buscando o jogo. O duelo entre Dončić e Valanciunas era um espetáculo à parte, com dribles espetaculares, arremessos certeiros e passes precisos. No fim, os lituanos levaram mais uma, com o placar mostrando 75 x 63.

A partida foi decidida nos minutos finais, quando a Lituânia conseguiu abrir uma grande vantagem no placar, aproveitando ao máximo seus arremessos de três pontos e lances livres. A Eslovênia fez uma última tentativa desesperada, mas a defesa sólida dos lituanos manteve a equipe adversária sob controle. O apito final ecoou pelo ginásio, o placar marcava 100 x 84, com a Lituânia emergindo como vencedora.

LEIA TAMBÉM:

+ Copa do Mundo de Basquete: Paolo Banchero acirra rixa entre EUA e Itália

++ Copa de Basquete: Sérvia avança e dedica vitória a jogador que perdeu o rim

Escrito por André Merice
No Quinto Quarto desde janeiro de 2021, André Merice cursa o 7º período de jornalismo na Universidade de Ribeirão Preto. Apesar de ser torcedor do São Paulo Futebol Clube, André se encontrou na área dos esportes americanos e hoje se tornou torcedor LeBron James e um admirador de Stephen Curry, o "Víbora".