NHL

A divisão do Pacífico e suas possibilidades

 

(Foto: Reprodução/Facebook)

(Foto: Reprodução/Facebook)

Nas próximas três semanas, a coluna Power Play irá analisar como cada divisão da NHL se desenrolará nesta próxima temporada. Hoje, começamos com o a divisão do Pacifico, lar dos atuais campeões, Los Angeles Kings.

A grande maioria dos times da NHL se localizam no hemisfério norte dos EUA, sul do Canadá. E toda vez que esses times têm que viajar para a Califórnia, suportando longas viagens para enfrentar times poderosos, é um pesadelo.

A divisão Pacifico abriga não só o campeão da Stanley Cup, assim como três times que obtiveram 100 pontos ou mais na temporada passada. Pior do que ser da conferência leste e ter de fazer uma viagem para a parte sudoeste dos EUA é fazer parte da divisão do Pacífico e ter de viajar entre Canadá e Estados Unidos. Os times se enfrentam quatro vezes na temporada. Pergunte para Edmonton e Calgary se é divertido jogar contra Anaheim, Los Angeles e San Jose 12 vezes na mesma temporada.

Com 116 pontos, o Anaheim Ducks só ficou atrás do Boston Bruins em toda a NHL quando a temporada regular se encerrou. E o time dos Patos só deve melhorar. Com a adição de Ryan Kesler e a melhora de prospects importantes como Jakob Silfverberg, Devante Smith-Pelly e Emerson Etem no ataque, Hampus Lindholm e Sami Vatanen na defesa e John Gibson no gol, é difícil imaginar que a equipe desacelere. Ainda com Getzlaf e Perry produzindo como uma das melhores duplas da NHL, Anaheim melhorou o bastante na offseason para brigar pau a pau com os melhores times da liga, principalmente Los Angeles.

Os Kings que, como bom campeão, fizeram sua lição de casa e mantiveram o time que levantou a Lord Stanley. Gaborik recebeu uma renovação de contrato e nenhuma peça fundamental foi perdida. Assim como em 2012, quando venceram o primeiro título da história da franquia, LA não teve uma regular season de saltar aos olhos no ano passado. Com Pearson e Toffoli começando o ano na NHL e tendo a oportunidade de produzir em 82 jogos, a produção dos Kings deve ir além dos 100 pontos. E um terceiro título, é absurdo pensar? Nem um pouco. Kopitar, Doughty e Quick são muito bem capazes de liderar esse time até as finais mais uma vez.

A terceira força do pacifico nos últimos anos vive um momento muito mais conturbado do que deveria. Os Sharks decidiram tirar a posição de capitão de Joe Thornton, da mesma forma que fizeram com Patrick Marleau quando Big Joe chegou de Boston. Seria essa uma indireta de que San Jose trocaria Thornton? Acredito que sim. E o mesmo vale para Marleau. Após reunir uma tremenda equipe que sempre falha quando os playoffs chegam, parece que a diretoria se cansou de resultados tão superficiais e decidiram mudar algumas coisas. A palavra “renovação” vem sendo constantemente relacionada ao time. É muito barulho para um time tão talentoso. Parece que os anos áureos dos Sharks já se passaram, e a temporada 2014-15 pode ser o veredito para uma mudança radical.

Então chegamos nos outros quatro times: Arizona, Vancouver, Calgary e Edmonton. Três desses terminaram nas seis piores posições ao final da regular season. Iremos então com o melhor deles: os Coyotes.

Agora Arizona Coyotes, o time de Glendale traz todo ano um time minimamente interessante, mas que não deixa de ser mais do mesmo. Sem uma grande contratação, Arizona parece estar confortável com 40 vitórias em uma temporada. Mas pensar em 50 é ir longe demais, pelo menos com o time em mãos. A defesa chama atenção pela sua qualidade, mas o ataque nem chega perto de se equiparar com o de Anaheim e LA. Ano passado conseguiram 37 vitórias, 89 pontos. Seus concorrentes na divisão apenas melhoraram, e isso pode se tornar um problema dos grandes para os Coyotes.

Se há um time com interrogações ao seu redor, é o Vancouver Canucks. Sob nova direção do agora presidente e ex-estrela do time Trevor Linden, novo general manager Jim Benning e técnico Willie Desjardins, Vancouver foi o time que mais mudou. E mudou para melhor. Trocaram Ryan Kesler e Jason Garrison e adquiriram Ryan Miller, Radim Vrbata e Nick Bonino, em uma tentativa de renovar o time, dando espaço para os ótimos prospects que o time vem desenvolvendo, da mesma forma que ainda podem brigar por uma vaga nos playoffs. Se os Sedins voltarem a produzirem como estrelas na liga e os jovens darem uma injeção de ânimo, é difícil imaginar que os Canucks não tenham uma temporada melhor que a passada, onde conseguiram apenas 83 pontos. Com uma nova cara, é uma boa apostar que eles recuperam a velha forma de quatro anos atrás, quando chegaram nas finais da SC.

E por último, Calgary e Edmonton. Vou falar de ambos em um único discurso, porque a situação de ambos os times é bastante parecida. E não, isso não é um bom sinal. Oficialmente, os Oilers e Flames entraram em uma renovação há cerca de cinco anos. Depois de tanto tempo, já estava na hora de conseguirem ganhar algumas partidas. No entanto, as vitórias não chegam, o que frustra a diretoria da equipe. Diretoria que, diga-se de passagem, não ajuda em nada para o sucesso do time. Edmonton agora tem um elenco meio jovem meio velho, e a parte velha do elenco atualmente come grande parte da folha salarial da equipe e toma espaços de jogadores jovens que buscam uma oportunidade de atuar na NHL, como Leon Draisaitl, Darnell Nurse e Oscar Klefbom. O mesmo vale para Calgary. Distribuíram contratos para Mason Raymond, Deryk Engelland e Devin Setoguchi, ao mesmo tempo que terão que devolver Sam Bennett para as junior afim de prepara-lo melhor. Em uma divisão tão forte como o pacífico, é difícil imaginar que qualquer um dos dois times consiga prosseguir. Se um deles tem mais chance, é Edmonton.

Quem passar por qualquer um dos times do pacífico nos playoffs, terá problemas. LA protagonizou séries fantásticas contra San Jose e Anaheim antes de bater Chicago e New York para vencer a SC, e o mesmo deve acontecer esse ano.

Brigarão pelo título: Los Angeles Kings e Anaheim Ducks

Brigarão por uma vaga de playoffs: Vancouver Canucks, San Jose Sharks, Arizona Coyotes

Brigarão por Connor McDavid: Calgary Flames e Edmonton Oilers

Popular

Copyright © 2015-2021 - https://www.quintoquartobr.com/

+18 Jogue com responsabilidade


Copyright QuintoQuartoBR

To Top