XFL

XFL: tudo o que você precisa saber sobre a semana 1 da nova liga

Cardale Jones, quarterback do D.C. Defenders, time da XFL

Muitos fãs de futebol americano talvez nem saibam ainda, mas a XFL estreou neste final de semana. A nova liga chega para preencher um vácuo de bola oval no calendário depois do Super Bowl, a decisão da National Football League, e o sábado (8) e domingo (9) reservaram jogos interessantes.

Lembrando que a XFL tem algumas regras diferentes, como a inexistência do chute no ponto extra, sendo possível marcar mini-TDs valendo 1, 2 ou 3 pontos após o TD, e algumas mudanças em kickoffs e punts, entre outras diferenças em relação à NFL.

Ao todo, a liga é composta por oito franquias. A XFL terá 10 semanas de temporada regular, com os playoffs começando no dia 19 de abril, com dois jogos, e a final da XFL estando marcada para o dia 26 de abril.

São duas divisões:

  • Leste: New York Guardians, DC Defenders, Tampa Bay Vipers e St. Louis BattleHawks;
  • Oeste: Seattle Dragons, Los Angeles Wildcats, Dallas Renegades e Houston Roughnecks;

Pensando nos fanáticos por futebol americano que acompanharam pouco a semana 1 da XFL, o Quinto Quarto traz um resumo de cada um dos quatro jogos do final de semana. E vamos a um vapt-vupt com alguns lances inclusos.

DC Defenders (1-0) 31 x 19 Seattle Dragons (0-1)

Em um dos jogos mais legais e movimentados do final de semana, o DC Defenders aproveitou o mando de campo no Audi Field e derrotou o Seattle Dragons. Foram três touchdowns e três turnovers forçados nos dois quartos finais para vencer o jogo de abertura da temporada 2020 da XFL.

Os Defenders foram liderados pelo quarterback Cardale Jones, ex-Universidade de Ohio State e ex-NFL. Selecionado na quarta rodada do draft de 2016 da NFL, Jones acertou 16 passes de 26 para 291 jardas e dois touchdowns, ambos no terceiro quarto.

Quem também se destacou do lado de DC foi o wide receiver Eli Rogers, que atuou por três anos no Pittsburgh Steelers. O recebedor agarrou todas as seis bolas lançadas em sua direção para 73 jardas, maior marca do time.

O cornerback Bradley Sylve anotou um touchdown de 69 jardas após interceptação e ajudou os defenders.

Do lado dos Dragons, o quarterback Brandon Silvers fez uma partida de muitos altos e baixos, saindo de campo com 21 passes de 40 para 217 jardas, três TDs e duas INTs.

E teve direito até a touchdown em punt bloqueado neste jogo.

– Confira os melhores momentos da partida:

Houston Roughnecks (1-0) 37 x 17 Los Angeles Wildcats (0-1)

No jogo que fechou as atividades no primeiro sábado de XFL, os Roughnecks sobraram para cima dos Wildcats e venceram pelo placar de 37 a 17.

O destaque ficou por conta da atuação do quarterback P.J. Walker, da equipe de Houston. Ele, que entrou na NFL em 2017 sem ser draftado e passou um tempo no elenco de treinamento do Indianapolis Colts, acertou 23 passes de 39 para 272 jardas e quatro TDs.

Os Roughnecks chegaram a estar perdendo por 17 a 12, mas marcaram 25 pontos consecutivos e viraram o placar para 37 a 17.

Walter iniciou o jogo já com uma pedrada para Cam Philips, conectando um lançamento de 50 jardas para TD logo em seu segundo passe na partida.

Do lado dos Wildcats, ao menos um jogador teve motivos para celebrar na noite: o wide receiver Nelson Spruce, que fez 11 recepções para 103 jardas.

O quarterback Charles Kanoff, do time de L.A., acertou 21 passes de 40 para 214 jardas, um touchdown e uma interceptação.

– Confira os melhores momentos da partida:

New York Guardians (1-0) 23 x 3 Tampa Bay Vipers (0-1)

No primeiro jogo do domingo, tivemos o duelo mais desequilibrado da semana 1 da XFL, com os nova-iorquinos dominando a partida no MetLife Stadium e vencendo por 20 pontos de vantagem, cedendo apenas três pontos aos representantes da Flórida.

Curiosamente, os Vipers lideraram em quase todas as estatísticas ofensivas. Foram 394 jardas totais e 19 first downs contra 226 jardas totais e 11 first downs dos Guardians.

Contudo, a equipe de NY foi mais eficiente na red zone e a defesa apareceu mais nos momentos decisivos.

O quarterback Matt McGloin, que jogou no Oakland Raiders e no Houston Texans, conectou 15 passes de 29 para 182 jardas e um touchdown.

A defesa dos Guardians somou cinco sacks na partida, sendo dois do safety Wesley Sutton, e não deixaram os quarterbacks Aaron Murray (16/34, 231 jardas e duas INTs) e Quinton Flowers (1/2, 37 jardas e cinco corridas para 34 jardas) em paz.

– Confira os melhores momentos da partida:

Dallas Renegades (0-1) 9 x 15 St. Louis BattleHawks (1-0)

A partida de fechamento da semana 1 da temporada 2020 da XFL foi a menos movimentada por parte dos ataques, que foram dominados pelas defesas a noite inteira. E, nos detalhes, os BattleHawks surpreenderam os favoritos Renegades.

Os representantes de St. Louis dominaram o jogo pelo chão, conquistando 191 de suas 374 jardas correndo com a bola, e se tornaram o primeiro visitante a triunfar na XFL.

O quarterback Jordan Ta’amu (20/27, 209 jardas e um TD, e nove corridas para 77 jardas) fez a diferença a favor dos BattleHawks. Com o time perdendo por três pontos no último quarto, ele encaixou uma corrida de 37 jardas em uma terceira descida e, pouco depois, acertou um passe para TD de nove jardas para Alonzo Russell. A pontuação acabou definindo o placar final.

Do lado dos Renegades, que não contaram com o quarterback titular Landry Jones, fora com uma lesão no joelho, foi sofrimento do início ao fim. O reserva Philip Nelson sofreu, acertando 33 passes de 42 para 209 jardas e uma interceptação. O time texano somou apenas 267 jardas de ataque.

Nelson sofreu a interceptação nos segundos finais, em um de seus poucos passes longos na partida, que acabou caindo no colo do safety Will Hill.

Jogos da semana 2

Sábado, 15 de fevereiro, às 16h (de Brasília) – DC Defenders x NY Guardians

Sábado, 15 de fevereiro, às 19h (de Brasília) – Seattle Dragons x Tampa Bay Vipers

Domingo, 16 de fevereiro, às 17h (de Brasília) – L.A. Wildcats x Dallas Renegades

Domingo, 16 de fevereiro, às 20h (de Brasília) – Houston Roughnecks x St. Louis BattleHawks

Comments
To Top