NHL

Soberano, Chicago Blackhawks fecha série contra Tampa Bay Lightning e conquista a Stanley Cup 2015

CHICAGO BLACKHAWKS 2 X 0 TAMPA BAY LIGHTNING

Enquanto comemoravam com a taça da Stanley Cup, na noite de segunda-feira, os jogadores do Chicago Blackhawks não estavam preocupados se estão ou não construindo uma dinastia. O fato é que os Blackahwks são campeões da Stanley Cup 2015 e já fazem parte da história da liga e da franquia.

Com gols de Duncan Keith e Patrick Kane e 25 defesas de Corey Crawford, o time de Chicago venceu o Tampa Bay Lightning por 2 a 0 e fechou a série no jogo 6. Este é o terceiro título em cinco anos e o sexto ao longo de 82 anos de existência dos Blackhawks.

Pelo brilhante desempenho ao longo de todo o playoff, Duncan Keith foi eleito, de forma unânime, o MVP e levou para casa o Conn Smythe Trophy. Keith teve uma média superior a 31 minutos no gelo durante toda a pós-temporada, além de 21 pontos.

O capitão Jonathan Toews foi o primeiro a erguer a taça, mas rapidamente passou o símbolo da glória do hóquei para Kimmo Timonen, 40 anos,  que perdeu boa parte da temporada e deixou os Flyers rumo a Chicago em Fevereiro.

Desde 1938, quando derrotaram os Maple Leafs, os Blackhawks não ganhavam uma Stanley Cup jogando em seus domínios. E a vitória derradeira foi mais dura do que o placar possa indicar.

Durante todo o primeiro período, Lightning e Blackhawks fizeram um jogo estudado, com boas chances para os dois lados., mas sem nenhum gol.

E como nas outras partidas da série, a franquia de Tampa errou e pagou caro. No final do segundo período, a defesa do Lightning vacilou, deu espaço para Keith, que avançou e disparou contra Ben Bishop. O goleiro deu rebote, a defesa não cobriu e o próprio Keith mandou o disco para o fundo do gol.

A franquia de Tampa sentiu o golpe. Veio o terceiro período. O tempo passava e nada de reação. Em um dos ataques, o Lightning até trocou bons passes, mas na hora do tiro para o gol, Braydon Coburn errou o disparo, quebrou seu taco e deu início ao contra-ataque dos Blackhawks.

Brandon Saad invadiu a zona ofensiva e deu um passe de costas para o veterano Brad Richards. Por sua vez, Richards fingiu um disparo contra o gol, e, sem olhar, arranjou um passe açucarado para Kane, que só teve o trabalho de empurrar o disco para o gol e correr para o abraço.

Daí para frente, o jogo esfriou e o calor tomou conta das arquibancadas do United Center. Fim de jogo, Chicago Blackahawks campeão da Stanley Cup.

 

 

 

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Popular

To Top